Banese segue orientações para abertura de contas eleitorais

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O presidente do Banese, Fernando Mota, abriu o encontro de gerentes na sede do banco em Aracaju
O presidente do Banese, Fernando Mota, abriu o encontro de gerentes na sede do banco em Aracaju

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/08/2018 às 07:44:00

 

O Banco do Estado 
de Sergipe (Banese) 
reuniu todos os gerentes gerais de suas agências de Aracaju e do interior do Estado para tratar dos cuidados que devem ser tomados quanto à abertura e movimentação de contas eleitorais de partidos políticos e candidatos às Eleições 2018. O encontro, realizado na sede do Banese em Aracaju, foi aberto pelo presidente do banco, Fernando Mota, que recomendou aos gerentes que sigam estritamente todas as orientações legais a respeito do assunto.
"O Banese dará toda a cobertura e segurança para que vocês trabalhem rigorosamente dentro dos procedimentos legais exigidos para a abertura e movimentação das contas de campanha neste período eleitoral. Tenham uma postura de muita calma, atendam bem às pessoas, mas em nenhuma hipótese quebrem qualquer um dos dispositivos legais que regulamentam a abertura e movimentação das contas eleitorais", recomendou Fernando Mota.
Segundo um dos palestrantes do evento, o superintendente de Controladoria do Banese, Aléssio Rezende, a reunião com os gerentes das agências teve por objetivo alertar aos gestores para que façam tudo dentro dos normativos legais, para que o banco não venha a sofrer qualquer tipo de sanção pelos órgãos reguladores.
 "Em período eleitoral, os partidos políticos e candidatos movimentam quantias relevantes e é preciso que todos os nossos gerentes estejam atentos aos normativos, às resoluções do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e às recomendações do Ministério Público Federal e Ministério Público Estadual", disse o superintendente ao destacar a importância do encontro, que tratou ainda de temas relacionados à prevenção e combate à lavagem de dinheiro.
Também participaram do evento os diretores do Banese José Marcelino, Olga Carvalhaes e Renato Dantas, além dos gerentes regionais do banco e o superintendente de Auditoria, Gilvan de Sousa Santos, entre outros executivos da instituição.

O Banco do Estado  de Sergipe (Banese)  reuniu todos os gerentes gerais de suas agências de Aracaju e do interior do Estado para tratar dos cuidados que devem ser tomados quanto à abertura e movimentação de contas eleitorais de partidos políticos e candidatos às Eleições 2018. O encontro, realizado na sede do Banese em Aracaju, foi aberto pelo presidente do banco, Fernando Mota, que recomendou aos gerentes que sigam estritamente todas as orientações legais a respeito do assunto.
"O Banese dará toda a cobertura e segurança para que vocês trabalhem rigorosamente dentro dos procedimentos legais exigidos para a abertura e movimentação das contas de campanha neste período eleitoral. Tenham uma postura de muita calma, atendam bem às pessoas, mas em nenhuma hipótese quebrem qualquer um dos dispositivos legais que regulamentam a abertura e movimentação das contas eleitorais", recomendou Fernando Mota.
Segundo um dos palestrantes do evento, o superintendente de Controladoria do Banese, Aléssio Rezende, a reunião com os gerentes das agências teve por objetivo alertar aos gestores para que façam tudo dentro dos normativos legais, para que o banco não venha a sofrer qualquer tipo de sanção pelos órgãos reguladores.
 "Em período eleitoral, os partidos políticos e candidatos movimentam quantias relevantes e é preciso que todos os nossos gerentes estejam atentos aos normativos, às resoluções do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e às recomendações do Ministério Público Federal e Ministério Público Estadual", disse o superintendente ao destacar a importância do encontro, que tratou ainda de temas relacionados à prevenção e combate à lavagem de dinheiro.
Também participaram do evento os diretores do Banese José Marcelino, Olga Carvalhaes e Renato Dantas, além dos gerentes regionais do banco e o superintendente de Auditoria, Gilvan de Sousa Santos, entre outros executivos da instituição.