Coreia vence e despacha Alemanha

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A Alemanha surpreendeu. Perdeu de 2x0 para Coreia do Sul e está fora da Copa do Mundo da Rússia
A Alemanha surpreendeu. Perdeu de 2x0 para Coreia do Sul e está fora da Copa do Mundo da Rússia

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/06/2018 às 07:58:00

 

A Alemanha escreveu 
uma das páginas 
mais vexatórias de seu futebol nesta quarta-feira, 27 e está fora da Copa do Mundo da Rússia. Os atuais campeões mundiais, considerados um dos principais favoritos ao título, foram derrotados pela Coreia do Sul por 2 a 0, em Kazan, protagonizaram a grande zebra da competição até o momento e caíram na primeira fase do torneio pela primeira vez em 80 anos. Os gols da partida foram assinalados por Kim Young-Gwon aso 47 do segundo tempo e Son Heung-Min aos 50' também do segundo tempo.
 A última vez que os alemães haviam sido eliminados na fase inicial foi em 1938, na França, quando o torneio era disputado apenas em fases mata-mata e a seleção caiu logo na estreia para a Suíça, nos pênaltis. Desde que os grupos foram instituídos no Mundial, o país nunca havia caído neste estágio. O vexame ganhou contornos ainda mais históricos com os gols sul-coreanos nos acréscimos, que deixou o time europeu na lanterna do Grupo D.
E ninguém poderia imaginar que isso aconteceria na Rússia. Atual campeã mundial e da Copa das Confederações, dona de um estilo envolvente e repleta de jogadores, que atuam no mais alto escalão da Europa, a Alemanha era apontada como grande candidata à conquista. Mas, em três partidas, decepcionou de forma surpreendente. E só não teve a queda decretada antes, porque buscou um improvável triunfo contra a Suécia já aos 50 minutos do segundo tempo e com um jogador a menos.
Agora, ampliou a sina recente dos campeões mundiais na primeira fase. Afinal, esta é a terceira Copa seguida, que o atual vencedor do torneio cai neste estágio, repetindo a Itália, campeã em 2006 e eliminada precocemente em 2010, e a Espanha, vencedora em 2010 e surpreendida quatro anos mais tarde, no Brasil.
Melhor para México e Suécia, que avançaram. Os suecos passaram em primeiro e duelam com a Suíça, segundo colocado do Grupo E, o mesmo do Brasil. Já os mexicanos avançaram na vice-liderança e serão os adversários do Brasil. 
A Coreia que começou com postura até surpreendente, mas rapidamente a Alemanha assumiu o controle da partida. Os sempre frios alemães pareceram sentir o peso das atuações prévias ruins e da necessidade da vitória e cometeram erros aos quais não estão acostumados.
Com isso, quem criou as principais chances foi a Coreia. Aos 18, Jung Woo-Young cobrou falta de longe e Neuer falhou ao tentar agarrar. Antes que o ataque coreano chegasse, porém, conseguiu afastar com um tapa. Seis minutos mais tarde, A zaga alemã falhou ao tentar afastar cruzamento e a sobra ficou com Son, que emendou de primeira para fora.

A Alemanha escreveu  uma das páginas  mais vexatórias de seu futebol nesta quarta-feira, 27 e está fora da Copa do Mundo da Rússia. Os atuais campeões mundiais, considerados um dos principais favoritos ao título, foram derrotados pela Coreia do Sul por 2 a 0, em Kazan, protagonizaram a grande zebra da competição até o momento e caíram na primeira fase do torneio pela primeira vez em 80 anos. Os gols da partida foram assinalados por Kim Young-Gwon aso 47 do segundo tempo e Son Heung-Min aos 50' também do segundo tempo.
 A última vez que os alemães haviam sido eliminados na fase inicial foi em 1938, na França, quando o torneio era disputado apenas em fases mata-mata e a seleção caiu logo na estreia para a Suíça, nos pênaltis. Desde que os grupos foram instituídos no Mundial, o país nunca havia caído neste estágio. O vexame ganhou contornos ainda mais históricos com os gols sul-coreanos nos acréscimos, que deixou o time europeu na lanterna do Grupo D.
E ninguém poderia imaginar que isso aconteceria na Rússia. Atual campeã mundial e da Copa das Confederações, dona de um estilo envolvente e repleta de jogadores, que atuam no mais alto escalão da Europa, a Alemanha era apontada como grande candidata à conquista. Mas, em três partidas, decepcionou de forma surpreendente. E só não teve a queda decretada antes, porque buscou um improvável triunfo contra a Suécia já aos 50 minutos do segundo tempo e com um jogador a menos.
Agora, ampliou a sina recente dos campeões mundiais na primeira fase. Afinal, esta é a terceira Copa seguida, que o atual vencedor do torneio cai neste estágio, repetindo a Itália, campeã em 2006 e eliminada precocemente em 2010, e a Espanha, vencedora em 2010 e surpreendida quatro anos mais tarde, no Brasil.
Melhor para México e Suécia, que avançaram. Os suecos passaram em primeiro e duelam com a Suíça, segundo colocado do Grupo E, o mesmo do Brasil. Já os mexicanos avançaram na vice-liderança e serão os adversários do Brasil. 
A Coreia que começou com postura até surpreendente, mas rapidamente a Alemanha assumiu o controle da partida. Os sempre frios alemães pareceram sentir o peso das atuações prévias ruins e da necessidade da vitória e cometeram erros aos quais não estão acostumados.
Com isso, quem criou as principais chances foi a Coreia. Aos 18, Jung Woo-Young cobrou falta de longe e Neuer falhou ao tentar agarrar. Antes que o ataque coreano chegasse, porém, conseguiu afastar com um tapa. Seis minutos mais tarde, A zaga alemã falhou ao tentar afastar cruzamento e a sobra ficou com Son, que emendou de primeira para fora.