Programa eleitoral

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Centenas de pessoas atenderam ao apelo do prefeito Edvaldo Nogueira e participaram ontem à noite, no Iate de Aracaju, de reunião em que ele apresentou as razões para votar em Belivaldo e nos candidatos majoritários da sua coligação, incluindo Jackson e Ro
Centenas de pessoas atenderam ao apelo do prefeito Edvaldo Nogueira e participaram ontem à noite, no Iate de Aracaju, de reunião em que ele apresentou as razões para votar em Belivaldo e nos candidatos majoritários da sua coligação, incluindo Jackson e Ro

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 31/08/2018 às 07:36:00

 

Começa nessa sexta-feira o programa 
eleitoral gratuito no rádio e na televi
são com a veiculação das propagandas dos candidatos a governador, senador e deputado estadual.
Nos próximos 35 dias, as propagandas desses candidatos serão sempre as segundas, quartas e sextas. Já a dos candidatos a presidente e deputado federal, ocorrerão as terças, quintas e sábados.
No primeiro turno, as emissoras de rádio e televisão têm que veicular dois blocos diários de 25 minutos, a partir de amanhã. Se houver segundo turno, as emissoras de rádio e televisão terão que veicular dois blocos diários de 10 minutos
.
Com isso, nesse primeiro turno o horário de exibição na televisão é das 13h às 13h25 e das 20h30 às 20h55. Já no rádio o horário é da propaganda será das 7hàs 7h25 e das 12h às 12h25.
Do bloco de 25 minutos das terças, quintas e sábados, 12 minutos e 30 segundos são para os candidatos a presidente da República e os outros 12 minutos e 30 segundos para os candidatos a deputado federal.
Já do bloco de 25 minutos das segundas, quartas e sextas, 12 minutos e 30 segundos vão para os candidatos a governador e o restante para os candidatos a senador e deputado estadual.
Dos nove candidatos a governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, da coligação "Pra Sergipe Avançar" (PSD, MDB, PT, PCdoB, PP, DC e PHS), terá o maior tempo no programa eleitoral: 05:42,33.
O segundo maior tempo é de Eduardo Amorim, da coligação "Coragem para mudar Sergipe": 03:49,83. Valadares Filho, da coligação "Um Novo Governo Para Nossa Gente", ficou com o terceiro maior tempo da propaganda no rádio e na TV: 02:27,33.
Os seis outros candidatos a governador têm menos de 30 segundos. Mendonça Prado, da coligação "Dignidade para o Povo" (0:54,33); Márcio Souza (PSOL) e Milton Andrade, da coligação "Uma Nova História para Sergipe", com 0:15,83 cada um;  Dr Emerson (Rede), com 0:12,33; João Tarantella (PSL), com 0:10,83; e Gilvani Santos (PSTU), com um tempo de 0:9,33.
Para presidente da República, oito dos 13 candidatos terão menos de 30 segundos.  Por resolução, o TSE permitiu que partidos e coligações com menos de 30 segundos em cada bloco possam flexibilizar o uso de seus tempos, acumulando-os para veiculação em diferentes datas.
Os oito candidatos com menos de 30 segundos e que podem se beneficiar com essa proposta: Marina Silva (Rede), Guilherme Boulos (Psol), Cabo Daciolo (Patriota), Eymael (DC), Jair Bolsonaro (PSL), João Amoêdo (Novo), João Goulart Filho (PPL) e Vera Lúcia (PSTU).
O programa eleitoral gratuito no rádio e na TV vai até o dia 4 de outubro.

