Hyago França comemora título do Sub-16

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O Confiança investiu na base e os resultados estão chegando de imediato, como a conquista do título de campeão estadual Sub-16
O Confiança investiu na base e os resultados estão chegando de imediato, como a conquista do título de campeão estadual Sub-16

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 21/08/2018 às 06:55:00

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br
Quando começou a 
investir nas equi
pes de base do Confiança, contratando profissionais como Marcilio Menezes, Nelson Lima, Carioca e Edmilson Santos, entre outros, realizando parcerias com escolinhas de bairro e no interior, o presidente e Hyago França sabia que estava no rumo certo. Porém, não esperava que os resultados fossem tão imediatos. 
 - O investimento prova que a política de investir na base dá resultados e a prova está aí, com o Confiança conquistando títulos em todas as categorias e revelando valores que serão aproveitados nas equipes principais - avaliou Hyago França.
O resultado só este ano foram significativos. O time fez uma excelente campanha na Copa Dois de Julho em Salvador, ficando nas quartas de final, conquistou medalha de bronze nos Jogos da CPLP em São Tomé e Príncipe na África e agora conquista o título estadual depois de uma disputa ferrenha com a jovem equipe do TM Esportes. 
Para Hyago França, o grande desafio para 2018 era reestruturar o departamento. Foram contratados profissionais como Nelson Lima para coordenar a base, Marcílio para treinar os garotos até o sub-15 e Edmilson Santos comandando os meninos a partir do sub-16 até a transição para o profissional. Em menos de um ano de projeto, os resultados voltaram a aparecer: campeão no sub-19, medalha de bronze na África e campeão no sub-16, este último conquistado neste sábado, ao derrotar o TM Esportes por 3 a 0, na Arena Batistão.
- Acredito muito nesse trabalho feito. A única saída para o Confiança na Série C é fortalecer a base para ter jovens talentosos servindo o profissional ou gerando receita para o clube. É difícil concorrer com clubes como Náutico e Santa Cruz, que têm mais receita, têm apoio do poder público, etc. Tenho certeza que a base dará muito retorno ao clube. Vamos ter cada vez mais atleta da base servindo ao profissional - comentou Hyago França.
O projeto do Confiança é que, já na próxima temporada, as jovens promessas sejam cada vez mais aproveitadas, ganhem mais espaço. Isso não significa que não haverá investimento em contratações, mas elas serão mais certeiras. 

Quando começou a  investir nas equi pes de base do Confiança, contratando profissionais como Marcilio Menezes, Nelson Lima, Carioca e Edmilson Santos, entre outros, realizando parcerias com escolinhas de bairro e no interior, o presidente e Hyago França sabia que estava no rumo certo. Porém, não esperava que os resultados fossem tão imediatos. 
 - O investimento prova que a política de investir na base dá resultados e a prova está aí, com o Confiança conquistando títulos em todas as categorias e revelando valores que serão aproveitados nas equipes principais - avaliou Hyago França.
O resultado só este ano foram significativos. O time fez uma excelente campanha na Copa Dois de Julho em Salvador, ficando nas quartas de final, conquistou medalha de bronze nos Jogos da CPLP em São Tomé e Príncipe na África e agora conquista o título estadual depois de uma disputa ferrenha com a jovem equipe do TM Esportes. 
Para Hyago França, o grande desafio para 2018 era reestruturar o departamento. Foram contratados profissionais como Nelson Lima para coordenar a base, Marcílio para treinar os garotos até o sub-15 e Edmilson Santos comandando os meninos a partir do sub-16 até a transição para o profissional. Em menos de um ano de projeto, os resultados voltaram a aparecer: campeão no sub-19, medalha de bronze na África e campeão no sub-16, este último conquistado neste sábado, ao derrotar o TM Esportes por 3 a 0, na Arena Batistão.
- Acredito muito nesse trabalho feito. A única saída para o Confiança na Série C é fortalecer a base para ter jovens talentosos servindo o profissional ou gerando receita para o clube. É difícil concorrer com clubes como Náutico e Santa Cruz, que têm mais receita, têm apoio do poder público, etc. Tenho certeza que a base dará muito retorno ao clube. Vamos ter cada vez mais atleta da base servindo ao profissional - comentou Hyago França.
O projeto do Confiança é que, já na próxima temporada, as jovens promessas sejam cada vez mais aproveitadas, ganhem mais espaço. Isso não significa que não haverá investimento em contratações, mas elas serão mais certeiras.