Seleção Brasileira treina de olho na Sérvia

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Tite deu especial atenção na troca de passes e nas triangulações ofensivas para vencer a defesa da Sérvia
Tite deu especial atenção na troca de passes e nas triangulações ofensivas para vencer a defesa da Sérvia

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 26/06/2018 às 07:47:00

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br
Falta pouco para o 
jogo decisivo contra 
a Sérvia. Pensando nisso, o treino da Seleção Brasileira desta segunda-feira (25), em Sochi, foi voltado para preparar a equipe de acordo com as virtudes do adversário, analisadas pelo Centro de Pesquisa e Análise. Em atividade fechada à imprensa, durante uma hora e meia, o técnico Tite desenvolveu um trabalho tático com a participação de todos os atletas, e também aprimorou os posicionamentos nas bolas aéreas defensivas.
O lateral direito Danilo foi a campo. Ainda em recuperação de lesão no quadril, o jogador correu e realizou circuito de atividades sob a orientação da fisioterapia. Douglas Costa segue em tratamento intensivo. A Seleção Brasileira já está em Moscou onde faz o treino final nestas terça-feira.
A Seleção Brasileira é líder do Grupo E, com quatro pontos. Em caso de vitória, o Brasil se classifica como primeiro do bloco. O empate também garante o Brasil nas Oitavas de final. No outro jogo decisivo do grupo, jogam Suíça e Costa Rica. Os Suíços têm a mesma pontuação que a equipe Canarinho. Se a Costa Rica, já eliminada, vencer este duelo, a Seleção se classifica em primeiro do grupo mesmo com um empate contra os sérvios. Brasil e Sérvia jogam na próxima quarta-feira às 15h (horário de Brasília), no Spartak Stadium, em Moscou.
Tite deu especial atenção na troca de passes e nas triangulações ofensivas, visando a vencer as defesas adversárias, o que tem sido o principal desafio da equipe na Copa do Mundo da Rússia. Durante o treino, Tite comandou um trabalho tático para aprimorar o posicionamento dos jogadores brasileiros nas bolas aéreas defensivas. O ponto forte da seleção da Sérvia, adversária do Brasil nesta quarta-feira (27), é o lançamento de bolas altas para a área.
- Fizemos um trabalho de bola parada defensiva já nos preparando para a Sérvia. A gente sabe que a bola aérea é uma jogada forte deles e toda a equipe tem que estar preparada, afirmou o auxiliar-técnico, Matheus Bachi.

Falta pouco para o  jogo decisivo contra  a Sérvia. Pensando nisso, o treino da Seleção Brasileira desta segunda-feira (25), em Sochi, foi voltado para preparar a equipe de acordo com as virtudes do adversário, analisadas pelo Centro de Pesquisa e Análise. Em atividade fechada à imprensa, durante uma hora e meia, o técnico Tite desenvolveu um trabalho tático com a participação de todos os atletas, e também aprimorou os posicionamentos nas bolas aéreas defensivas.
O lateral direito Danilo foi a campo. Ainda em recuperação de lesão no quadril, o jogador correu e realizou circuito de atividades sob a orientação da fisioterapia. Douglas Costa segue em tratamento intensivo. A Seleção Brasileira já está em Moscou onde faz o treino final nestas terça-feira.
A Seleção Brasileira é líder do Grupo E, com quatro pontos. Em caso de vitória, o Brasil se classifica como primeiro do bloco. O empate também garante o Brasil nas Oitavas de final. No outro jogo decisivo do grupo, jogam Suíça e Costa Rica. Os Suíços têm a mesma pontuação que a equipe Canarinho. Se a Costa Rica, já eliminada, vencer este duelo, a Seleção se classifica em primeiro do grupo mesmo com um empate contra os sérvios. Brasil e Sérvia jogam na próxima quarta-feira às 15h (horário de Brasília), no Spartak Stadium, em Moscou.
Tite deu especial atenção na troca de passes e nas triangulações ofensivas, visando a vencer as defesas adversárias, o que tem sido o principal desafio da equipe na Copa do Mundo da Rússia. Durante o treino, Tite comandou um trabalho tático para aprimorar o posicionamento dos jogadores brasileiros nas bolas aéreas defensivas. O ponto forte da seleção da Sérvia, adversária do Brasil nesta quarta-feira (27), é o lançamento de bolas altas para a área.
- Fizemos um trabalho de bola parada defensiva já nos preparando para a Sérvia. A gente sabe que a bola aérea é uma jogada forte deles e toda a equipe tem que estar preparada, afirmou o auxiliar-técnico, Matheus Bachi.