DHPP prende 16 pessoas nos últimos 15 dias em Socorro

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 28/07/2018 às 05:06:00

 

Pelo menos três casos de homicídios ligados ao tráfico de drogas foram investigados e elucidados ao longo dos últimos dias em Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju), por equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil. Na última quinta-feira, policiais da 4ª Divisão da unidade prenderam Cleogenes Melo Soares Mattos Santos, Felipe dos Santos Silva, Reinaldo Soares Mattos Santos e Alan Cesar Gomes Vaco. Eles são acusados pelo assassinato de Anderson de Lima Santos, em junho deste ano no Conjunto Fernando Collor. 
As investigações da polícia apontaram que, na ocasião, Cleogenes e Alan teriam atirado na vítima, enquanto Felipe dos Santos distribuía golpes de foice e paulada. O crime ainda teria ocorrido na presença da mãe da vítima. Os agentes também efetuaram a prisão de Cleverton Santana Santos, que estava na residência de um dos suspeitos do homicídio que vitimou Anderson de Lima. Cleverton guardava drogas e embalagens utilizadas para acondicionar pinos de cocaína, além de uma balança de precisão.
Ainda na quinta-feira, comandados pela delegada Luciana Pereira, com o apoio do Departamento de Narcóticos (Denarc), da Delegacia de Roubos e Furtos (Derof) e do Grupo Especial de Repressão e Busca (Gerb), os policiais da 4ª  Divisão do DHPP prenderam Bruno Caetano de Jesus, acusado de ter matado José Nilton dos Santos, em maio deste ano, no Conjunto Neuzice Barreto. Na ocasião, foram encontrados dois revólveres calibre 38 e 10 munições na casa do suspeito. O mesmo acabou confessando o crime e alegou ter matado por vingança, pois a vítima teria participado das mortes do irmão e do pai.
Já na quarta-feira, os policiais efetuaram a prisão de Gleidson Nascimento Mattos, acusado de ter praticado o homicídio contra Alessandro Andrade Oliveira, em junho de 2017, no Conjunto João Alves Filho. O acusado confessou a autoria do crime, alegando que estava sendo ameaçado pela vítima.
A delegada Luciana Pereira falou como está sendo realizado o trabalho da equipe na cidade. "Assim como todas as divisões do departamento, a gente vem trabalhando muito com o apoio da população e trabalhando em campo jundo com a própria comunidade par tentar diminuir esses índices. Nós estamos trabalhando para dar uma resposta à comunidade, então como estamos conseguindo dar essa resposta, os trabalhos vão continuar para que essas respostas sejam sempre positivas no município de Nossa Senhora do Socorro", concluiu.

Pelo menos três casos de homicídios ligados ao tráfico de drogas foram investigados e elucidados ao longo dos últimos dias em Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju), por equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil. Na última quinta-feira, policiais da 4ª Divisão da unidade prenderam Cleogenes Melo Soares Mattos Santos, Felipe dos Santos Silva, Reinaldo Soares Mattos Santos e Alan Cesar Gomes Vaco. Eles são acusados pelo assassinato de Anderson de Lima Santos, em junho deste ano no Conjunto Fernando Collor. 
As investigações da polícia apontaram que, na ocasião, Cleogenes e Alan teriam atirado na vítima, enquanto Felipe dos Santos distribuía golpes de foice e paulada. O crime ainda teria ocorrido na presença da mãe da vítima. Os agentes também efetuaram a prisão de Cleverton Santana Santos, que estava na residência de um dos suspeitos do homicídio que vitimou Anderson de Lima. Cleverton guardava drogas e embalagens utilizadas para acondicionar pinos de cocaína, além de uma balança de precisão.
Ainda na quinta-feira, comandados pela delegada Luciana Pereira, com o apoio do Departamento de Narcóticos (Denarc), da Delegacia de Roubos e Furtos (Derof) e do Grupo Especial de Repressão e Busca (Gerb), os policiais da 4ª  Divisão do DHPP prenderam Bruno Caetano de Jesus, acusado de ter matado José Nilton dos Santos, em maio deste ano, no Conjunto Neuzice Barreto. Na ocasião, foram encontrados dois revólveres calibre 38 e 10 munições na casa do suspeito. O mesmo acabou confessando o crime e alegou ter matado por vingança, pois a vítima teria participado das mortes do irmão e do pai.
Já na quarta-feira, os policiais efetuaram a prisão de Gleidson Nascimento Mattos, acusado de ter praticado o homicídio contra Alessandro Andrade Oliveira, em junho de 2017, no Conjunto João Alves Filho. O acusado confessou a autoria do crime, alegando que estava sendo ameaçado pela vítima.
A delegada Luciana Pereira falou como está sendo realizado o trabalho da equipe na cidade. "Assim como todas as divisões do departamento, a gente vem trabalhando muito com o apoio da população e trabalhando em campo jundo com a própria comunidade par tentar diminuir esses índices. Nós estamos trabalhando para dar uma resposta à comunidade, então como estamos conseguindo dar essa resposta, os trabalhos vão continuar para que essas respostas sejam sempre positivas no município de Nossa Senhora do Socorro", concluiu.