Valadares Filho quer ampliar investimentos em inovação e tecnologia

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 29/08/2018 às 07:43:00

 

Na manhã desta terça-feira (28) o candidato ao governo de Sergipe, Valadares Filho, reuniu representantes da Câmara Empresarial de Tecnologia e Inovação da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio), do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para discutir meios de investir em inovação e tecnologia no estado.
A proposta do candidato é buscar atrativos para fomentar a tecnologia. "Provoquei esta reunião para conhecer um pouco mais dos projetos que a Câmara tem para nosso estado e que são possíveis de executar, a exemplo do 'Projeto Inova + Sergipe'  que visa transformar a realidade da economia de Sergipe, aumentando a competitividade do estado, gerando emprego e renda para a população, por meio do desenvolvimento tecnológico no estado".
Para o coordenador da Câmara Empresarial de Tecnologia, Roger Barros, falta uma integração dentro do governo. 
 Outra sugestão foi que o novo governo proporcione uma parceria com órgãos públicos, a exemplo do Banese, no financiamento de investimentos em pesquisas de inovação e tecnologia. "Nosso governo irá mostrar essa vontade política, faremos esta parceria e buscaremos meios para que isso não pese para os cofres públicos. O Banese tem uma receita que permite esse tipo de investimento", garantiu Valadares.
 "Eu quero fazer essa parceria com colaboradores como vocês, onde o governo irá coordenar o processo. Diferente de gestões tradicionais, teremos uma equipe altamente técnica e que tenha sensibilidade política para colocar em prática essas propostas. Não vamos colocar nosso governo à mercê de vontades partidárias", alertou Valadares Filho.

Na manhã desta terça-feira (28) o candidato ao governo de Sergipe, Valadares Filho, reuniu representantes da Câmara Empresarial de Tecnologia e Inovação da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio), do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para discutir meios de investir em inovação e tecnologia no estado.
A proposta do candidato é buscar atrativos para fomentar a tecnologia. "Provoquei esta reunião para conhecer um pouco mais dos projetos que a Câmara tem para nosso estado e que são possíveis de executar, a exemplo do 'Projeto Inova + Sergipe'  que visa transformar a realidade da economia de Sergipe, aumentando a competitividade do estado, gerando emprego e renda para a população, por meio do desenvolvimento tecnológico no estado".
Para o coordenador da Câmara Empresarial de Tecnologia, Roger Barros, falta uma integração dentro do governo. 
 Outra sugestão foi que o novo governo proporcione uma parceria com órgãos públicos, a exemplo do Banese, no financiamento de investimentos em pesquisas de inovação e tecnologia. "Nosso governo irá mostrar essa vontade política, faremos esta parceria e buscaremos meios para que isso não pese para os cofres públicos. O Banese tem uma receita que permite esse tipo de investimento", garantiu Valadares.
 "Eu quero fazer essa parceria com colaboradores como vocês, onde o governo irá coordenar o processo. Diferente de gestões tradicionais, teremos uma equipe altamente técnica e que tenha sensibilidade política para colocar em prática essas propostas. Não vamos colocar nosso governo à mercê de vontades partidárias", alertou Valadares Filho.