5 passos para utilizar as redes sociais de maneira saudável e como apoio profissional

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 16/08/2018 às 08:29:00

 

* Luiz Augusto Filizzola D'Urso
As redes sociais, mesmo sendo utilizadas para lazer e descontração, devem ser tratadas com seriedade, pois podem auxiliar e interferir na atuação profissional do internauta. O advogado, Dr. Luiz Augusto Filizzola D'Urso, que é Presidente da Comissão Nacional de Estudos dos Cibercrimes da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (ABRACRIM), ensina os 5 passos para utilizar as redes sociais de maneira saudável na vida pessoal e também profissional: 
 Evite postar fotos bebendo em festas e bares ou com roupas de banho.
Não cabe a ninguém julgar as fotos postadas por você, todavia, muitas empresas verificam as fotos postadas na internet, antes de contratá-lo. Seus eventuais clientes e chefes também podem consultar suas redes. Portanto, escolha com atenção a foto que será postada.
 Não escreva nas redes por impulso.
Ao expor uma opinião nas redes sociais, você perde totalmente o controle sobre esta postagem, que pode chegar a ter milhões de compartilhamentos. Devido a isto, calcule o risco e sempre pense bastante o quê e como irá escrever, avaliando a necessidade real deste post.
 Cuidado ao compartilhar ou curtir um conteúdo.
Atualmente, a Justiça condena quem curte ou compartilha um conteúdo indevido na internet. Isto ocorre, pois os Tribunais passaram a entender que, o conteúdo compartilhado ou curtido, faz parte de sua opinião. Portanto, só compartilhe ou curta o que você concorda, lembrando que poderá ser responsabilizado por tal iniciativa e também, por exemplo, pela divulgação de uma Fake News.
 Evite debates e discussões desnecessárias.
O debate, especialmente o político, é cada vez mais comum na internet. Reflita se vale a pena entrar nesse debate pelas redes socias com quem quer que seja, pois tudo que for dito será acompanhado por muitos, com as mais variadas opiniões. Por vezes, estas discussões não acabam bem, e criam inimizades e antipatias. Lembre-se que, o texto escrito, pode ser interpretado de várias formas.
 Publique assuntos relacionados a seu campo de atuação.
Utilize as redes sociais para ampliar seus contatos com colegas e, também, publique informações, notícias e opiniões relacionadas a sua atuação profissional que possam ser úteis a alguém.
* Luiz Augusto Filizzola D'Urso, Advogado Criminalista, Presidente da Comissão Nacional de Estudos dos Cibercrimes da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (ABRACRIM), Pós-Graduado pela Universidade de Castilla-La Mancha (Espanha) e integra o escritório D'Urso e Borges Advogados Associados.

* Luiz Augusto Filizzola D'Urso

As redes sociais, mesmo sendo utilizadas para lazer e descontração, devem ser tratadas com seriedade, pois podem auxiliar e interferir na atuação profissional do internauta. O advogado, Dr. Luiz Augusto Filizzola D'Urso, que é Presidente da Comissão Nacional de Estudos dos Cibercrimes da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (ABRACRIM), ensina os 5 passos para utilizar as redes sociais de maneira saudável na vida pessoal e também profissional: 
 Evite postar fotos bebendo em festas e bares ou com roupas de banho.
Não cabe a ninguém julgar as fotos postadas por você, todavia, muitas empresas verificam as fotos postadas na internet, antes de contratá-lo. Seus eventuais clientes e chefes também podem consultar suas redes. Portanto, escolha com atenção a foto que será postada.
 Não escreva nas redes por impulso.
Ao expor uma opinião nas redes sociais, você perde totalmente o controle sobre esta postagem, que pode chegar a ter milhões de compartilhamentos. Devido a isto, calcule o risco e sempre pense bastante o quê e como irá escrever, avaliando a necessidade real deste post.
 Cuidado ao compartilhar ou curtir um conteúdo.
Atualmente, a Justiça condena quem curte ou compartilha um conteúdo indevido na internet. Isto ocorre, pois os Tribunais passaram a entender que, o conteúdo compartilhado ou curtido, faz parte de sua opinião. Portanto, só compartilhe ou curta o que você concorda, lembrando que poderá ser responsabilizado por tal iniciativa e também, por exemplo, pela divulgação de uma Fake News.
 Evite debates e discussões desnecessárias.O debate, especialmente o político, é cada vez mais comum na internet. Reflita se vale a pena entrar nesse debate pelas redes socias com quem quer que seja, pois tudo que for dito será acompanhado por muitos, com as mais variadas opiniões. Por vezes, estas discussões não acabam bem, e criam inimizades e antipatias. Lembre-se que, o texto escrito, pode ser interpretado de várias formas.
 Publique assuntos relacionados a seu campo de atuação.
Utilize as redes sociais para ampliar seus contatos com colegas e, também, publique informações, notícias e opiniões relacionadas a sua atuação profissional que possam ser úteis a alguém.

* Luiz Augusto Filizzola D'Urso, Advogado Criminalista, Presidente da Comissão Nacional de Estudos dos Cibercrimes da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (ABRACRIM), Pós-Graduado pela Universidade de Castilla-La Mancha (Espanha) e integra o escritório D'Urso e Borges Advogados Associados.