Duda e Agatha representam o Brasil em Hamburgo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 15/08/2018 às 06:34:00

 

Os melhores times do ranking, a maior premiação entre os torneios e o encerramento da temporada 2018. A etapa Finals do Circuito Mundial de vôlei de praia começa nesta quarta-feira, 15, em Hamburgo, na Alemanha, com promessa de grandes duelos. O Brasil será representado por duas duplas, ambas no feminino: Ágatha/Duda (PR/SE) e Carol Solberg/Maria Elisa (RJ).
O Finals foi criado pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB) em 2015, sempre permitindo apenas duas duplas por país em cada naipe e selecionando os times mais bem classificados no ranking. De lá para cá foram três títulos para o Brasil. Dois com a antiga dupla formada por Alison e Bruno Schmidt (ES/DF), que venceram em 2015 e 2016, e um ouro para as ex-parceiras Larissa e Talita (PA/AL), campeãs em 2015.
Ágatha e Duda disputarão a competição pela segunda vez. Em 2017, acabaram com a prata ao serem superadas pelas alemãs Laura Ludwig e Kira Walkenhorst. A temporada 2018 da dupla contou com um ouro (Brasil), uma prata (Rússia) e um bronze (Polônia) e a liderança do ranking geral, com 5.480 pontos. Ágatha falou sobre a expectativa.
Ágatha e Duda estão no grupo B e enfrentam as alemãs Schneider/Bieneck, as canadenses Sarah Pavan/Melissa, as tchecas Hermannova/Slukova e as australianas Artacho Del Solar/Clancy.
A competição terá um formato diferente nesta temporada, com dois grupos de cinco times em cada naipe. As equipes jogam entre si dentro das chaves A e B, com os primeiros colocados avançando direto às semifinais. Os segundos e terceiros disputam quartas de final. A decisão de bronze e ouro do naipe feminino acontece no domingo (19.08).

Os melhores times do ranking, a maior premiação entre os torneios e o encerramento da temporada 2018. A etapa Finals do Circuito Mundial de vôlei de praia começa nesta quarta-feira, 15, em Hamburgo, na Alemanha, com promessa de grandes duelos. O Brasil será representado por duas duplas, ambas no feminino: Ágatha/Duda (PR/SE) e Carol Solberg/Maria Elisa (RJ).
O Finals foi criado pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB) em 2015, sempre permitindo apenas duas duplas por país em cada naipe e selecionando os times mais bem classificados no ranking. De lá para cá foram três títulos para o Brasil. Dois com a antiga dupla formada por Alison e Bruno Schmidt (ES/DF), que venceram em 2015 e 2016, e um ouro para as ex-parceiras Larissa e Talita (PA/AL), campeãs em 2015.
Ágatha e Duda disputarão a competição pela segunda vez. Em 2017, acabaram com a prata ao serem superadas pelas alemãs Laura Ludwig e Kira Walkenhorst. A temporada 2018 da dupla contou com um ouro (Brasil), uma prata (Rússia) e um bronze (Polônia) e a liderança do ranking geral, com 5.480 pontos. Ágatha falou sobre a expectativa.
Ágatha e Duda estão no grupo B e enfrentam as alemãs Schneider/Bieneck, as canadenses Sarah Pavan/Melissa, as tchecas Hermannova/Slukova e as australianas Artacho Del Solar/Clancy.
A competição terá um formato diferente nesta temporada, com dois grupos de cinco times em cada naipe. As equipes jogam entre si dentro das chaves A e B, com os primeiros colocados avançando direto às semifinais. Os segundos e terceiros disputam quartas de final. A decisão de bronze e ouro do naipe feminino acontece no domingo (19.08).