Convenções até cinco de agosto

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Eliane Aquino e Sílvio Santos no encerramento do encontro estadual do PT. Ela será candidata a vice-governadora na chapa de Belivaldo  Chagas e ele candidato a deputado estadual
Eliane Aquino e Sílvio Santos no encerramento do encontro estadual do PT. Ela será candidata a vice-governadora na chapa de Belivaldo Chagas e ele candidato a deputado estadual

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 31/07/2018 às 08:13:00

 

Após mais uma rodada de convenções 
partidárias, foram homologados seis 
candidatos a presidente da República: Ciro Gomes (PDT), Guilherme Boulos (PSol), Jair Bolsonaro (PSL), José Maria Eymael (DC), Paulo Rabello de Castro (PSC) e Vera Lúcia (PSTU).
Desses, Boulos, Eymael e Vera Lúcia saíram das convenções nacionais com as chapas completas. Os outros três ainda não escolheram os candidatos a vice-presidente.
Os partidos têm a até o próximo domingo (5) para realizar convenção nacional e decidir como vão se posicionar na corrida presidencial. Dezesseis partidos, entre eles MDB, PT, PSDB, Rede, DEM e PSB, vão se reunir na próxima semana, entre quarta-feira e domingo. O prazo para pedir registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se encerra dia 15 de agosto.
Cinco legendas - PTB, PSD, SD, PV e DC - realizaram convenções domingo. Desses, somente o DC lançou candidatura própria a presidente. PTB, PSD e SD vão apoiar o tucano Geraldo Alckmin, que ainda não foi confirmado na convenção.
O PV não terá candidato à Presidência, mas recebeu convite da Rede Sustentabilidade para indicar o vice na chapa que deverá ser liderada por Marina Silva. O PSDB se reunirá no próximo sábado (4), em Brasília.
A partir das convenções, os partidos podem adotar medidas práticas para desencadear a campanha eleitoral. Por exemplo, podem assinar contratos para instalação física e virtual dos comitês dos candidatos e dos partidos. Mas o pagamento de despesas só é permitido após a obtenção do CNPJ do candidato e a abertura de conta bancária específica para a movimentação financeira de campanha e emissão de recibos eleitorais.
O CNPJ é solicitado à Secretaria da Receita Federal depois da apresentação das candidaturas à Justiça Eleitoral. Emitido o CNPJ os partidos políticos e os candidatos devem enviar à Justiça Eleitoral, para divulgação na internet, os dados de arrecadação para financiamento da campanha eleitoral, observado o prazo de 72 horas após o recebimento dos recursos.
Em Sergipe, apenas dois partidos já homologaram  seus candidatos. O PSOL, que terá Márcio Souza como candidato a governador, e a Rede com Dr. Emerson (Rede) candidato a governaor. O PT realizou no domingo  o "Grande Encontro Estadual de Tática, Estratégia e Definição de Candidaturas", que aprovou a indicação de Eliane Aquino como candidata a vice-governador na chapa de Belivaldo Chagas (PSD), e Rogério Carvalho para disputar o Senado, ao lado de Jackson Barreto (MDB),
No próximo dia 3 agosto estão marcadas as convenções do PSDB, que terá  Eduardo Amorim como candidato a governador; do PSTU que terá candidato a governador Gilvani Alves, e do PSB, de Valadares Filho; no dia 4 será realizada a convenção do PSL, com João Tarantela como candidato a governador. No dia 5 serão realizadas as convenções do PSD do governador Belivaldo Chagas e dos partidos aliados; assim como a convenção do DEM, de Mendonça Prado; e do PMN de Milton Andrade. (Com Agência Brasil)

