Hyago França responsabilizará os torcedores

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 20/07/2018 às 09:05:00

 

A invasão do Sabino 
Ribeiro e os estra
gos no patrimônio do clube por um grupo de torcedores teve desdobramento nesta quinta-feira. O presidente Hyago França em entrevista ao Jornal da Fan, declarou que a torcida será responsabilizada pelos estragos provocados no patrimônio do clube.  "Iremos responsabilizar a torcida organizada", afirma presidente do Confiança.
Hyago França deixou bem claro que registrará um boletim de ocorrência e responsabilizará a torcida organizada da qual fazem parte os torcedores que invadiram o Sabino Ribeiro na tarde dessa quinta-feira,18.
Nos vídeos que foram compartilhados pelas redes sociais é possível perceber que os torcedores fazem parte da Trovão Azul. Questionado se o presidente da torcida será responsabilizado, o presidente do clube afirmou. "A torcida tem sede e presidente, eles serão facilmente identificados e responsabilizados pelos vídeos".
Hyago lamentou os fatos e relatou que além das agressões físicas e danos materiais na academia do clube e veículos de funcionários, houve também o furto de material de treinamento que estava sendo usado. "Um clube que já não tem uma vida financeira estável, ainda ter que arcar com esses prejuízos. Esse tipo de atitude não ajuda ao clube, não é coisa de torcedor, mas de vândalos", disse Hyago.
Trovão azul emite nota - Por sua vez a torcida organizada Trovão Azul, do Confiança, emitiu uma nota para esclarecer os fatos acontecidos na última quarta-feira, 18. Segundo a nota, os membros da torcida tinham a intenção de ter uma conversa pacífica com o elenco azulino, mas foram impedidos de entrar no Sabino Ribeiro. A nota destaca ainda que a torcida pede desculpas pelos prejuízos e se coloca à disposição para repará-los.
"Ocorre que, inconformados com o momento nebuloso que atravessa a Associação Desportiva Confiança, nós, como torcedores proletários e apaixonados pelo Confiança que somos, nos sentimos obrigados a cobrar do elenco explicações do porquê de tamanha queda de produção. Nos dirigimos à CASA DA NAÇÃO PROLETÁRIA, o Estádio Sabino Ribeiro, com o intuito de ter essa conversa com o elenco de forma pacífica. Entretanto, ao chegarmos, fomos impedidos de adentrar ao estádio. Um indivíduo que se diz funcionário do Confiança, em uma atitude extremamente autoritária, que não condiz com o suposto cargo que ocupa, em posse de uma barra de ferro, tentou impedir os membros que estavam adentrando ao [sic] estádio, pois segundo o mesmo, "ali a Trovão Azul não entraria". Infelizmente a nota oficial do Confiança não relatou tal fato, que foi o gerador de tudo que aconteceu posteriormente".
E segue a nota: "alguns dos integrantes atiraram pedras com o intuito de revidarem a esta agressão gratuita e acabaram atingindo a vidraça da academia e o carro do fisioterapeuta do clube. Pedimos publicamente desculpas pelos danos materiais causados e nos colocamos à disposição para repará-los, pois nossa torcida é composta de pessoas honestas e que não aprovam qualquer tipo de depredação de qualquer natureza. Ademais, diferente de alguns, não temos o costume de nos eximirmos das nossas responsabilidades.
Por fim, reiteramos nosso compromisso de reparar os danos materiais causados e ratificamos o nosso compromisso com a Associação Desportiva Confiança. Compromisso de sempre apoiar quando for nossa obrigação e de cobrar quando for necessário. Porque o Confiança é gigante. O Confiança tem torcida e essa torcida merece ser respeitada, seja por diretoria, comissão técnica ou jogadores! Jamais nos calaremos, tampouco esmoreceremos na luta por um Confiança melhor.
Torcida Trovão Azul, Aracaju, 18 de julho de 2018".

A invasão do Sabino  Ribeiro e os estra gos no patrimônio do clube por um grupo de torcedores teve desdobramento nesta quinta-feira. O presidente Hyago França em entrevista ao Jornal da Fan, declarou que a torcida será responsabilizada pelos estragos provocados no patrimônio do clube.  "Iremos responsabilizar a torcida organizada", afirma presidente do Confiança.
Hyago França deixou bem claro que registrará um boletim de ocorrência e responsabilizará a torcida organizada da qual fazem parte os torcedores que invadiram o Sabino Ribeiro na tarde dessa quinta-feira,18.
Nos vídeos que foram compartilhados pelas redes sociais é possível perceber que os torcedores fazem parte da Trovão Azul. Questionado se o presidente da torcida será responsabilizado, o presidente do clube afirmou. "A torcida tem sede e presidente, eles serão facilmente identificados e responsabilizados pelos vídeos".
Hyago lamentou os fatos e relatou que além das agressões físicas e danos materiais na academia do clube e veículos de funcionários, houve também o furto de material de treinamento que estava sendo usado. "Um clube que já não tem uma vida financeira estável, ainda ter que arcar com esses prejuízos. Esse tipo de atitude não ajuda ao clube, não é coisa de torcedor, mas de vândalos", disse Hyago.
Trovão azul emite nota - Por sua vez a torcida organizada Trovão Azul, do Confiança, emitiu uma nota para esclarecer os fatos acontecidos na última quarta-feira, 18. Segundo a nota, os membros da torcida tinham a intenção de ter uma conversa pacífica com o elenco azulino, mas foram impedidos de entrar no Sabino Ribeiro. A nota destaca ainda que a torcida pede desculpas pelos prejuízos e se coloca à disposição para repará-los.
"Ocorre que, inconformados com o momento nebuloso que atravessa a Associação Desportiva Confiança, nós, como torcedores proletários e apaixonados pelo Confiança que somos, nos sentimos obrigados a cobrar do elenco explicações do porquê de tamanha queda de produção. Nos dirigimos à CASA DA NAÇÃO PROLETÁRIA, o Estádio Sabino Ribeiro, com o intuito de ter essa conversa com o elenco de forma pacífica. Entretanto, ao chegarmos, fomos impedidos de adentrar ao estádio. Um indivíduo que se diz funcionário do Confiança, em uma atitude extremamente autoritária, que não condiz com o suposto cargo que ocupa, em posse de uma barra de ferro, tentou impedir os membros que estavam adentrando ao [sic] estádio, pois segundo o mesmo, "ali a Trovão Azul não entraria". Infelizmente a nota oficial do Confiança não relatou tal fato, que foi o gerador de tudo que aconteceu posteriormente".
E segue a nota: "alguns dos integrantes atiraram pedras com o intuito de revidarem a esta agressão gratuita e acabaram atingindo a vidraça da academia e o carro do fisioterapeuta do clube. Pedimos publicamente desculpas pelos danos materiais causados e nos colocamos à disposição para repará-los, pois nossa torcida é composta de pessoas honestas e que não aprovam qualquer tipo de depredação de qualquer natureza. Ademais, diferente de alguns, não temos o costume de nos eximirmos das nossas responsabilidades.
Por fim, reiteramos nosso compromisso de reparar os danos materiais causados e ratificamos o nosso compromisso com a Associação Desportiva Confiança. Compromisso de sempre apoiar quando for nossa obrigação e de cobrar quando for necessário. Porque o Confiança é gigante. O Confiança tem torcida e essa torcida merece ser respeitada, seja por diretoria, comissão técnica ou jogadores! Jamais nos calaremos, tampouco esmoreceremos na luta por um Confiança melhor.
Torcida Trovão Azul, Aracaju, 18 de julho de 2018".