Não tem mais jeito; é Lula ou o caos!

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 29/08/2018 às 23:35:00

 

* Rômulo Rodrigues
É visível a derrocada vergonhosa do golpismo nas suas mais variadas vertentes, conforme atestam todas as pesquisas dos institutos corriqueiros que saem às ruas atrás de algum átimo que lhes dê algum oxigênio para não voltarem para casa de cabeças baixas com, cada dia, mais subidas de Lula, do PT, de Dilma e de quem Lula indicar.
A cruel realidade econômica e política impõe uma verdade inequívoca: ou soltam Lula e deixam disputar a eleição, ou o caos se instala no País com consequências imprevisíveis.
A última pesquisa do IBOPE trás o recado definitivo; Lula em 17 Estados, empata em 6 e perde em apenas 2.
Os números inquestionáveis remetem à conclusão que solto e fazendo campanha, Lula vence no primeiro turno com folga.
Vejamos o apurado, sem divulgação de Minas Gerais, por Estado; Lula vence em Al, BA, CE, MA, PB, PE, PI, RN, SE, AP, MT, MS, PA, RJ, RS e TO.
Lula está empatado tecnicamente com Bolsonaro no PR, SP, GO, ES, SC e RO; sendo que em SP a indicação de vitória de Lula é de 26%, contra 21% de Bolsonaro e Bolsonaro tem vantagem numérica apenas em SC. Bolsonaro lidera fora da margem de erro no AC, RR e DF.
As pesquisas feitas apenas para Bancos e Corretoras Financeiras, com a XP, do Banco Itaú, consolidam o que já ficou provado nas eleições presidenciais de 1945, 1950, 1955 e 1960, que o povo brasileiro não elegeu e nunca elegerá um militar para Presidente da República.
O contra ataque das corporações que pagaram caro pelo golpe; em dinheiro vivo e em fracasso na economia é o que está por trás dos ataques especulativos da Bolsa de São Paulo, com o Dólar acima de R$ 4,00, na manchete do Jornal Estadão, na denúncia requentada do MP de São Paulo contra Fernando Haddad, depois que constataram que, no lugar de Lula, ele também tende a ganhar no primeiro turno.
Como já receberam as mais variadas informações científicas sobre a aventura fracassada de inflarem um candidato que não vai além do exército de reserva dos imbecis midiotizados, estimulados pelo ódio Fascista contra Lula, Dilma, agora Haddad, o PT com tudo que lhes inocularam de violência, homofobismo, misoginia, preconceito, xenofobia e Apartheid Social, ou seja, algo em torno de 20% de votos; ainda tentam alçar o moribundo tucano de Pindamonhangaba através da entrevista de Pedro Malan a Pedro Bial, caracterizada como crime eleitoral explícito.
Lutam desesperadamente contra uma realidade estampada na crueldade da economia, medida nas frustrações do Comércio de Bens, Serviços e Turismo que atinge 72% do setor.
A ofensiva desta semana contra Haddad não passa de ação do MPE de São Paulo, no seu tucanismo desesperado, de requentar uma questão de 2017, já vencida, com o único objetivo de fornecer narrativa ao Jornal Nacional para sua missão inalcançável de virar o jogo eleitoral, como fez em 1989, o que segundo especialistas decentes, que consideram os ataques de agora mais criminosos do que os que conseguiram roubar uma eleição presidencial.
A Sinuca de Bico mais constrangedora, entretanto, está nas mãos da parcela mais golpista do STF; Ministros Barroso, Fachin, Fux, o do PCC, Gilmar e Carminha, aquela que chegou a implorar ao Advogado Sigmaringa Seixas para que este pedisse sua indicação a Lula, pois, segundo ela, era a razão de sua vida.
Outra que está cada dia mais "Destiorada", como se diz no interior, é a que ocupa a PGR e levou seu marido americano para um seminário fajuto na terra dele, com diárias pagas pelo contribuinte brasileiro e, seguindo o rasto deixado por Rodrigo Janot, acaba de negar um pedido de Henrique Meirelles para rejeitar o pedido de registro de candidatura do tucano Alckmin. Meirelles ainda não entendeu que Alckmin é do PSDB.
Um ponto fora da curva do golpe hoje é o de como se livrar da Lava Jato. O pulo fora do Jucá indica que ela chegou ao fim, com o Supremo, com tudo.
É certo que o Juiz Sérgio Moro e o Procurador Dallagnol têm feito de tudo para continuarem sendo Avatares de Savanarolla e Torquemada, mas, mesmo assim, a mídia corporativa ficou tão refém dos monstrengos que ajudou a construir que sente dificuldades de encontrar uma maneira de se livrar dos estorvos e da Operação que está, cada vez mais, entendida como algo que foi massificado como de combate à corrupção e que hoje, está eivada de suspeitas de ser um grande laboratório corruptor por achacamento, como diz Tacla Duran.
Com a batata quente nas mãos, Lula preso, o STF se vê acuado pela ONU, pela OEA, pelo PAPA, pelos mais expressivos líderes mundiais, por Partidos Políticos do mundo inteiro, por Sindicatos dos EUA e da Europa, pelos maiores Jornais do mundo e vai ter que provar se o País ainda se respeita e merece respeito do mundo.
No desespero, querem se mostrar honestos marcando um julgamento de H.C do Lula, fazendo de conta que não sabem que: ou soltam Lula, ou jogam o País no Caos.
É melhor que aproveitem o feriado de 7 de Setembro para assistirem "P.F a lei é para todos"; o Filme de propaganda, feito com dinheiro público e que ninguém viu.
* Rômulo Rodrigues é militante político

