Cláudio Francisco desiste de aposentadoria

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 28/07/2018 às 04:44:00

 

O árbitro Claudio Francisco Lima e Silva, havia anunciado a aposentadoria precoce. A notícia pegou todos de surpresa, considerando o bom momento do árbitro e a decisão extemporânea. Na tarde da quinta-feira 26, em uma reunião entre o presidente da Federação Sergipana de Futebol, Milton Dantas, o diretor da CEAC-SE, Edmo Oliveira e o presidente da AAPF-SE, Ivaney Lima, Cláudio Francisco reconsiderou sua decisão e para bem do futebol sergipano e do futebol brasileiro vai continuar apitando.
- Na reunião, fui convencido a continuar. Ouvi algumas coisas boas do presidente Milton Dantas e dos colegas Edmo e Ivaney.  Encontrarei uma foram de conciliar meus projetos pessoas e meu comércio com a arbitragem e com certeza, continuarei por mais algum tempo, correndo dentro de campo, fazendo parte da arbitragem brasileira - reconsiderou o árbitro Cláudio Francisco.
Para o presidente Milton Dantas essa decisão de Claudio foi a mais sensata, pois ele ainda tem muito a dar ao nosso futebol. "Depois de uma conversa com o Cláudio, entendemos que o árbitro tem muito a contribuir com a arbitragem sergipana, como também com a nacional. Cláudio voltou atrás em sua decisão de aposentadoria antecipada, atendendo a um apelo. Assim, Cláudio Francisco Lima e Silva continuará trabalhando normalmente na arbitragem do nosso estado e no quadro nacional", comentou o presidente da FSF, Milton Dantas.
Nesta sexta-feira através das redes sociais, o próprio Cláudio comemorou sua decisão: "Arbitragem, estou aqui. Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim".
Agradecimento - Ainda através das redes sociais, o árbitro agradeceu as manifestações de apoio recebidas. "Quero agradecer o tamanho da confiança e admiração no meu trabalho por parte da Confederação Brasileira de Futebol, Federação Sergipana de Futebol, dos clubes aos quais a entidade representa, da Comissão Estadual de Arbitragem e da Associação de Árbitros. Juntos, entendemos que ainda posso contribuir de maneira significativa para o futebol sergipano e nacional. Por isso, decidimos revogar a nossa decisão de parar.

O árbitro Claudio Francisco Lima e Silva, havia anunciado a aposentadoria precoce. A notícia pegou todos de surpresa, considerando o bom momento do árbitro e a decisão extemporânea. Na tarde da quinta-feira 26, em uma reunião entre o presidente da Federação Sergipana de Futebol, Milton Dantas, o diretor da CEAC-SE, Edmo Oliveira e o presidente da AAPF-SE, Ivaney Lima, Cláudio Francisco reconsiderou sua decisão e para bem do futebol sergipano e do futebol brasileiro vai continuar apitando.
- Na reunião, fui convencido a continuar. Ouvi algumas coisas boas do presidente Milton Dantas e dos colegas Edmo e Ivaney.  Encontrarei uma foram de conciliar meus projetos pessoas e meu comércio com a arbitragem e com certeza, continuarei por mais algum tempo, correndo dentro de campo, fazendo parte da arbitragem brasileira - reconsiderou o árbitro Cláudio Francisco.
Para o presidente Milton Dantas essa decisão de Claudio foi a mais sensata, pois ele ainda tem muito a dar ao nosso futebol. "Depois de uma conversa com o Cláudio, entendemos que o árbitro tem muito a contribuir com a arbitragem sergipana, como também com a nacional. Cláudio voltou atrás em sua decisão de aposentadoria antecipada, atendendo a um apelo. Assim, Cláudio Francisco Lima e Silva continuará trabalhando normalmente na arbitragem do nosso estado e no quadro nacional", comentou o presidente da FSF, Milton Dantas.
Nesta sexta-feira através das redes sociais, o próprio Cláudio comemorou sua decisão: "Arbitragem, estou aqui. Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim".
Agradecimento - Ainda através das redes sociais, o árbitro agradeceu as manifestações de apoio recebidas. "Quero agradecer o tamanho da confiança e admiração no meu trabalho por parte da Confederação Brasileira de Futebol, Federação Sergipana de Futebol, dos clubes aos quais a entidade representa, da Comissão Estadual de Arbitragem e da Associação de Árbitros. Juntos, entendemos que ainda posso contribuir de maneira significativa para o futebol sergipano e nacional. Por isso, decidimos revogar a nossa decisão de parar.