Começa nessa sexta-feira o programa  eleitoral gratuito no rádio e na televi são com a veiculação das propagandas dos candidatos a governador, senador e deputado estadual.
Nos próximos 35 dias, as propagandas desses candidatos serão sempre as segundas, quartas e sextas. Já a dos candidatos a presidente e deputado federal, ocorrerão as terças, quintas e sábados.
No primeiro turno, as emissoras de rádio e televisão têm que veicular dois blocos diários de 25 minutos, a partir de amanhã. Se houver segundo turno, as emissoras de rádio e televisão terão que veicular dois blocos diários de 10 minutos.Com isso, nesse primeiro turno o horário de exibição na televisão é das 13h às 13h25 e das 20h30 às 20h55. Já no rádio o horário é da propaganda será das 7hàs 7h25 e das 12h às 12h25.
Do bloco de 25 minutos das terças, quintas e sábados, 12 minutos e 30 segundos são para os candidatos a presidente da República e os outros 12 minutos e 30 segundos para os candidatos a deputado federal.
Já do bloco de 25 minutos das segundas, quartas e sextas, 12 minutos e 30 segundos vão para os candidatos a governador e o restante para os candidatos a senador e deputado estadual.
Dos nove candidatos a governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, da coligação "Pra Sergipe Avançar" (PSD, MDB, PT, PCdoB, PP, DC e PHS), terá o maior tempo no programa eleitoral: 05:42,33.
O segundo maior tempo é de Eduardo Amorim, da coligação "Coragem para mudar Sergipe": 03:49,83. Valadares Filho, da coligação "Um Novo Governo Para Nossa Gente", ficou com o terceiro maior tempo da propaganda no rádio e na TV: 02:27,33.
Os seis outros candidatos a governador têm menos de 30 segundos. Mendonça Prado, da coligação "Dignidade para o Povo" (0:54,33); Márcio Souza (PSOL) e Milton Andrade, da coligação "Uma Nova História para Sergipe", com 0:15,83 cada um;  Dr Emerson (Rede), com 0:12,33; João Tarantella (PSL), com 0:10,83; e Gilvani Santos (PSTU), com um tempo de 0:9,33.
Para presidente da República, oito dos 13 candidatos terão menos de 30 segundos.  Por resolução, o TSE permitiu que partidos e coligações com menos de 30 segundos em cada bloco possam flexibilizar o uso de seus tempos, acumulando-os para veiculação em diferentes datas.
Os oito candidatos com menos de 30 segundos e que podem se beneficiar com essa proposta: Marina Silva (Rede), Guilherme Boulos (Psol), Cabo Daciolo (Patriota), Eymael (DC), Jair Bolsonaro (PSL), João Amoêdo (Novo), João Goulart Filho (PPL) e Vera Lúcia (PSTU).
O programa eleitoral gratuito no rádio e na TV vai até o dia 4 de outubro.

Apresentação

O primeiro programa eleitoral dos candidatos será mais uma apresentação dele e da família. Nos programas seguintes dos candidatos majoritários haverá sempre apresentação de propostas e ataques aos adversários políticos.

Belivaldo 1

No seu programa eleitoral, o candidato a governador Belivaldo Chagas (PSD) deve focar, além dos projetos de governo, que no seu governo quem vai mandar é ele, não "um pai ou um irmão". Estará alfinetando indiretamente Valadares Filho (PSB), cujo pai é o senador Valadares (PSB), e Eduardo Amorim (PSDB), que é irmão de Edivan Amorim.  

Belivaldo 2

Ressaltará que tem experiência administrativa, estilo próprio de governar e que em quatro meses que está governador já se avançou muito, principalmente nas áreas que colocou como prioridade: Saúde, Segurança Pública e pagamento aos servidores. Enfatizará ainda que os que estão fora da gestão pública ficam com discurso fantasioso para a população, como se fosse resolver os problemas do Estado com "fórmulas prontas ou num passe de mágica".

Valadares Filho 1

Valadares Filho, que estará em um embate direto com Belivaldo, deverá destacar no programa eleitoral a proposta de renovação e mudança para Sergipe. Passará para o eleitor que existe uma "tamanha falta de compromisso do atual governo com o povo, que não tem solução para os problemas, e agora quer passar mais quatro anos atrasando o salário dos servidores".

