"Quero estar na Câmara para lutar pela revogação da PEC 55 e da Reforma Trabalhista", assegura Marcio Macedo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 21/08/2018 às 07:26:00

 

O vice-presidente nacional do PT e candidato a deputado federal de Lula, Marcio Macedo, assegurou em entrevista concedida na manhã desta segunda-feira, 20, à rádio 103 FM, que quer estar na Câmara Federal para, além de defender o Estado e o povo sergipano, lutar para a revogação da PEC 55, que congela os investimentos em saúde, educação e programas sociais por 20 anos, e também da Reforma Trabalhista, que trouxe mudanças nos pontos das Leis do Trabalho. Ambas foram criadas no Governo Temer.
 "A chamada PEC do fim do mundo compromete completamente o futuro das gerações, dificultando ainda mais o acesso dos brasileiros à saúde, educação e programas sociais. E a Reforma Trabalhista, prejudica demais os trabalhadores e seus direitos. Ela diminui, por exemplo, o tempo de almoço dos trabalhadores de 1h para 30 min, fragiliza a relação patrão e trabalhador e permite as gestantes a trabalharem em locais insalubres. Tudo isso é um absurdo. Temer e sua turma estão destruindo o Brasil e eu quero ser deputado federal para estar na Câmara e lutar pela revogação dessas medidas absurdas que só afundam o país", garante Marcio.
Ele ressalta ainda o seu compromisso de ajudar Sergipe e também o presidente Lula a governar o país e fazer o Brasil crescer novamente. "Lula, inicialmente, gostaria que eu fosse coordenador da sua campanha para presidente, mas conversei com ele e falei do meu desejo de ir para a Câmara Federal ajudar meu Estado e os sergipanos. Ele, claro, entendeu, concordou e acrescentou que vai precisar de mim na Câmara para ajudá-lo a governar o Brasil. Lula está cheio de vontade de voltar à presidência para devolver o país aos brasileiros e colocar o Brasil nos trilhos mais uma vez", conta.

O vice-presidente nacional do PT e candidato a deputado federal de Lula, Marcio Macedo, assegurou em entrevista concedida na manhã desta segunda-feira, 20, à rádio 103 FM, que quer estar na Câmara Federal para, além de defender o Estado e o povo sergipano, lutar para a revogação da PEC 55, que congela os investimentos em saúde, educação e programas sociais por 20 anos, e também da Reforma Trabalhista, que trouxe mudanças nos pontos das Leis do Trabalho. Ambas foram criadas no Governo Temer.
 "A chamada PEC do fim do mundo compromete completamente o futuro das gerações, dificultando ainda mais o acesso dos brasileiros à saúde, educação e programas sociais. E a Reforma Trabalhista, prejudica demais os trabalhadores e seus direitos. Ela diminui, por exemplo, o tempo de almoço dos trabalhadores de 1h para 30 min, fragiliza a relação patrão e trabalhador e permite as gestantes a trabalharem em locais insalubres. Tudo isso é um absurdo. Temer e sua turma estão destruindo o Brasil e eu quero ser deputado federal para estar na Câmara e lutar pela revogação dessas medidas absurdas que só afundam o país", garante Marcio.
Ele ressalta ainda o seu compromisso de ajudar Sergipe e também o presidente Lula a governar o país e fazer o Brasil crescer novamente. "Lula, inicialmente, gostaria que eu fosse coordenador da sua campanha para presidente, mas conversei com ele e falei do meu desejo de ir para a Câmara Federal ajudar meu Estado e os sergipanos. Ele, claro, entendeu, concordou e acrescentou que vai precisar de mim na Câmara para ajudá-lo a governar o Brasil. Lula está cheio de vontade de voltar à presidência para devolver o país aos brasileiros e colocar o Brasil nos trilhos mais uma vez", conta.