Ulisses Freitas representa o Brasil na Itália

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O paraciclista Ulisses Freitas foi convocado pela CBC, para representar o Brasil no Mundial da Itália
O paraciclista Ulisses Freitas foi convocado pela CBC, para representar o Brasil no Mundial da Itália

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 30/07/2018 às 00:01:00

O paraciclista Ulisses Freitas está comemorando mais uma conquista na sua vitoriosa carreira esportiva. Ele foi convocado pela Confederação Brasileira de Ciclismo (CBPC) e será o único da sua categoria, a representar o país no Mundial de Paraciclismo de Estrada, que acontece entre os dias 02 e 05 de agosto na cidade de Maniago, na Itália.
Ulisses embarcou neste sábado 28, com a satisfação de mais uma conquista pessoal. Ele conseguiu angariar recursos para adquirir uma bike especial, importada que lhe dará condições de competir em igualdade de condições com os grandes nomes desse esporte no mundo. Ulisses pertence à categoria MH4 e participará das provas de Resistência, que é a sua especialidade e Contrarrelógio.
- Essa convocação representa um reconhecimento às minhas conquistas, pois pela primeira vez estou sendo convocado para um Campeonato Mundial. Já tinha participado de etapas de Copa do Mundo, mas o significado de um mundial é diferente, é muito maior que essas outras competições. Eu não vou coo Ulisses Freitas. Eu vou como Brasil. Eu vou representar o meu país em um mundial.  A Europa é o berço do ciclismo mundial e a competição é de altíssimo nível. Treinamos muito para nos igualarmos aos europeus. As perspectivas é que eu traga uma medalha para o Brasil, para Sergipe - comemora o mais novo convocado para a Seleção Brasileira de Paraciclismo.
A participação de Ulisses nesse mundial, conta com total apoio do Governo do Estado, por intermédio da Secretária de Estado do Esporte, Lazer e da Juventude (SEEL). O secretário Antônio Hora Filho comunga da mesma alegria do paraciclista campeão.
- Considero o Ulisses como um agente de transformação. Um exemplo de superação. Quando o conheci, facilmente identifiquei e me motivei a ser uma pessoa melhor. Hoje, ele está a um passo de realizar um grande sonho, que é representar o Brasil, pela seleção brasileira. Ele vai para o seu primeiro mundial e com certeza será o primeiro em muitos outros. Quem o conhece, sabe que ele não vai parar por aí. O COB traçou a meta dele chegar entre os 20 no ranking mundial. Mas ele já disse que quer ser dos primeiros, disputando títulos mundiais - comentou Antônio Hora.