Homem é preso após matar a companheira em Tobias Barreto

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Ireno Arcanjo de Souza já preso e Valdenice Pereira: mais um caso de feminicídio
Ireno Arcanjo de Souza já preso e Valdenice Pereira: mais um caso de feminicídio

Ireno Arcanjo de Souza já preso e Valdenice Pereira: mais um caso de feminicídio
Ireno Arcanjo de Souza já preso e Valdenice Pereira: mais um caso de feminicídio

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 16/08/2018 às 08:07:00

 

Um homem foi preso 
na madrugada de 
ontem em Tobias Barreto (Centro-Sul), acusado pelo assassinato da própria companheira. A feirante Valdenice Pereira da Silva, 51 anos, foi morta a facadas na tarde de anteontem dentro da própria casa, no conjunto Walter Franco, periferia da cidade. Ireno Arcanjo de Souza, 47 anos, estava na casa de uma irmã e, segundo a polícia, confessou o crime, alegando que tinha ciúmes da vítima e que teria sido supostamente traído por ela.
Segundo o delegado Fábio Pimentel, responsável pelo caso, Ireno já tinha praticado violência doméstica contra outra mulher no final do ano passado. Na época, a vítima entrou em contato com a Polícia Civil de Tobias Barreto, que abriu um inquérito policial e solicitou medida protetiva.
"O pedido feito por nós foi deferido pela Justiça, ele saiu de casa e nunca mais se aproximou dessa senhora. Então, há cerca de seis meses ele começou a se relacionar com Valdenice, que era uma feirante bastante conhecida na cidade. E, segundo ele, teria flagrado Valdenice com outro homem em casa, o traindo, e por conta de ciúmes e indignação ele acabou fazendo uso de uma arma branca pontiaguda para acertá-la com vários golpes. Ela veio a óbito no local mesmo", explicou o delegado.
Na sequência, de acordo com o relato apurado pela polícia, Ireno fugiu do local e a polícia foi acionada por vizinhos que estranharam o fato de a casa estar fechada e em silêncio. Os policiais civis e militares fizeram diligências pelo resto do dia e encontraram o suspeito na casa da irmã. Ireno Arcanjo foi autuado em flagrante por feminicídio e começou a responder ao inquérito instaurado na delegacia do município.

Um homem foi preso  na madrugada de  ontem em Tobias Barreto (Centro-Sul), acusado pelo assassinato da própria companheira. A feirante Valdenice Pereira da Silva, 51 anos, foi morta a facadas na tarde de anteontem dentro da própria casa, no conjunto Walter Franco, periferia da cidade. Ireno Arcanjo de Souza, 47 anos, estava na casa de uma irmã e, segundo a polícia, confessou o crime, alegando que tinha ciúmes da vítima e que teria sido supostamente traído por ela.
Segundo o delegado Fábio Pimentel, responsável pelo caso, Ireno já tinha praticado violência doméstica contra outra mulher no final do ano passado. Na época, a vítima entrou em contato com a Polícia Civil de Tobias Barreto, que abriu um inquérito policial e solicitou medida protetiva.
"O pedido feito por nós foi deferido pela Justiça, ele saiu de casa e nunca mais se aproximou dessa senhora. Então, há cerca de seis meses ele começou a se relacionar com Valdenice, que era uma feirante bastante conhecida na cidade. E, segundo ele, teria flagrado Valdenice com outro homem em casa, o traindo, e por conta de ciúmes e indignação ele acabou fazendo uso de uma arma branca pontiaguda para acertá-la com vários golpes. Ela veio a óbito no local mesmo", explicou o delegado.
Na sequência, de acordo com o relato apurado pela polícia, Ireno fugiu do local e a polícia foi acionada por vizinhos que estranharam o fato de a casa estar fechada e em silêncio. Os policiais civis e militares fizeram diligências pelo resto do dia e encontraram o suspeito na casa da irmã. Ireno Arcanjo foi autuado em flagrante por feminicídio e começou a responder ao inquérito instaurado na delegacia do município.