Moradores de Indiaroba protestam contra criação da taxa de iluminação pública

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 16/08/2018 às 08:14:00

 

Milton Alves Júnior
Moradores do município de Indiaroba, região Leste de Sergipe, estão na bronca com oito vereadores que optaram por votar a favor do Projeto de Lei que aplica um reajuste de 15% sob a taxa de iluminação pública. O PL foi encaminhado pelo prefeito Adinaldo Nascimento tem como objetivo contribuir para quitação da dívida que o município possui junto à empresa responsável pelo fornecimento de energia na cidade. O problema, segundo os contribuintes, é que o reajuste atingiu um patamar inflacionário acima das perspectiva financeiras de cada morador. Esse aumento já constará, inclusive, na conta referente ao mês de agosto.
Criando um impasse ainda mais representativo entre o poder legislativo e os moradores, na noite da última terça-feira, 14, representantes populares se dirigiram até a sede da Câmara Municipal de Indiaroba a fim de dialogar com os vereadores, mas foram surpreendidos com a ausência justamente daqueles que votaram a favor do projeto encaminhado pelo poder executivo. De acordo com um dos representantes do movimento, Jair Francisco dos Santos, a Câmara aprovou um reajuste que na prática variasse entre três e 15%, mas o prefeito teria optado por unificar o reajuste no teto da variação.
"Não existe orçamento participativo, não existe audiência públicas, não existe nada que não seja imposições antidemocráticas. Pra piorar a situação quando a gente vai pressionar os vereadores a desfazer essa aberração, todos que foram a favor misteriosamente faltaram à sessão plenária. Estão zoando com a cara do povo, mas as manifestações vão permanecer", avisou. De acordo com o reclamante, ainda esta semana um grupo se dirige até o Ministério Público Estadual, em Aracaju, diante da proposta de reivindicar apoio do órgão contra a medida imposta pela prefeitura.
Ainda de acordo com Jair Francisco, se comparado com os municípios circunvizinhos, Indiaroba é a cidade com a taxa de iluminação pública mais cara. "Fizemos uma pesquisa e percebemos que os municípios vizinhos esse aumento foi de 4%. Nós recebemos um presente de grego em que o nosso reajuste conseguiu alcançar mais de 200% se comparado com os sergipanos que moram em cidades próximas a Indiaroba. Precisamos muito do apoio do MPE, do Tribunal de Justiça, enfim, de todos que possam nos ajudar", pediu. Um abaixo assinado foi criado a fim de reforçar o apelo dos moradores.
Tanto a Câmara de Vereadores, quanto a Prefeitura de Indiaroba, não se manifestaram oficialmente sobre as críticas populares.

Moradores do município de Indiaroba, região Leste de Sergipe, estão na bronca com oito vereadores que optaram por votar a favor do Projeto de Lei que aplica um reajuste de 15% sob a taxa de iluminação pública. O PL foi encaminhado pelo prefeito Adinaldo Nascimento tem como objetivo contribuir para quitação da dívida que o município possui junto à empresa responsável pelo fornecimento de energia na cidade. O problema, segundo os contribuintes, é que o reajuste atingiu um patamar inflacionário acima das perspectiva financeiras de cada morador. Esse aumento já constará, inclusive, na conta referente ao mês de agosto.
Criando um impasse ainda mais representativo entre o poder legislativo e os moradores, na noite da última terça-feira, 14, representantes populares se dirigiram até a sede da Câmara Municipal de Indiaroba a fim de dialogar com os vereadores, mas foram surpreendidos com a ausência justamente daqueles que votaram a favor do projeto encaminhado pelo poder executivo. De acordo com um dos representantes do movimento, Jair Francisco dos Santos, a Câmara aprovou um reajuste que na prática variasse entre três e 15%, mas o prefeito teria optado por unificar o reajuste no teto da variação.
"Não existe orçamento participativo, não existe audiência públicas, não existe nada que não seja imposições antidemocráticas. Pra piorar a situação quando a gente vai pressionar os vereadores a desfazer essa aberração, todos que foram a favor misteriosamente faltaram à sessão plenária. Estão zoando com a cara do povo, mas as manifestações vão permanecer", avisou. De acordo com o reclamante, ainda esta semana um grupo se dirige até o Ministério Público Estadual, em Aracaju, diante da proposta de reivindicar apoio do órgão contra a medida imposta pela prefeitura.
Ainda de acordo com Jair Francisco, se comparado com os municípios circunvizinhos, Indiaroba é a cidade com a taxa de iluminação pública mais cara. "Fizemos uma pesquisa e percebemos que os municípios vizinhos esse aumento foi de 4%. Nós recebemos um presente de grego em que o nosso reajuste conseguiu alcançar mais de 200% se comparado com os sergipanos que moram em cidades próximas a Indiaroba. Precisamos muito do apoio do MPE, do Tribunal de Justiça, enfim, de todos que possam nos ajudar", pediu. Um abaixo assinado foi criado a fim de reforçar o apelo dos moradores.
Tanto a Câmara de Vereadores, quanto a Prefeitura de Indiaroba, não se manifestaram oficialmente sobre as críticas populares.