 Valadares Filho 2

O candidato do PSB deva enfatizar ainda no programa eleitoral que o seu governo será o governo da gestão, que vai consertar o estado de Sergipe com muita determinação e foco, e que a prioridade será "cuidar de nossa gente".

Eduardo 1

Já o programa de Eduardo Amorim deve bater sempre na tecla da "coragem para mudar". Dirá que tem compromisso e planejamento para melhorar a saúde, as finanças e diversas outras pastas que sofreram com "este desgoverno".

Eduardo 2

O candidato tucano deverá destacar ainda que com trabalho e responsabilidade, poderá ser feita a "mudança que Sergipe quer"; e que quer fazer a parte dele pelo futuro de Sergipe.

Quase nada

Os outros seis candidatos a governador por Sergipe terão dificuldades para mostrar seus projetos de governo e até mesmo fazer ataques aos adversários. É que terão menos que 30 segundos de tempo no programa eleitoral gratuito no rádio e na televisão, tendo a maioria um tempo entre 9 e 15 segundos.

Grande ato

Centenas de pessoas participaram ontem à noite, no Iate Clube, de ato organizado pelo prefeito Edvaldo Nogueira, para apresentar os seus candidatos nas eleições deste ano. Edvaldo mostrou as razões para apoiar as candidaturas de Belivaldo Chagas (governo), Eliane Aquino (vice) e Jackson Barreto e Rogério Carvalho o Senado. O prefeito aproveitou a manifestação e apresentou a "Carta de Aracaju", onde faz reivindicações a Belivaldo, caso seja reeleito em outubro.

A Carta

Segundo Edvaldo, a "Carta de Aracaju" é um documento que reúne um conjunto de propostas do município à futura administração estadual. "Face os prejuízos provocados pelos anos de estagnação e retrocesso da gestão municipal anterior, enfrentamos, com determinação, planejamento e foco, todas as dificuldades da etapa da reconstrução da cidade, priorizando a regularização dos salários dos servidores e garantindo o funcionamento dos serviços públicos essenciais, como a limpeza, a educação e a saúde, além de iniciar um ousado programa de retomada de obras", explica.

Melhor nome

Para Edvaldo, "o projeto representado por Belivaldo Chagas se constitui na melhor plataforma de gestão para Sergipe e é o único capaz de manter em curso as transformações sociais e econômicas, com inclusão, desenvolvimento sustentável, avanços tecnológicos e progresso, proponho que seja incorporado ao Programa de Governo um conjunto de ideias para melhor atender ao povo aracajuano, a partir de 1º de janeiro de 2019".

Segurança

Edvaldo quer uma participar da definição da política de segurança pública, com as seguintes proposições:  "Integração da Secretaria da Segurança Pública com a Guarda Municipal de Aracaju; Reestruturação e ampliação das delegacias de polícia em Aracaju; Ampliação do efetivo do policiamento da capital; Compartilhamento das informações captadas pela rede de videomonitoramento em Aracaju."

Saúde

No caso da Saúde, acha que é preciso intensificar a parceria entre o Governo Estadual e a Administração Municipal para ampliar e melhorar a prestação dos serviços nesta área tão sensível ao nosso povo. "Por isso, defendo: Ampliação do cofinanciamento da Saúde, por parte do Estado, em Aracaju;  Ampliação da oferta de serviços de média e alta complexidade;  Retomada da obra do Hospital do Câncer".

Desenvolvimento

Para que novas conquistas se tornem realidade na área de Desenvolvimento Urbano e na Mobilidade, o município propõe:  "Parceria para a construção da Avenida Perimetral Oeste; Duplicação da Avenida Melício Machado;  Implantação de esgotamento sanitário na Zona de Expansão; Construção de 2.500 unidades habitacionais;  Planejamento conjunto das ações da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) na capital".  O prefeito também apresentou reivindicações no campo do Desenvolvimento Econômico e no Turismo, e para a Educação.

