Saulo Ferreira Quarteto

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 25/08/2018 às 21:07:00

 

Saulo Ferreira Quarteto
Onde Saulo Ferreira coloca o dedo, as guitarras pronunciam o seu nome. Sozinho, em colaboração com os maiores da aldeia, na Maria Scombona, no Ferraro Trio, o timbre cristalino e o acento jazzy transbordando das cordas sublinham a sua presença no palco. Quem o escuta debulhando acordes e notas, o sabe doutor no assunto, e se impressiona sempre com a elegância e clareza das modulações escandindo temas autorais e leituras inspiradas. Em um caso como em outro, sobressai a faceta singular de Saulo Ferreira. Compositor e instrumentista se igualam em termos de cultura musical, maestria, segurança e personalidade.
27 de agosto, 12h00, Sesc Centro.

Onde Saulo Ferreira coloca o dedo, as guitarras pronunciam o seu nome. Sozinho, em colaboração com os maiores da aldeia, na Maria Scombona, no Ferraro Trio, o timbre cristalino e o acento jazzy transbordando das cordas sublinham a sua presença no palco. Quem o escuta debulhando acordes e notas, o sabe doutor no assunto, e se impressiona sempre com a elegância e clareza das modulações escandindo temas autorais e leituras inspiradas. Em um caso como em outro, sobressai a faceta singular de Saulo Ferreira. Compositor e instrumentista se igualam em termos de cultura musical, maestria, segurança e personalidade.
27 de agosto, 12h00, Sesc Centro.