Greve dos caminhoneiros aumentou procura por etanol em Sergipe

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 28/07/2018 às 05:09:00

 

Agentes do Instituto 
Tecnológico e de 
Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS) - Órgão Delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) realizaram nesta sexta-feira uma fiscalização nas balanças de check-in do Aeroporto Santa Maria, em Aracaju. A ação fez parte de um ato promovido pela Ordem dos Advogados do Brasil /Seccional Sergipe contra a cobrança ilegal pelo despacho de bagagens.
 A gerente executiva de Metrologia e Qualidade Industrial do ITPS, Maria Inêz de Almeida Machado, explica que os agentes fiscais do ITPS fizeram inspeções visuais e técnicas com objetivo de verificar se as balanças em uso estavam de acordo com a legislação do Inmetro. "Na fiscalização, os agentes observam se existem danos no visor que ocasionem a dificuldade ou obstrução de leitura do peso, e também fazem os ensaios metrológicos (testes) para avaliar se a balança marca corretamente a pesagem das bagagens", detalha.
 Ainda de acordo com Maria Inêz, as balanças instaladas no Aeroporto Santa Maria são fiscalizadas rotineiramente, recebendo um lacre e um selo com validade da verificação. "As balanças de check-in do aeroporto já passaram por verificações em 2018 e foram aprovadas. Mas se o consumidor tiver dúvida, independentemente do aeroporto, basta que ele faça duas observações simples. Uma delas envolve o lacre, que não pode estar violado, e a outra tem a ver com o selo, que deve apresentar o ano seguinte ao período da verificação, ou seja, 2019", detalha.
 A fiscalização de balanças no Aeroporto de Aracaju não apontou nenhum tipo de irregularidade. O cidadão que tiver dúvida ou desejar informações sobre a verificação de qualquer tipo de balança, pode entrar em contato com a Ouvidoria do ITPS por meio do telefone (79) 3179 8055 e do email ouvidoria@itps.se.gov.br. O contato presencial pode ser feito na sede do ITPS, que fica na rua Campo do Brito, nº 371, bairro 13 de Julho.

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), indicou que a venda de etanol aumentou 168,2%, no último mês de maio, que contou com a greve dos caminhoneiros. O comparativo é com o mês de maio do ano passado.

Em relação ao mês imediatamente anterior, abril último, houve crescimento de 81,9%. Em números, foram comercializados mais de 3,3 milhões de litros.

No entanto, considerando todos os combustíveis (gasolina, etanol, diesel e querosene de aviação), as vendas totalizaram 58,4 milhões de litros, registrando recuo de 10,1% em relação a maio de 2017.

De janeiro a maio do ano corrente, a venda dos combustíveis chegou a 311,1 milhões de litros, assinalando queda de 2,4% em relação ao mesmo intervalo do ano que findou.

Foram vendidos aproximadamente pouco mais de 30,2 milhões de litros de gasolina, no mês analisado. Em termos relativos, verificou-se queda de 10,2% nas vendas, em relação ao mesmo mês de 2017. Já na comparação com o mês imediatamente anterior, abril último, a queda foi de 4,4%. No acumulado do ano (janeiro a maio), foram comercializados 159,3 milhões de litros do combustível, registrando retração de 5,7%.