Brasil disputa medalha com Portugal

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Representados pelo SUB-16 do Confiança, seleção do Brasil define hoje a medalha de bronze dos Jogos da COLP
Representados pelo SUB-16 do Confiança, seleção do Brasil define hoje a medalha de bronze dos Jogos da COLP

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/07/2018 às 04:46:00

 

A última medalha de 
bronze dos XI Jogos 
Desportivos CPLP, será disputada neste e sábado no Estádio Nacional 12 de Julho, em São Tomé e Príncipe às 16h30 hora local, (11h30 horário de Brasília). A seleção brasileira enfrentará a seleção de Portugal. Em caso de empate no tempo normal, o ganhador da medalha de bronze será conhecido nas cobranças de pênaltis.
Os meninos do Brasil, representados pela equipe Sub-16 do Confiança de Aracaju, tiveram um início desastroso quando foram goleados por 6x0 pela equipe de Cabo Verde. A reabilitação veio na partida seguinte, no empate em 1x1 com Moçambique e finalmente, a vitória contra o Timor Leste deu ao Brasil o direito de disputar a medalha de bronze.
O Brasil estava no Grupo B ao lado de Cabo Verde, Moçambique e Timor Leste, um grupo forte e teve a equipe de Cabo Verde como primeiro colocada, com direito à disputa do título contra Angola campeã do Grupo A, que teve ainda Portugal, São Tomé e Príncipe e Guiné Equatorial.
Brasil preparado - Nesta sexta-feira os garotos do Brasil tiveram um dia especial. Pela manhã fizeram um city tour na cidade de São Tomé, com direito a parada na Lagoa Azul, onde se refrescaram em um verdadeiro momento de lazer e confraternização.
No segundo expediente, Edmilson Santos levou os jogadores para um treino apronto no Estádio 12 de Julho. Antes do treino, Edmilson reuniu os jogadores no centro do gramado, conversou demoradamente com o grupo.
- Passei para cada um deles, a importância de uma vitória contra Portugal. Será a conquista da medalha de bronze, para coroar o nosso trabalho. A verdade é que chegamos aqui em São Tomé com um objetivo único, que era sairmos vencedores. Lógico que queríamos a medalha de ouro, a mais importante da competição. Mas com certeza, ganhar o bronze, já será uma grande conquista desse grupo, formado por jovens que se apresentam com um grande futuro pela frente. Cada um quer coroar a participação nos Jogos da CPLP, conquistando uma medalha. Nesse momento, a cor é o que menos importa. Se não deu para ouro ou prata, vamos correr atrás do bronze, concluiu Edmilson Santos.       

A última medalha de  bronze dos XI Jogos  Desportivos CPLP, será disputada neste e sábado no Estádio Nacional 12 de Julho, em São Tomé e Príncipe às 16h30 hora local, (11h30 horário de Brasília). A seleção brasileira enfrentará a seleção de Portugal. Em caso de empate no tempo normal, o ganhador da medalha de bronze será conhecido nas cobranças de pênaltis.
Os meninos do Brasil, representados pela equipe Sub-16 do Confiança de Aracaju, tiveram um início desastroso quando foram goleados por 6x0 pela equipe de Cabo Verde. A reabilitação veio na partida seguinte, no empate em 1x1 com Moçambique e finalmente, a vitória contra o Timor Leste deu ao Brasil o direito de disputar a medalha de bronze.
O Brasil estava no Grupo B ao lado de Cabo Verde, Moçambique e Timor Leste, um grupo forte e teve a equipe de Cabo Verde como primeiro colocada, com direito à disputa do título contra Angola campeã do Grupo A, que teve ainda Portugal, São Tomé e Príncipe e Guiné Equatorial.

Brasil preparado - Nesta sexta-feira os garotos do Brasil tiveram um dia especial. Pela manhã fizeram um city tour na cidade de São Tomé, com direito a parada na Lagoa Azul, onde se refrescaram em um verdadeiro momento de lazer e confraternização.
No segundo expediente, Edmilson Santos levou os jogadores para um treino apronto no Estádio 12 de Julho. Antes do treino, Edmilson reuniu os jogadores no centro do gramado, conversou demoradamente com o grupo.
- Passei para cada um deles, a importância de uma vitória contra Portugal. Será a conquista da medalha de bronze, para coroar o nosso trabalho. A verdade é que chegamos aqui em São Tomé com um objetivo único, que era sairmos vencedores. Lógico que queríamos a medalha de ouro, a mais importante da competição. Mas com certeza, ganhar o bronze, já será uma grande conquista desse grupo, formado por jovens que se apresentam com um grande futuro pela frente. Cada um quer coroar a participação nos Jogos da CPLP, conquistando uma medalha. Nesse momento, a cor é o que menos importa. Se não deu para ouro ou prata, vamos correr atrás do bronze, concluiu Edmilson Santos.