Após mais uma rodada de convenções  partidárias, foram homologados seis  candidatos a presidente da República: Ciro Gomes (PDT), Guilherme Boulos (PSol), Jair Bolsonaro (PSL), José Maria Eymael (DC), Paulo Rabello de Castro (PSC) e Vera Lúcia (PSTU).
Desses, Boulos, Eymael e Vera Lúcia saíram das convenções nacionais com as chapas completas. Os outros três ainda não escolheram os candidatos a vice-presidente.
Os partidos têm a até o próximo domingo (5) para realizar convenção nacional e decidir como vão se posicionar na corrida presidencial. Dezesseis partidos, entre eles MDB, PT, PSDB, Rede, DEM e PSB, vão se reunir na próxima semana, entre quarta-feira e domingo. O prazo para pedir registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se encerra dia 15 de agosto.
Cinco legendas - PTB, PSD, SD, PV e DC - realizaram convenções domingo. Desses, somente o DC lançou candidatura própria a presidente. PTB, PSD e SD vão apoiar o tucano Geraldo Alckmin, que ainda não foi confirmado na convenção.
O PV não terá candidato à Presidência, mas recebeu convite da Rede Sustentabilidade para indicar o vice na chapa que deverá ser liderada por Marina Silva. O PSDB se reunirá no próximo sábado (4), em Brasília.
A partir das convenções, os partidos podem adotar medidas práticas para desencadear a campanha eleitoral. Por exemplo, podem assinar contratos para instalação física e virtual dos comitês dos candidatos e dos partidos. Mas o pagamento de despesas só é permitido após a obtenção do CNPJ do candidato e a abertura de conta bancária específica para a movimentação financeira de campanha e emissão de recibos eleitorais.
O CNPJ é solicitado à Secretaria da Receita Federal depois da apresentação das candidaturas à Justiça Eleitoral. Emitido o CNPJ os partidos políticos e os candidatos devem enviar à Justiça Eleitoral, para divulgação na internet, os dados de arrecadação para financiamento da campanha eleitoral, observado o prazo de 72 horas após o recebimento dos recursos.
Em Sergipe, apenas dois partidos já homologaram  seus candidatos. O PSOL, que terá Márcio Souza como candidato a governador, e a Rede com Dr. Emerson (Rede) candidato a governaor. O PT realizou no domingo  o "Grande Encontro Estadual de Tática, Estratégia e Definição de Candidaturas", que aprovou a indicação de Eliane Aquino como candidata a vice-governador na chapa de Belivaldo Chagas (PSD), e Rogério Carvalho para disputar o Senado, ao lado de Jackson Barreto (MDB),
No próximo dia 3 agosto estão marcadas as convenções do PSDB, que terá  Eduardo Amorim como candidato a governador; do PSTU que terá candidato a governador Gilvani Alves, e do PSB, de Valadares Filho; no dia 4 será realizada a convenção do PSL, com João Tarantela como candidato a governador. No dia 5 serão realizadas as convenções do PSD do governador Belivaldo Chagas e dos partidos aliados; assim como a convenção do DEM, de Mendonça Prado; e do PMN de Milton Andrade. (Com Agência Brasil)

 

Com Amorim

O PPS confirmou durante encontro do diretório regional, no último domingo, que vai mesmo apoiar a candidatura do senador Eduardo Amorim (governo) e do deputado federal André Moura (Senado). O partido ainda não definiu os candidatos a deputado federal e deputado estadual, mas pretende priorizar a eleição para a Câmara Federal. A convenção será na quinta-feira.

 

Muito debate

Da vice-prefeita Eliane Aquino (PT), que será candidata a vice-governadora na chapa de Belivaldo Chagas: "O Partido dos Trabalhadores se destaca por sua pluralidade, por sua militância aguerrida, por construir suas decisões com muito debate e base democrática. Agora é hora de termos, mais que nunca, um partido forte e unido".

 

Candidatura aprovada

O PT aprovou no último domingo, 29, durante o Encontro Estadual de Táticas e Estratégias, a candidatura de Marcio Macedo para deputado federal nas eleições 2018. "Agora é hora de ir à luta. Vamos colocar o bloco na rua em busca da vitória nas eleições. Viva Lula, viva o PT, Sergipe e o Brasil", disse Márcio, que é vice presidente nacional do PT.

 

Defesa de Marcio

Durante o encontro, Eliane Aquino ressaltou a importância de Macedo nas eleições. "Marcio é um grande membro do PT, é uma pessoa que está completamente ao lado do presidente Lula e Sergipe precisa elegê-lo este ano para que ele possa ajudar ainda mais nosso Estado. A presença de Marcio na Câmara Federal é fundamental para os sergipanos e todos os brasileiros", afirma.

 

Chapão

No encontro de domingo, o PT definiu que aceita participar de chapão de candidatos a deputado estadual, desde que todos os partidos governistas façam o mesmo. A maioria do PT, no entanto defende a apresentação de chapa própria. Na avaliação de dirigentes, no chapão o PT corre o risco de eleger apenas um deputado. Hoje a bancada do partido é composta por Ana Lúcia, que não disputará a reeleição, e Francisco Gualberto. O candidato de Ana será o vereador Iran Barbosa, que também presidiu o Sintese.

 

Chapinha

Pelo menos três partidos da base de Belivaldo Chagas defendem a apresentação de chapinhas: PODEMOS, Avante e PCdoB. O prefeito Edvaldo Nogueira já avisou que o seu partido terá chapa própria para a Assembleia Legislativa.

 

Puro sangue 1

Na convenção da Rede Sustentabilidade, realizada domingo na Assembleia Legislativa, o partido confirmou o nome do vereador Américo de Deus como candidato a vice-governador e ao delegado Alessandro Vieira como candidato a senador, tendo como suplentes Fernando Carvalho e Major da PM Ildomário.

 

Puro sangue 2

A Rede confirmou ainda os nomes que disputarão a eleição para deputado federal e deputado estadual. Serão 12 candidatos a federal, entre eles o coronel Rocha,  e 37 para estadual, entre eles Georgeo Passos - que tentará seu segundo mandato na Alese. Com Dr Emerson como candidato a governador a Rede vai para as eleições com chapa puro sangue.

 

Lançamento

Mais de 400 líderes das mais diversas igrejas evangélicas de Sergipe estiveram presentes no lançamento oficial da pré-candidatura do Pastor Daniel Fortes (PPS) a deputado estadual. Durante o evento que aconteceu no último sábado, 28, em Aracaju, Daniel também reafirmou sua aliança com o Pastor Antônio dos Santos (PSC), pré-candidato a deputado federal. "Essa união representa a realização de uma conquista para os evangélicos que vê nos dois nomes: ideias e propostas para os cristãos sergipanos. Vamos juntos com essa vontade de mudar Sergipe", disse o senador e pré-candidato ao governo do estado, Eduardo Amorim (PSDB-SE) em discurso. Como convidados para o uso da palavra também, os pré-candidatos ao Senado, Heleno Silva (PRB) e André Moura (PSC-SE).

 

Eliane

A live do governador Belivaldo Chagas no Facebook dessa semana terá a presença de Eliane Aquino, pré-candidata a vice-governadora do estado de Sergipe. "Vamos conversar sobre essa parceria forte e sobre os nossos projetos políticos para esta pré-campanha. O dia e o horário são aqueles que você já sabe: 1º de agosto, quarta-feira, a partir do meio-dia", diz Belivaldo na chamada que está postada nas redes sociais.

 

Fake news

O secretário-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Frazão, advertiu que a lei brasileira permite a cassação de mandato ou se for comprovado envolvimento do político na disseminação de informações falsas, as chamadas fake news. Ele participou de seminário organizado em junho pela Câmara dos Deputados para discutir boas práticas e condutas de agentes públicos em ano eleitoral.

 

Controle

Carlos Frazão informou que o TSE vai fazer o controle de conteúdo de informações falsas, como já vem fazendo com as notícias reconhecidamente inverídicas. Nesse sentido, ele citou a recente decisão do ministro do TSE Sérgio Banhos que determinou a retirada do ar de notícias apontadas como falsas sobre a presidenciável Marina Silva, da Rede.

 

Divulgação

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB - SE) apresentou um projeto de lei (PLS 218/2018) estabelecendo que a Justiça Eleitoral promova campanhas de conscientização dos eleitores em relação aos cuidados que se deve ter com a disseminação de fake news em época eleitoral.

 

Mulheres

Os partidos deverão reservar o mínimo de 30% do dinheiro do Fundo Partidário usado para o financiamento de candidatos para as campanhas de mulheres. Além disso, pelo menos 30% das veiculações em rádios e televisões serão destinadas às candidatas. As decisões são do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral. Segundo a senadora Lídice da Mata (PSB-BA), essa determinação gera a expectativa de aumentar a presença feminina na política.

 

Veja essa ...

A Articulação de Esquerda, tendência do PT liderada pela deputada estadual Ana Lúcia, não compareceu ao Encontro Estadual do partido realizado no domingo em protesto a não realização do plebiscito com toda a militância sobre as candidaturas própria do PT a governador e senador  nas eleições deste ano, quando a corrente apresentou os nomes do professor Dudu (governo) e professor Joel Almeida (senado). Em nota, a corrente disse que "exercerá o direito político e moral de fazer campanha e votar apenas nas candidaturas realmente comprometidas com a classe trabalhadora".

 

... e essa...

Com a ausência de 20% dos delegados da Articulação de Esquerda não teve polêmica no Encontro Estadual do PT. Todos os delegados votaram a favor do nome de Eliane Aquino para ser vice de Belivaldo Chagas. Assim como no nome de Rogério Carvalho como candidato a senador

 

Curtas

A coluna recebeu ontem informações pelo WhatsApp de que o ex-prefeito Ivan Leite (PRB) poderia ser o vice de Eduardo Amorim. E que as conversas estavam ocorrendo em Brasília.

 

O pré-candidato a Senador, Heleno Silva, disse ontem à coluna desconhecer esse entendimento, mas que o "PRB sempre acreditou na força de Ivan".

 

A coluna também recebeu ontem informações de uma liderança da base aliada de Eduardo Amorim de que o vereador de Aracaju, Dr Manoel Marcos, pode ser o candidato a vice-governador.

 

A convenção do PSD, que homologará o nome de Belivaldo Chagas para governador, de Fábio Mitidieri para deputado federal e Marisa Mitidieri para deputada estadual, ocorrerá no próximo domingo, das 12h às 17h, no Cotinguiba Esporte Clube.