Dragão já está em Recife para pegar o Santa

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O treinador Betinho promove modificações no Dragão e está confiante em uma vitória contra o Santa Cruz amanhã no Arruda
O treinador Betinho promove modificações no Dragão e está confiante em uma vitória contra o Santa Cruz amanhã no Arruda

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 27/07/2018 às 08:51:00

 

Givaldo Batista
Para que os jogadores 
tenham mais tempo 
para descansar e focar apenas a partida contra o Santa Cruz, a diretoria do Confiança montou a logística de levar a agremiação já nesta quinta-feira para Recife. O embarque aconteceu logo depois do almoço e no final da tarde a delegação já estava na capital pernambucana. Lá o treinador Betinho que marca sua reestreia no Confiança pretende comandar ainda um leve treino hoje para definir e confirmar a equipe que enfrentará o Santa Cruz na tarde deste sábado 28, no Arrudão
O Confiança precisa da vitória para retornar ao G4 e por isso a partida se torna de grande importância. Pode ser considerada a partida mais importante do time sergipano nesse final de competição. Uma derrota pode abrir caminho para a zona de rebaixamento. A vitória será um alento e um sinal de continuar na briga pela vaga no G4. 
Dúvidas do treinador - O técnico Betinho promove no mínimo quatro alterações na equipe proletária para encarar o Santa Cruz-PE. Betinho injeta marcação forte na zaga e no meio campo e coloca também força no ataque. Depois dos dois treinos realizados esta semana ele definiu que o retorno der Apodi na lateral direita, pois é um jogador nato naquela posição. Vinicius Simon retorna à zaga, Lucas Vinicius ao meio de campo. Mas a novidade mesmo será a dupla de ataque formada por Tito e Ceará. 
Assim, o treinador chegou a essa formação: Genivaldo, Apodi, Vinícius Simon, Rodolfo Filemon e Radar; Flávio, Lucas Vinícius, Rafael Vila e Diogo; Tito e Léo Ceará. Essa pode ser a equipe que vai iniciar o encontro diante do coral pernambucano.
- Disse no contato com eles que são eles quem decide. Ninguém aqui da comissão técnica entra em campo. A gente vai analisar o Santa Cruz-PE, seus pontos fortes e fracos. Vamos trabalhar, colocar em prática, mas, na hora lá quem vai chutar em gol, cabecear, são eles - lembrou Betinho.
Vencer na casa do adversário é se reencontrar com o perfil da equipe no início da competição nacional. Juazeirense-BA (1x0), Náutico-PE (4x2) e Remo-PA, foram as vitórias registradas na "ida" da primeira fase nos jogos realizados fora do domínio azulino. O último resultado positivo fora foi no mês de maio, no Mangueirão, em Belém, quando goleou o Leão do Norte por 3 a 0.
Na avaliação do treinador do Confiança, há uma necessidade de deixar dúvida para o treinador da equipe pernambucana. "Tenho que deixar dúvida para o treinador adversário, até porque, eu também, tenho dúvidas ainda. O momento é ruim pela falta de vitória. Jogadores hoje estão fora do G4. Trabalhei, conversei bastante com eles e deixei totalmente às claras, no tocantes aos onze que vão iniciar o encontro", enfatizou Betinho.

Para que os jogadores  tenham mais tempo  para descansar e focar apenas a partida contra o Santa Cruz, a diretoria do Confiança montou a logística de levar a agremiação já nesta quinta-feira para Recife. O embarque aconteceu logo depois do almoço e no final da tarde a delegação já estava na capital pernambucana. Lá o treinador Betinho que marca sua reestreia no Confiança pretende comandar ainda um leve treino hoje para definir e confirmar a equipe que enfrentará o Santa Cruz na tarde deste sábado 28, no Arrudão
O Confiança precisa da vitória para retornar ao G4 e por isso a partida se torna de grande importância. Pode ser considerada a partida mais importante do time sergipano nesse final de competição. Uma derrota pode abrir caminho para a zona de rebaixamento. A vitória será um alento e um sinal de continuar na briga pela vaga no G4. 
Dúvidas do treinador - O técnico Betinho promove no mínimo quatro alterações na equipe proletária para encarar o Santa Cruz-PE. Betinho injeta marcação forte na zaga e no meio campo e coloca também força no ataque. Depois dos dois treinos realizados esta semana ele definiu que o retorno der Apodi na lateral direita, pois é um jogador nato naquela posição. Vinicius Simon retorna à zaga, Lucas Vinicius ao meio de campo. Mas a novidade mesmo será a dupla de ataque formada por Tito e Ceará. 
Assim, o treinador chegou a essa formação: Genivaldo, Apodi, Vinícius Simon, Rodolfo Filemon e Radar; Flávio, Lucas Vinícius, Rafael Vila e Diogo; Tito e Léo Ceará. Essa pode ser a equipe que vai iniciar o encontro diante do coral pernambucano.
- Disse no contato com eles que são eles quem decide. Ninguém aqui da comissão técnica entra em campo. A gente vai analisar o Santa Cruz-PE, seus pontos fortes e fracos. Vamos trabalhar, colocar em prática, mas, na hora lá quem vai chutar em gol, cabecear, são eles - lembrou Betinho.
Vencer na casa do adversário é se reencontrar com o perfil da equipe no início da competição nacional. Juazeirense-BA (1x0), Náutico-PE (4x2) e Remo-PA, foram as vitórias registradas na "ida" da primeira fase nos jogos realizados fora do domínio azulino. O último resultado positivo fora foi no mês de maio, no Mangueirão, em Belém, quando goleou o Leão do Norte por 3 a 0.
Na avaliação do treinador do Confiança, há uma necessidade de deixar dúvida para o treinador da equipe pernambucana. "Tenho que deixar dúvida para o treinador adversário, até porque, eu também, tenho dúvidas ainda. O momento é ruim pela falta de vitória. Jogadores hoje estão fora do G4. Trabalhei, conversei bastante com eles e deixei totalmente às claras, no tocantes aos onze que vão iniciar o encontro", enfatizou Betinho.