Caism retoma Cirurgias de Alta Frequência

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/08/2018 às 07:56:00

 

O Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caims) retoma na próxima terça-feira as Cirurgias de Alta Frequência (CAF), interrompidas há cerca de três meses devido a quebra do colposcópio. O procedimento é realizado naquele centro de terça-feira a sexta-feira, mas excepcionalmente, nesta sexta-feira, 3, a unidade está realizando uma triagem das pacientes que estão em situação de urgência para que possam ser atendidas prioritariamente.
Além da Cirurgia de Alta Frequência, o aparelho realiza a Colposcopia, um procedimento utilizado para a detecção do câncer do colo do útero.  Com a ajuda do colposcópio, o médico pode identificar áreas anormais que necessitam ser biopsiadas, caso sejam identificadas lesões pré-cancerígenas ou cancerígenas, segundo informa o coordenador estadual de Serviços Especializados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Aderbal Brito.
Ele explica que o Caism dispõe de dois colposcópios, que quebraram em seguida, um após o outro, exatamente no momento em que a SES realizava processo licitatório para renovação do contrato de manutenção, há cerca de três meses. "Nós conversamos com a diretoria responsável pela licitação e pedimos pressa na tramitação do processo para que o assunto fosse resolvido no menor espaço de tempo possível. Fomos atendidos, uma nova empresa ganhou o contrato e agora estamos retomando o serviço", disse o coordenador. 
Colposcopia - A colposcopia é um exame realizado pelo ginecologista para avaliar a vulva, vagina e colo do útero de maneira detalhada. Nele, é utilizado o colposcópio, uma espécie de binóculo que ilumina e amplia a visão da região. Porém, o uso de algumas soluções durante o procedimento também pode se fazer necessário, a fim de uma melhor observação. O Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher realiza de terça-feira à sexta-feira, de 35 a 40 procedimentos por aparelho.

O Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caims) retoma na próxima terça-feira as Cirurgias de Alta Frequência (CAF), interrompidas há cerca de três meses devido a quebra do colposcópio. O procedimento é realizado naquele centro de terça-feira a sexta-feira, mas excepcionalmente, nesta sexta-feira, 3, a unidade está realizando uma triagem das pacientes que estão em situação de urgência para que possam ser atendidas prioritariamente.
Além da Cirurgia de Alta Frequência, o aparelho realiza a Colposcopia, um procedimento utilizado para a detecção do câncer do colo do útero.  Com a ajuda do colposcópio, o médico pode identificar áreas anormais que necessitam ser biopsiadas, caso sejam identificadas lesões pré-cancerígenas ou cancerígenas, segundo informa o coordenador estadual de Serviços Especializados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Aderbal Brito.
Ele explica que o Caism dispõe de dois colposcópios, que quebraram em seguida, um após o outro, exatamente no momento em que a SES realizava processo licitatório para renovação do contrato de manutenção, há cerca de três meses. "Nós conversamos com a diretoria responsável pela licitação e pedimos pressa na tramitação do processo para que o assunto fosse resolvido no menor espaço de tempo possível. Fomos atendidos, uma nova empresa ganhou o contrato e agora estamos retomando o serviço", disse o coordenador. 

Colposcopia - A colposcopia é um exame realizado pelo ginecologista para avaliar a vulva, vagina e colo do útero de maneira detalhada. Nele, é utilizado o colposcópio, uma espécie de binóculo que ilumina e amplia a visão da região. Porém, o uso de algumas soluções durante o procedimento também pode se fazer necessário, a fim de uma melhor observação. O Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher realiza de terça-feira à sexta-feira, de 35 a 40 procedimentos por aparelho.