Tobias Barreto completa um ano sem registro de homicídio por armas de fogo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A criação do Batalhão ajudou a reduzir drasticamente os índices de criminalidade em Tobias Barreto
A criação do Batalhão ajudou a reduzir drasticamente os índices de criminalidade em Tobias Barreto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 27/06/2018 às 07:03:00

 

Desde junho do ano 
passado não há re-
gistro de homicídio por arma de fogo no município de Tobias Barreto, que fica a cerca de 130 quilômetros da capital sergipana. Além disso, o último crime cometido por arma branca foi em fevereiro de 2017. O trabalho em conjunto e a criação do Batalhão em 2016 são dois pontos de destaque para que os índices de criminalidade tenham reduzido nos últimos dois anos.
"A diretriz básica é o combate ao tráfico de drogas e pistolagem. O trabalho em conjunto, a troca de informações entre a Polícia Civil e Militar tem sido fundamental para este resultado obtido. Em relação às drogas, em média são presos de cerca de 10 traficantes por mês. E com o trabalho integrado das delegacias de Itabaianinha, Poço Verde e Tobias conseguimos também essa boa marca no combate ao crime de pistolagem", afirmou o delegado de Tobias Barreto, Fábio Pimentel.
Em dois anos de existência, o 11º Batalhão de Polícia Militar que fica em Tobias Barreto já fez a apreensão de 48 armas de fogo. Além disso, o aumento do efetivo trouxe mais segurança para toda a população tobiense. "Antes aqui era uma Companhia, eram poucas viaturas e poucos policiais. Com a criação do Batalhão em maio de 2016 nós aumentamos o efetivo e o número de viaturas circulando na cidade de Tobias. Então a ostensividade tem sido maior. O policiamento nas ruas impede que o crime aconteça, principalmente tráfico e homicídio, inibe os criminosos e traz mais segurança à população. A integração também tem sido muito importante, com as ações em conjunto nós conseguimos excelentes resultados", explicou o tenente-coronel Alexsandro Ribeiro, comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar.

Desde junho do ano  passado não há re- gistro de homicídio por arma de fogo no município de Tobias Barreto, que fica a cerca de 130 quilômetros da capital sergipana. Além disso, o último crime cometido por arma branca foi em fevereiro de 2017. O trabalho em conjunto e a criação do Batalhão em 2016 são dois pontos de destaque para que os índices de criminalidade tenham reduzido nos últimos dois anos.
"A diretriz básica é o combate ao tráfico de drogas e pistolagem. O trabalho em conjunto, a troca de informações entre a Polícia Civil e Militar tem sido fundamental para este resultado obtido. Em relação às drogas, em média são presos de cerca de 10 traficantes por mês. E com o trabalho integrado das delegacias de Itabaianinha, Poço Verde e Tobias conseguimos também essa boa marca no combate ao crime de pistolagem", afirmou o delegado de Tobias Barreto, Fábio Pimentel.
Em dois anos de existência, o 11º Batalhão de Polícia Militar que fica em Tobias Barreto já fez a apreensão de 48 armas de fogo. Além disso, o aumento do efetivo trouxe mais segurança para toda a população tobiense. "Antes aqui era uma Companhia, eram poucas viaturas e poucos policiais. Com a criação do Batalhão em maio de 2016 nós aumentamos o efetivo e o número de viaturas circulando na cidade de Tobias. Então a ostensividade tem sido maior. O policiamento nas ruas impede que o crime aconteça, principalmente tráfico e homicídio, inibe os criminosos e traz mais segurança à população. A integração também tem sido muito importante, com as ações em conjunto nós conseguimos excelentes resultados", explicou o tenente-coronel Alexsandro Ribeiro, comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar.