Técnico da Costa Rica aposta em jogadas de bola parada

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 22/06/2018 às 07:43:00

 

Derrotada por 1 a 0 pela Sérvia em sua estreia na Copa do Mundo, a Costa Rica não terá grandes mudanças para o duelo com o Brasil, nesta sexta-feira, em São Petersburgo, pela segunda rodada do Grupo E. Na véspera do confronto na Arena Zenit, o técnico Óscar Ramírez confirmou que só fará uma troca na escalação com a entrada do meio-campista Bryan Oviedo no lugar de Cristian Gamboa.
- Posso confirmar a escalação, com Oviedo entrando no lugar do Gamboa. Vamos manter a estrutura para um jogo que deverá ser complexo", afirmou o treinador, que era pressionado a fazer mais mudanças na escalação em razão da atuação apagada dos costarriquenhos em sua estreia na competição.
Assim, a Costa Rica vai entrar em campo às 9 horas (de Brasília) desta sexta-feira diante do Brasil com a seguinte escalação: Keylor Navas; Gamboa, González Acosta e Óscar Duarte; Guzman, Oviedo, Borges e Venegas; Brian Ruiz e Ureña.
A Costa Rica é a única equipe que ainda não pontuou no Grupo E, pois, Brasil e Suíça empataram na estreia por 1 a 1, e, assim, corre risco de ser eliminada como uma rodada de antecedência da Copa do Mundo. Ramírez reconheceu que a tarefa da sua seleção é complicada, além de ter indicado que as jogadas de bola parada serão exploradas para surpreender o time de Tite - foi assim, aliás, que os suíços marcaram o seu gol no domingo passado contra o Brasil.

Derrotada por 1 a 0 pela Sérvia em sua estreia na Copa do Mundo, a Costa Rica não terá grandes mudanças para o duelo com o Brasil, nesta sexta-feira, em São Petersburgo, pela segunda rodada do Grupo E. Na véspera do confronto na Arena Zenit, o técnico Óscar Ramírez confirmou que só fará uma troca na escalação com a entrada do meio-campista Bryan Oviedo no lugar de Cristian Gamboa.
- Posso confirmar a escalação, com Oviedo entrando no lugar do Gamboa. Vamos manter a estrutura para um jogo que deverá ser complexo", afirmou o treinador, que era pressionado a fazer mais mudanças na escalação em razão da atuação apagada dos costarriquenhos em sua estreia na competição.
Assim, a Costa Rica vai entrar em campo às 9 horas (de Brasília) desta sexta-feira diante do Brasil com a seguinte escalação: Keylor Navas; Gamboa, González Acosta e Óscar Duarte; Guzman, Oviedo, Borges e Venegas; Brian Ruiz e Ureña.
A Costa Rica é a única equipe que ainda não pontuou no Grupo E, pois, Brasil e Suíça empataram na estreia por 1 a 1, e, assim, corre risco de ser eliminada como uma rodada de antecedência da Copa do Mundo. Ramírez reconheceu que a tarefa da sua seleção é complicada, além de ter indicado que as jogadas de bola parada serão exploradas para surpreender o time de Tite - foi assim, aliás, que os suíços marcaram o seu gol no domingo passado contra o Brasil.