Programa Mão Amiga Laranja se prepara para receber inscrições de 14 municípios

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 08/08/2018 às 07:42:00

 

Na manhã desta terça-feira, a Secretaria de Estado da Inclusão Social (Seidh) iniciou as tratativas sobre o calendário de ações do Programa Mão Amiga Laranja 2018. Representantes das secretarias municipais de Assistência Social, dos sindicatos dos Trabalhadores Rurais e da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) dos 14 municípios da citricultura foram recebidos pelos técnicos do departamento de Inclusão Produtiva da Seidh e pela secretária Mitzy Matos, para receber orientações, tirar dúvidas e definir os locais das inscrições, que acontecem no período de 13 de agosto a 14 de setembro.
O Programa atende os municípios de Arauá, Boquim, Salgado, Lagarto, Tomar do Geru, Umbaúba, Indiaroba, Itaporanga, Santa Luzia do Itanhy, Itabaianinha, Pedrinhas, Estância, Cristinápolis e Riachão do Dantas. Após as inscrições, a previsão é que a entrega dos cartões e novas senhas pelo Banese aconteça entre os dias 26 e 30 de novembro deste ano. Na última edição, 4.441 catadores de laranja foram cadastrados, recebendo um total de R$ 3,3 milhões em benefícios, pagos em quatro parcelas de R$ 190 - recursos 100% oriundos do tesouro estadual, especificamente do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep).
Em, 2018, o departamento de Inclusão Produtiva da Seidh (DIP) estima aumentar o alcance do programa, buscando atingir o teto estabelecido por lei, de 5 mil beneficiários. Segundo a secretária Mitzy Matos, a participação dos municípios e dos sindicatos desde o início é fundamental para garantir a efetividade e a ampliação do programa.

Na manhã desta terça-feira, a Secretaria de Estado da Inclusão Social (Seidh) iniciou as tratativas sobre o calendário de ações do Programa Mão Amiga Laranja 2018. Representantes das secretarias municipais de Assistência Social, dos sindicatos dos Trabalhadores Rurais e da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) dos 14 municípios da citricultura foram recebidos pelos técnicos do departamento de Inclusão Produtiva da Seidh e pela secretária Mitzy Matos, para receber orientações, tirar dúvidas e definir os locais das inscrições, que acontecem no período de 13 de agosto a 14 de setembro.
O Programa atende os municípios de Arauá, Boquim, Salgado, Lagarto, Tomar do Geru, Umbaúba, Indiaroba, Itaporanga, Santa Luzia do Itanhy, Itabaianinha, Pedrinhas, Estância, Cristinápolis e Riachão do Dantas. Após as inscrições, a previsão é que a entrega dos cartões e novas senhas pelo Banese aconteça entre os dias 26 e 30 de novembro deste ano. Na última edição, 4.441 catadores de laranja foram cadastrados, recebendo um total de R$ 3,3 milhões em benefícios, pagos em quatro parcelas de R$ 190 - recursos 100% oriundos do tesouro estadual, especificamente do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep).
Em, 2018, o departamento de Inclusão Produtiva da Seidh (DIP) estima aumentar o alcance do programa, buscando atingir o teto estabelecido por lei, de 5 mil beneficiários. Segundo a secretária Mitzy Matos, a participação dos municípios e dos sindicatos desde o início é fundamental para garantir a efetividade e a ampliação do programa.