* Rômulo Rodrigues

É visível a derrocada vergonhosa do golpismo nas suas mais variadas vertentes, conforme atestam todas as pesquisas dos institutos corriqueiros que saem às ruas atrás de algum átimo que lhes dê algum oxigênio para não voltarem para casa de cabeças baixas com, cada dia, mais subidas de Lula, do PT, de Dilma e de quem Lula indicar.
A cruel realidade econômica e política impõe uma verdade inequívoca: ou soltam Lula e deixam disputar a eleição, ou o caos se instala no País com consequências imprevisíveis.
A última pesquisa do IBOPE trás o recado definitivo; Lula em 17 Estados, empata em 6 e perde em apenas 2.
Os números inquestionáveis remetem à conclusão que solto e fazendo campanha, Lula vence no primeiro turno com folga.
Vejamos o apurado, sem divulgação de Minas Gerais, por Estado; Lula vence em Al, BA, CE, MA, PB, PE, PI, RN, SE, AP, MT, MS, PA, RJ, RS e TO.
Lula está empatado tecnicamente com Bolsonaro no PR, SP, GO, ES, SC e RO; sendo que em SP a indicação de vitória de Lula é de 26%, contra 21% de Bolsonaro e Bolsonaro tem vantagem numérica apenas em SC. Bolsonaro lidera fora da margem de erro no AC, RR e DF.
As pesquisas feitas apenas para Bancos e Corretoras Financeiras, com a XP, do Banco Itaú, consolidam o que já ficou provado nas eleições presidenciais de 1945, 1950, 1955 e 1960, que o povo brasileiro não elegeu e nunca elegerá um militar para Presidente da República.
O contra ataque das corporações que pagaram caro pelo golpe; em dinheiro vivo e em fracasso na economia é o que está por trás dos ataques especulativos da Bolsa de São Paulo, com o Dólar acima de R$ 4,00, na manchete do Jornal Estadão, na denúncia requentada do MP de São Paulo contra Fernando Haddad, depois que constataram que, no lugar de Lula, ele também tende a ganhar no primeiro turno.
Como já receberam as mais variadas informações científicas sobre a aventura fracassada de inflarem um candidato que não vai além do exército de reserva dos imbecis midiotizados, estimulados pelo ódio Fascista contra Lula, Dilma, agora Haddad, o PT com tudo que lhes inocularam de violência, homofobismo, misoginia, preconceito, xenofobia e Apartheid Social, ou seja, algo em torno de 20% de votos; ainda tentam alçar o moribundo tucano de Pindamonhangaba através da entrevista de Pedro Malan a Pedro Bial, caracterizada como crime eleitoral explícito.
Lutam desesperadamente contra uma realidade estampada na crueldade da economia, medida nas frustrações do Comércio de Bens, Serviços e Turismo que atinge 72% do setor.
A ofensiva desta semana contra Haddad não passa de ação do MPE de São Paulo, no seu tucanismo desesperado, de requentar uma questão de 2017, já vencida, com o único objetivo de fornecer narrativa ao Jornal Nacional para sua missão inalcançável de virar o jogo eleitoral, como fez em 1989, o que segundo especialistas decentes, que consideram os ataques de agora mais criminosos do que os que conseguiram roubar uma eleição presidencial.
A Sinuca de Bico mais constrangedora, entretanto, está nas mãos da parcela mais golpista do STF; Ministros Barroso, Fachin, Fux, o do PCC, Gilmar e Carminha, aquela que chegou a implorar ao Advogado Sigmaringa Seixas para que este pedisse sua indicação a Lula, pois, segundo ela, era a razão de sua vida.
Outra que está cada dia mais "Destiorada", como se diz no interior, é a que ocupa a PGR e levou seu marido americano para um seminário fajuto na terra dele, com diárias pagas pelo contribuinte brasileiro e, seguindo o rasto deixado por Rodrigo Janot, acaba de negar um pedido de Henrique Meirelles para rejeitar o pedido de registro de candidatura do tucano Alckmin. Meirelles ainda não entendeu que Alckmin é do PSDB.
Um ponto fora da curva do golpe hoje é o de como se livrar da Lava Jato. O pulo fora do Jucá indica que ela chegou ao fim, com o Supremo, com tudo.
É certo que o Juiz Sérgio Moro e o Procurador Dallagnol têm feito de tudo para continuarem sendo Avatares de Savanarolla e Torquemada, mas, mesmo assim, a mídia corporativa ficou tão refém dos monstrengos que ajudou a construir que sente dificuldades de encontrar uma maneira de se livrar dos estorvos e da Operação que está, cada vez mais, entendida como algo que foi massificado como de combate à corrupção e que hoje, está eivada de suspeitas de ser um grande laboratório corruptor por achacamento, como diz Tacla Duran.
Com a batata quente nas mãos, Lula preso, o STF se vê acuado pela ONU, pela OEA, pelo PAPA, pelos mais expressivos líderes mundiais, por Partidos Políticos do mundo inteiro, por Sindicatos dos EUA e da Europa, pelos maiores Jornais do mundo e vai ter que provar se o País ainda se respeita e merece respeito do mundo.
No desespero, querem se mostrar honestos marcando um julgamento de H.C do Lula, fazendo de conta que não sabem que: ou soltam Lula, ou jogam o País no Caos.
É melhor que aproveitem o feriado de 7 de Setembro para assistirem "P.F a lei é para todos"; o Filme de propaganda, feito com dinheiro público e que ninguém viu.

* Rômulo Rodrigues é militante político