Seplag realiza audiências públicas territoriais sobre o Orçamento 2019

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 25/07/2018 às 05:27:00

 

Dando continuidade as Audiências Públicas nos territórios sergipanos o Governo de Sergipe, através da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), realiza nesta quarta-feira (25), a partir das 9h, mais uma audiência, desta vez no Agreste Central, no auditório do DRE, na cidade de Itabaiana.
O objetivo é discutir com representantes do Governo do Estado, sindicatos e a sociedade civil, alguns pontos da elaboração da Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2019.
De acordo com o secretário da Seplag, Rosman Pereira, durante as audiências é apresentado o cenário econômico e fiscal, as prioridades e as diretrizes orçamentarias que devem guiar a elaboração do Orçamento para 2019.
Para o superintendente de Programação Econômica e Orçamento do Governo do Estado, Guilherme Rebouças, as audiências são de suma importância para orientar os órgãos e secretarias do Estado sobre o orçamento e também para dialogar com a sociedade dando a oportunidade de contribuir para o aperfeiçoamento do orçamento.
Guilherme destaca que a Lei Orçamentária Anual (LOA) define as receitas e despesas para um exercício financeiro, sendo um grande instrumento de alocação dos gastos por setores e órgãos. Revela ainda que o orçamento 2019 é baseado na previsão de receita do FPE, ICMS, IRRF, IPVA, Convênio, Transferência SUS, Transferência FNDE, Operação de Crédito, entre outras receitas.
O cronograma de elaboração - que começou no mês de junho com as demandas de Aracaju e dos municípios que compõem a Grande Aracaju (Barra dos Coqueiros, Itaporanga, Maruim, Santo Amaro, Riachuelo, Laranjeiras, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão) - prossegue até o dia 08 de agosto.
O calendário prossegue no dia 27, no município de Nossa Senhora da Glória, alto sertão sergipano; dia 30 em Japaratuba, leste sergipano; dia 01 de agosto, na cidade de Lagarto, no centro sul; dia 03 em Nossa Senhora das Dores, no médio sertão; dia 06 no sul sergipano na cidade de Santa Luzia do Itanhi; e no dia 08 de agosto no baixo São Francisco na cidade de Propriá.

Dando continuidade as Audiências Públicas nos territórios sergipanos o Governo de Sergipe, através da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), realiza nesta quarta-feira (25), a partir das 9h, mais uma audiência, desta vez no Agreste Central, no auditório do DRE, na cidade de Itabaiana.
O objetivo é discutir com representantes do Governo do Estado, sindicatos e a sociedade civil, alguns pontos da elaboração da Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2019.
De acordo com o secretário da Seplag, Rosman Pereira, durante as audiências é apresentado o cenário econômico e fiscal, as prioridades e as diretrizes orçamentarias que devem guiar a elaboração do Orçamento para 2019.
Para o superintendente de Programação Econômica e Orçamento do Governo do Estado, Guilherme Rebouças, as audiências são de suma importância para orientar os órgãos e secretarias do Estado sobre o orçamento e também para dialogar com a sociedade dando a oportunidade de contribuir para o aperfeiçoamento do orçamento.
Guilherme destaca que a Lei Orçamentária Anual (LOA) define as receitas e despesas para um exercício financeiro, sendo um grande instrumento de alocação dos gastos por setores e órgãos. Revela ainda que o orçamento 2019 é baseado na previsão de receita do FPE, ICMS, IRRF, IPVA, Convênio, Transferência SUS, Transferência FNDE, Operação de Crédito, entre outras receitas.
O cronograma de elaboração - que começou no mês de junho com as demandas de Aracaju e dos municípios que compõem a Grande Aracaju (Barra dos Coqueiros, Itaporanga, Maruim, Santo Amaro, Riachuelo, Laranjeiras, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão) - prossegue até o dia 08 de agosto.
O calendário prossegue no dia 27, no município de Nossa Senhora da Glória, alto sertão sergipano; dia 30 em Japaratuba, leste sergipano; dia 01 de agosto, na cidade de Lagarto, no centro sul; dia 03 em Nossa Senhora das Dores, no médio sertão; dia 06 no sul sergipano na cidade de Santa Luzia do Itanhi; e no dia 08 de agosto no baixo São Francisco na cidade de Propriá.