Polícia faz operação contra autores de mortes na Hermes Fontes

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Os envolvidos nos dois crimes já estão presos
Os envolvidos nos dois crimes já estão presos

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 10/08/2018 às 08:29:00

 

A Polícia Civil deflagrou ontem uma operação para cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão, relacionados a dois homicídios ocorridos em janeiro e março deste ano na Avenida Hermes Fontes. A investigação durou cerca de sete meses e investigou os assassinatos de Nivaldo Rocha Cruz Filho, 30 anos, ocorrido no dia 20 de janeiro; e de Alex Santos Silva, 24, em 11 de março. Nas ocasiões, as vítimas foram seguidas no momento em que saiam de um bar e baleadas por criminosos que passavam de carro pelo local. Ao todo, cinco pessoas foram presas durante a operação, liderada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 
Os mandados foram cumpridos nos bairros Olaria (zona oeste) e 13 de Julho (zona sul), em Aracaju, nas cidades de Areia Branca e Itabaiana (Agreste), em Arapiraca (AL) e em Caruaru (PE). Um dos detidos foi David Matheus de Santana, 22, apontado pelo delegado Kassio Viana, responsável pelo inquérito, como o principal autor do crime. Outro acusado, preso em Caruaru, é Ramon Reis da Silva, 32, que já tem passagem por tráfico de drogas e homicídio. Também foram detidos Robson Rodrigues de Jesus, Júlio Nathan Barbosa Santos e Naelly Cássia Barbosa Santos, 27, que foi flagrada durante o cumprimento de mandado de busca com diversos anabolizantes.
Os outros detalhes da operação serão repassados pelo delegado Kassio Viana, responsável por presidir o inquérito, em entrevista coletiva marcada para às 8h de hoje, na sede do DHPP.

A Polícia Civil deflagrou ontem uma operação para cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão, relacionados a dois homicídios ocorridos em janeiro e março deste ano na Avenida Hermes Fontes. A investigação durou cerca de sete meses e investigou os assassinatos de Nivaldo Rocha Cruz Filho, 30 anos, ocorrido no dia 20 de janeiro; e de Alex Santos Silva, 24, em 11 de março. Nas ocasiões, as vítimas foram seguidas no momento em que saiam de um bar e baleadas por criminosos que passavam de carro pelo local. Ao todo, cinco pessoas foram presas durante a operação, liderada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 
Os mandados foram cumpridos nos bairros Olaria (zona oeste) e 13 de Julho (zona sul), em Aracaju, nas cidades de Areia Branca e Itabaiana (Agreste), em Arapiraca (AL) e em Caruaru (PE). Um dos detidos foi David Matheus de Santana, 22, apontado pelo delegado Kassio Viana, responsável pelo inquérito, como o principal autor do crime. Outro acusado, preso em Caruaru, é Ramon Reis da Silva, 32, que já tem passagem por tráfico de drogas e homicídio. Também foram detidos Robson Rodrigues de Jesus, Júlio Nathan Barbosa Santos e Naelly Cássia Barbosa Santos, 27, que foi flagrada durante o cumprimento de mandado de busca com diversos anabolizantes.
Os outros detalhes da operação serão repassados pelo delegado Kassio Viana, responsável por presidir o inquérito, em entrevista coletiva marcada para às 8h de hoje, na sede do DHPP.