Os Tabaréus sobem ao palco do 'Quinta Instrumental' apresentando o choro de gafieira

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 14/08/2018 às 06:41:00

 

Nome de destaque na cena instrumental sergipana, o grupo 'Os Tabaréus' se apresenta, pela segunda vez, no palco do Teatro João Costa, reverenciando o gênero da música popular e instrumental brasileira: o choro de gafieira. O show faz parte do projeto 'Quinta Instrumental', ação promovida pela Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), e realizada no Centro Cultural.
Para o violonista Alexandre Azevedo, o 'Quinta Instrumental' é mais uma importante experiência que entra no currículo do quinteto pela segunda vez. "Esse projeto cumpre uma função muito importante que é abrir espaço para os grupos instrumentais. É uma maneira divulgar o nosso trabalho sem problemas de contratação, porque até mesmo a seleção dos músicos é através de edital". 
A apresentação desta quinta-feira contará com André Lima (Trompete), Jeovane Lima (Trombone), Humberto Barreto (Cavaquinho), Alexandre Azevedo (Violão) e Odílio Saminêz (Pandeiro). 
"Levaremos um repertório do choro de gafieira, uma proposta que há muito tempo queríamos desenvolver dentro do grupo. E, este ano, encontramos essa possibilidade", comenta o violonista.

Nome de destaque na cena instrumental sergipana, o grupo 'Os Tabaréus' se apresenta, pela segunda vez, no palco do Teatro João Costa, reverenciando o gênero da música popular e instrumental brasileira: o choro de gafieira. O show faz parte do projeto 'Quinta Instrumental', ação promovida pela Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), e realizada no Centro Cultural.
Para o violonista Alexandre Azevedo, o 'Quinta Instrumental' é mais uma importante experiência que entra no currículo do quinteto pela segunda vez. "Esse projeto cumpre uma função muito importante que é abrir espaço para os grupos instrumentais. É uma maneira divulgar o nosso trabalho sem problemas de contratação, porque até mesmo a seleção dos músicos é através de edital". 
A apresentação desta quinta-feira contará com André Lima (Trompete), Jeovane Lima (Trombone), Humberto Barreto (Cavaquinho), Alexandre Azevedo (Violão) e Odílio Saminêz (Pandeiro). 
"Levaremos um repertório do choro de gafieira, uma proposta que há muito tempo queríamos desenvolver dentro do grupo. E, este ano, encontramos essa possibilidade", comenta o violonista.