MPF/SE realiza workshop sobre as Eleições 2018 para profissionais da Imprensa

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 31/07/2018 às 08:03:00

 

O Ministério Público Federal em Sergipe realizou na última segunda-feira, 30, o workshop "O papel do Ministério Público nas eleições". O evento teve o objetivo de informar e esclarecer aos profissionais de comunicação que atuam no processo eleitoral as questões jurídicas e operacionais das Eleições 2018. Cerca de 50 profissionais de diversos veículos de comunicação participaram da atividade.
No workshop, a procuradora regional Eleitoral, Eunice Dantas, e o procurador regional Eleitoral substituto, Heitor Soares, falaram sobre a estrutura e atribuições do MP Eleitoral e sobre os tipos de ações ajuizadas. Os procuradores detalharam questões acerca do calendário eleitoral, fiscalização do registros de candidaturas, propaganda eleitoral, fake news, além das condutas vedadas aos candidatos e aos órgãos públicos. Foram apresentados à imprensa os canais disponíveis para a realização de denúncias ao MP Eleitoral e participantes também puderam fazer perguntas e tirar dúvidas sobre os temas apresentados diretamente com os procuradores Eleitorais.
Segundo a assessora de comunicação do Ipes-Saúde, Laísa Sobral, "o evento foi uma boa oportunidade para saber até que ponto as assessorias dos órgãos do Estado podem atuar, a exemplo do uso das marcas da administração pública e da publicidade institucional". Para a jornalista Magna Santana, o evento ajudou a preparar os profissionais de comunicação a auxiliar a população nas escolhas e colaborar com a atuação do MP Eleitoral. "Nós ajudamos a população a formar opiniões, por isso é importante esclarecer essas questões com quem atua diretamente nas questões jurídicas relacionadas às Eleições. O evento foi uma iniciativa extraordinária", afirmou a jornalista.

O Ministério Público Federal em Sergipe realizou na última segunda-feira, 30, o workshop "O papel do Ministério Público nas eleições". O evento teve o objetivo de informar e esclarecer aos profissionais de comunicação que atuam no processo eleitoral as questões jurídicas e operacionais das Eleições 2018. Cerca de 50 profissionais de diversos veículos de comunicação participaram da atividade.
No workshop, a procuradora regional Eleitoral, Eunice Dantas, e o procurador regional Eleitoral substituto, Heitor Soares, falaram sobre a estrutura e atribuições do MP Eleitoral e sobre os tipos de ações ajuizadas. Os procuradores detalharam questões acerca do calendário eleitoral, fiscalização do registros de candidaturas, propaganda eleitoral, fake news, além das condutas vedadas aos candidatos e aos órgãos públicos. Foram apresentados à imprensa os canais disponíveis para a realização de denúncias ao MP Eleitoral e participantes também puderam fazer perguntas e tirar dúvidas sobre os temas apresentados diretamente com os procuradores Eleitorais.
Segundo a assessora de comunicação do Ipes-Saúde, Laísa Sobral, "o evento foi uma boa oportunidade para saber até que ponto as assessorias dos órgãos do Estado podem atuar, a exemplo do uso das marcas da administração pública e da publicidade institucional". Para a jornalista Magna Santana, o evento ajudou a preparar os profissionais de comunicação a auxiliar a população nas escolhas e colaborar com a atuação do MP Eleitoral. "Nós ajudamos a população a formar opiniões, por isso é importante esclarecer essas questões com quem atua diretamente nas questões jurídicas relacionadas às Eleições. O evento foi uma iniciativa extraordinária", afirmou a jornalista.