Teatro de gente grande

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Para estômagos fortes
Para estômagos fortes

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 23/08/2018 às 07:35:00

 

Rian Santos
riansantos@jornaldodiase.com.br
Tetê Nahas não teve 
medo de pensar 
grande. Sua ambição era a de uma companhia de teatro com vocação para as maiores platéias, dedicada a espetáculos de muitas luzes, todos os adereços, elenco numeroso, cenários de fausto. Um sonho dos mais ousados, tornado real à custa de muita determinação.
Hoje, a Cia das Artes Tetê Nahas é reconhecida pela excelência de projetos que unem teatro, música e dança. O grande marco será sempre 'O corcunda Notre Dame', contemplado com o Prêmio Myriam Munis 2013, do Ministério da Cultura, que viabilizou uma turnê de abrangência nacional. 'Desconto', o seu sucessor, por assim dizer, estreou ano passado, no átrio do Museu da Gente Sergipana. O espetáculo é inspirado na obra de Nelson Rodrigues e nos contos de Carlos Cauê, além de contar com trilha original do violeiro Sena.
Em conversa com o Jornal do Dia, naquela oportunidade, Tetê explicou que 'Desconto' conclama as platéias a erguer a voz contra todas as violências. "Quem nunca ouviu um caso de abuso sexual? Quem não teve vontade de ajudar, mas não teve coragem? Quantas vezes o medo venceu a atitude? É hora de mudar".
A diretora adverte que, embora tenha a forma de um musical, este é um espetáculo denso, exigente de estômagos fortes. "Tratamos de machismo, abuso sexual, violência doméstica, homofobia e incesto. 'Desconto' é um grito silencioso, um pedido de socorro à sociedade. Sem apontar culpados, investigamos as "razões" irracionais que levam a esses atos e também como uma família se destrói e se reergue ao longo dos anos".
Para Sena, que comemora 30 anos de carreira, tomar parte na empreitada foi uma grata surpresa. "Tetê é uma amiga querida e ligou para minha esposa pedindo o play back, eu achava que era para um coral. Até que um dia ela nos convidou para assistir a um ensaio e eu fiquei muito surpreso, primeiro porque nunca pensei que as minhas músicas, que são reflexo do que eu vivo, pudessem integrar um espetáculo teatral, segundo que elas se encaixaram perfeitamente à história e terceiro pela forma totalmente original e inovadora como a montagem é encenada. Rapaz, eu não pensei duas vezes e me disponibilizei para, além de compor a trilha, tocar durante a peça".
Cia Tetê Nahas apresenta 'Desconto' no Aldeia Sesc de Artes:
Sábado, 25, às 20h00, no Sesc Centro.

Tetê Nahas não teve  medo de pensar  grande. Sua ambição era a de uma companhia de teatro com vocação para as maiores platéias, dedicada a espetáculos de muitas luzes, todos os adereços, elenco numeroso, cenários de fausto. Um sonho dos mais ousados, tornado real à custa de muita determinação.
Hoje, a Cia das Artes Tetê Nahas é reconhecida pela excelência de projetos que unem teatro, música e dança. O grande marco será sempre 'O corcunda Notre Dame', contemplado com o Prêmio Myriam Munis 2013, do Ministério da Cultura, que viabilizou uma turnê de abrangência nacional. 'Desconto', o seu sucessor, por assim dizer, estreou ano passado, no átrio do Museu da Gente Sergipana. O espetáculo é inspirado na obra de Nelson Rodrigues e nos contos de Carlos Cauê, além de contar com trilha original do violeiro Sena.
Em conversa com o Jornal do Dia, naquela oportunidade, Tetê explicou que 'Desconto' conclama as platéias a erguer a voz contra todas as violências. "Quem nunca ouviu um caso de abuso sexual? Quem não teve vontade de ajudar, mas não teve coragem? Quantas vezes o medo venceu a atitude? É hora de mudar".
A diretora adverte que, embora tenha a forma de um musical, este é um espetáculo denso, exigente de estômagos fortes. "Tratamos de machismo, abuso sexual, violência doméstica, homofobia e incesto. 'Desconto' é um grito silencioso, um pedido de socorro à sociedade. Sem apontar culpados, investigamos as "razões" irracionais que levam a esses atos e também como uma família se destrói e se reergue ao longo dos anos".
Para Sena, que comemora 30 anos de carreira, tomar parte na empreitada foi uma grata surpresa. "Tetê é uma amiga querida e ligou para minha esposa pedindo o play back, eu achava que era para um coral. Até que um dia ela nos convidou para assistir a um ensaio e eu fiquei muito surpreso, primeiro porque nunca pensei que as minhas músicas, que são reflexo do que eu vivo, pudessem integrar um espetáculo teatral, segundo que elas se encaixaram perfeitamente à história e terceiro pela forma totalmente original e inovadora como a montagem é encenada. Rapaz, eu não pensei duas vezes e me disponibilizei para, além de compor a trilha, tocar durante a peça".
Cia Tetê Nahas apresenta 'Desconto' no Aldeia Sesc de Artes:
Sábado, 25, às 20h00, no Sesc Centro.