Três mortos e sete feridos em acidente

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 31/07/2018 às 07:59:00

 

Milton Alves Júnior
Três pessoas morreram e 
sete ficaram feridas em 
um trágico acidente envolvendo dois veículos na tarde do último domingo (29). A colisão aconteceu na rodovia estadual SE-335, nas proximidades do povoado Tatu, município sergipano de Japoatã, região do Baixo São Francisco. De acordo com informações do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), a colisão foi protagonizado entre uma caminhonete S10 e um Corsa sedan que seguiam em sentidos contrários. Diante do impacto, o corsa pegou fogo fora da pista e duas vitimas morreram carbonizadas; outra vítima fatal foi arremessada para fora da caminhonete.
Através da Central de Regulação de Urgência (CRU), a Secretaria de Estado da Saúde informou que duas Unidades de Suporte Básico (USB), do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram acionadas por volta das 14h para o atendimento às vítimas. Diante da abrangência do acidente, a central necessitou ainda solicitar em caráter de urgência o apoio do Corpo de Bombeiros. Profissionais do Grupamento Tático Aéreo (GTA), foram comunicados sobre uma possível necessidade em aciona-los, mas não foi necessário em virtude do número de mortos no local.
Três vitimas foram encaminhadas ao Hospital de Propriá e uma para um hospital particular em Aracaju. As três vítimas fatais foram removidas por peritos do Instituto Médico Legal para a sede do IML em Aracaju. De acordo com o sargento Genival Santana, as duas pessoas carbonizadas ficaram presas às ferragens e por este motivo não conseguiram sair do veículo em meio às chamas. Ainda segundo o membro do BPRv, testemunhas que presenciaram o acidente chegaram a ensaiar uma tentativa de resgatar as pessoas, mas o forte calor impediu a ação perigosa.
"Assim que as equipes chegaram ao local indicado os agentes foram informamos que em um ato de desespero ao presenciar a situação muitos condutores chegaram a pegar extintores para tentar baixar o fogo e tentar tirar as vítimas, mas não conseguiram. Infelizmente esse trágico acidente resultou violentamente na morte de três pessoas e conduziu sete para unidades hospitalares", declarou. As causas da colisão estão sendo investigadas pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e o relatório deve ser apresentado em até 30 dias úteis.

Três pessoas morreram e  sete ficaram feridas em  um trágico acidente envolvendo dois veículos na tarde do último domingo (29). A colisão aconteceu na rodovia estadual SE-335, nas proximidades do povoado Tatu, município sergipano de Japoatã, região do Baixo São Francisco. De acordo com informações do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), a colisão foi protagonizado entre uma caminhonete S10 e um Corsa sedan que seguiam em sentidos contrários. Diante do impacto, o corsa pegou fogo fora da pista e duas vitimas morreram carbonizadas; outra vítima fatal foi arremessada para fora da caminhonete.
Através da Central de Regulação de Urgência (CRU), a Secretaria de Estado da Saúde informou que duas Unidades de Suporte Básico (USB), do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram acionadas por volta das 14h para o atendimento às vítimas. Diante da abrangência do acidente, a central necessitou ainda solicitar em caráter de urgência o apoio do Corpo de Bombeiros. Profissionais do Grupamento Tático Aéreo (GTA), foram comunicados sobre uma possível necessidade em aciona-los, mas não foi necessário em virtude do número de mortos no local.
Três vitimas foram encaminhadas ao Hospital de Propriá e uma para um hospital particular em Aracaju. As três vítimas fatais foram removidas por peritos do Instituto Médico Legal para a sede do IML em Aracaju. De acordo com o sargento Genival Santana, as duas pessoas carbonizadas ficaram presas às ferragens e por este motivo não conseguiram sair do veículo em meio às chamas. Ainda segundo o membro do BPRv, testemunhas que presenciaram o acidente chegaram a ensaiar uma tentativa de resgatar as pessoas, mas o forte calor impediu a ação perigosa.

"Assim que as equipes chegaram ao local indicado os agentes foram informamos que em um ato de desespero ao presenciar a situação muitos condutores chegaram a pegar extintores para tentar baixar o fogo e tentar tirar as vítimas, mas não conseguiram. Infelizmente esse trágico acidente resultou violentamente na morte de três pessoas e conduziu sete para unidades hospitalares", declarou. As causas da colisão estão sendo investigadas pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e o relatório deve ser apresentado em até 30 dias úteis.