Jackson defende Canal de Xingó como proposta para o Senado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 24/08/2018 às 05:58:00

 

De volta ao município de Lagarto, Jackson Barreto participou da série de entrevistas realizada na Rádio Juventude FM. Na oportunidade, o candidato ao Senado falou sobre sua trajetória política no estado e em especial sobre as ações que levou para o município. 
Ainda como vice-governador de Marcelo Déda, Jackson levou para Lagarto o Campus da Universidade Federal de Sergipe e, já em sua gestão, federalizou o então Hospital Regional Monsenhor João Batista de Carvalho Daltro, que veio a se tornar Hospital Universitário. 
"Aqui em Lagarto, pretendo fazer crescer o Campus da nossa universidade, a ampliação do hospital que foi federalizado graças ao trabalho do governador Jackson Barreto e do deputado Fábio Reis, no sentido de ampliar a assistência a essa região que tem a sua maior densidade demográfica. Outra obra para Lagarto seria construirmos o contorno para facilitar a mobilidade urbana. Já existe o projeto, com recursos de quase R$100 milhões, que somente um senador, com um governo aliado poderá tornar realidade esse sonho para a população de Lagarto. Como senador, pretendo manter meu compromisso com essa cidade que é um polo de desenvolvimento econômico de Sergipe", declarou ao apresentar seus novos projetos.
Sobre o que levará como proposta por Sergipe quando eleito ao Senado, Jackson Barreto destacou o Canal de Xingó. "A proposta mais importante que um senador pode levar para ajudar Sergipe, além de trabalhar junto com o presidente Lula, que eu acredito que será eleito, é construirmos o Canal de Xingó para acabar com a seca no nosso Sertão. É preciso olhar o Sertão não com atitudes paternalistas, mas com uma solução definitiva para o problema da seca".

De volta ao município de Lagarto, Jackson Barreto participou da série de entrevistas realizada na Rádio Juventude FM. Na oportunidade, o candidato ao Senado falou sobre sua trajetória política no estado e em especial sobre as ações que levou para o município. 
Ainda como vice-governador de Marcelo Déda, Jackson levou para Lagarto o Campus da Universidade Federal de Sergipe e, já em sua gestão, federalizou o então Hospital Regional Monsenhor João Batista de Carvalho Daltro, que veio a se tornar Hospital Universitário. 
"Aqui em Lagarto, pretendo fazer crescer o Campus da nossa universidade, a ampliação do hospital que foi federalizado graças ao trabalho do governador Jackson Barreto e do deputado Fábio Reis, no sentido de ampliar a assistência a essa região que tem a sua maior densidade demográfica. Outra obra para Lagarto seria construirmos o contorno para facilitar a mobilidade urbana. Já existe o projeto, com recursos de quase R$100 milhões, que somente um senador, com um governo aliado poderá tornar realidade esse sonho para a população de Lagarto. Como senador, pretendo manter meu compromisso com essa cidade que é um polo de desenvolvimento econômico de Sergipe", declarou ao apresentar seus novos projetos.
Sobre o que levará como proposta por Sergipe quando eleito ao Senado, Jackson Barreto destacou o Canal de Xingó. "A proposta mais importante que um senador pode levar para ajudar Sergipe, além de trabalhar junto com o presidente Lula, que eu acredito que será eleito, é construirmos o Canal de Xingó para acabar com a seca no nosso Sertão. É preciso olhar o Sertão não com atitudes paternalistas, mas com uma solução definitiva para o problema da seca".