Próprio bolso

O candidato a governador Milton Andrade (PMN) é o único majoritário que está fazendo campanha com recursos próprios e doações de amigos, por ser contrário ao uso de verbas do Fundo Eleitoral para custear despesas inerentes à campanha. "Não tem sentido existir Fundo Eleitoral. É dinheiro público e eu não concordo que seja usado em campanha política", afirmou Milton, que disputa pela primeira vez um mandato eletivo.

Dias contados 1

Segundo a procuradora regional eleitoral, Eunice Dantas, o candidato a governador João Tarantella e o candidato a senador Cadu Silva, ambos do PSL, assim como os candidatos do partido a deputado estadual e a deputado federal, vão continuar fazendo campanha até que a justiça eleitoral indefira suas candidaturas. É que o pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), acatando pedido do Ministério Público Eleitoral, indeferiu o demonstrativo de regularidade partidária (Drap) da legenda, pelo não cumprimento da cota de gênero.

Dias contados 2

Reafirma Eunice que o Drap é pré-requisito para participação do partido na eleição. "A legislação eleitoral determina que cada partido ou coligação deve reservar o mínimo de 30% e o máximo de 70% para candidaturas de cada sexo.  Algumas candidatas do PSL desistiram das candidaturas e, apesar de convocado a substituir as postulantes, a legenda não cumpriu a regra eleitoral", afirmou, justificando porque os candidatos do PSL terão indeferido registro de candidatura.

Mais candidatos 1

Trinta e cinco partidos lançaram candidatos à Câmara dos Deputados para a eleição deste ano. A lista é liderada pelo Psol, com 532 candidatos, o equivalente a 6,3% do total; e pelo PSL, com 480 candidatos, ou 5,7% do total. Depois aparecem PT (398 candidatos), Patriotas (359), Avante (353) e MDB (338), cada um deles com cerca de 4% do total de 8.395 candidatos a deputado federal. Essa será a eleição com o maior número de candidatos na história da Câmara.

Mais candidatos 2

A divisão do número total de postulantes ao cargo pelas 513 vagas de deputado federal mostra uma relação de 16,1 candidato por vaga. Em 2002, por exemplo, essa relação era de apenas 8 candidatos por vaga.

Veja essa ...

O candidato ao Senado pelo MDB, Jackson Barreto, afirmou que esteve em Brasília cobrando a emenda impositiva de R$50 milhões para a saúde e foi surpreendido com o motivo da demora na liberação. "Foi feito empenho e a emenda não foi liberada porque tem dedo político do governo federal e de político de Sergipe contrário à liberação de recursos". Quem será?

Curtas

Eduardo Amorim esteve ontem em São Paulo para reunião com o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB). Conversaram sobre as necessidades de Sergipe no âmbito federal e sobre a importância de um governo alinhado com o Estado para o seu crescimento. Eduardo voltou ontem mesmo a Sergipe, para cumprimento de agenda hoje.

Nesta sexta-feira Eduardo participará, às 7h20, de entrevista na Rádio Jovem Pan; às 16h30, fará uma mini-carreata em Nossa Senhora do Socorro; e às 19h, estará em Boquim participando de reunião com o Prefeito e lideranças de Boquim. 

Na agenda de Belivaldo Chagas de hoje consta gravação de programa eleitoral, às 7h; agenda administrativa, às 9h; caminhada em Tobias Barreto, às 19h; e inauguração do comitê da candidata a deputada estadual Diná Almeida (Podemos), às 20.

Já na agenda do candidato Mendonça Prado (DEM) de hoje consta entrevista na Rádio Cultura 670AM, às 7h; caminhada nas Ruas de Pirambu, às 9h; visita Institucional à UNIT, às 17h; e atividades na Barra dos Coqueiros, às 19h.