Expectativa com o programa eleitoral

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A caravana da mudança voltou à Nossa Senhora do Socorro na tarde desta sexta-feira, 31. Desta vez, o candidato ao Governo de Sergipe, Eduardo Amorim (PSDB), percorreu as ruas do Conjunto Marcos Freire II. \"Mais uma vez os socorrenses transmitiram men
A caravana da mudança voltou à Nossa Senhora do Socorro na tarde desta sexta-feira, 31. Desta vez, o candidato ao Governo de Sergipe, Eduardo Amorim (PSDB), percorreu as ruas do Conjunto Marcos Freire II. \"Mais uma vez os socorrenses transmitiram men

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 01/09/2018 às 07:59:00

 

Estamos a 37 dias das eleições deste 
ano e o cenário ainda não é dos me
lhores para os mais de 500 candidatos nas eleições deste ano em Sergipe. Isso porque a população não está nem ai para os que chegam em sua cidade, em seu bairro, atrás de voto, seja através de carreata ou caminhada.
A apatia ainda é grande, o que vem impressionando os próprios candidatos acostumados a um clima de eleição acalorado, com abraços, apertos de mão e sorrisos por parte da população que não é mais tão receptiva.
Só se está vendo um clima de campanha nos grandes atos organizados esporadicamente pelos candidatos da coligação, quando são utilizadas bandeiras e praginhas, e colocado ônibus à disposição da população.  
Esse cenário político tem muito a ver com a descrença na classe política, fruto dos escândalos midiáticos de corrupção e a disseminação bastante negativa do que é a política e a quase criminalização da política que tem sido oferecida ao público, sobretudo, pela Operação Lava Jato.
O resultado disso é que mesmo a pouco mais de um mês das eleições, ainda é grande o número de eleitores que não sabe em quem votar ou até mesmo já está decidido a anular o seu voto.
A expectativa dos candidatos é com o programa eleitoral gratuito no rádio e na televisão, que começou ontem com os candidatos a governador, senador e deputado estadual. Avaliam que ao aparecerem na TV falando das suas propostas e projetos, com convicção e convencimento, vão levar o eleitor a quebrar a apatia e a indiferença com relação às eleições e aos candidatos que entendem como mais qualificados e éticos.
Não dá para crer muito nisso, pois nas eleições deste ano está maior o numero de candidatos com a intenção de anular o seu voto e, até mesmo, nem comparecer às urnas para votar. Não só as pesquisas mostram isso, como as conversas nas rodas de amigos e almoços de família.
Com isso, os candidatos vão ter que rebolar muito para conseguir levar o eleitor até às urnas no dia 7 de outubro e a votar neles, sem perder a oportunidade de desclassificar os adversários pelas redes sociais...

Estamos a 37 dias das eleições deste  ano e o cenário ainda não é dos me lhores para os mais de 500 candidatos nas eleições deste ano em Sergipe. Isso porque a população não está nem ai para os que chegam em sua cidade, em seu bairro, atrás de voto, seja através de carreata ou caminhada.
A apatia ainda é grande, o que vem impressionando os próprios candidatos acostumados a um clima de eleição acalorado, com abraços, apertos de mão e sorrisos por parte da população que não é mais tão receptiva.
Só se está vendo um clima de campanha nos grandes atos organizados esporadicamente pelos candidatos da coligação, quando são utilizadas bandeiras e praginhas, e colocado ônibus à disposição da população.  
Esse cenário político tem muito a ver com a descrença na classe política, fruto dos escândalos midiáticos de corrupção e a disseminação bastante negativa do que é a política e a quase criminalização da política que tem sido oferecida ao público, sobretudo, pela Operação Lava Jato.
O resultado disso é que mesmo a pouco mais de um mês das eleições, ainda é grande o número de eleitores que não sabe em quem votar ou até mesmo já está decidido a anular o seu voto.
A expectativa dos candidatos é com o programa eleitoral gratuito no rádio e na televisão, que começou ontem com os candidatos a governador, senador e deputado estadual. Avaliam que ao aparecerem na TV falando das suas propostas e projetos, com convicção e convencimento, vão levar o eleitor a quebrar a apatia e a indiferença com relação às eleições e aos candidatos que entendem como mais qualificados e éticos.
Não dá para crer muito nisso, pois nas eleições deste ano está maior o numero de candidatos com a intenção de anular o seu voto e, até mesmo, nem comparecer às urnas para votar. Não só as pesquisas mostram isso, como as conversas nas rodas de amigos e almoços de família.
Com isso, os candidatos vão ter que rebolar muito para conseguir levar o eleitor até às urnas no dia 7 de outubro e a votar neles, sem perder a oportunidade de desclassificar os adversários pelas redes sociais...

Lula 1

O primeiro dia do programa eleitoral gratuito no rádio e na televisão, veiculado nessa sexta-feira, mostrou três candidatos a senador usando a imagem do candidato a presidente Lula (PT) para angariar votos: Rogério Carvalho (PT) e Jackson Barreto (MDB), da coligação de Belivaldo Chagas (PSD), e Heleno Silva (PRB), da coligação de Eduardo Amorim (PSDB).

Lula 2

Rogério colocou o candidato à vice-presidente de Lula, o Fernando Haddad (PT), para declarar que é o candidato de Lula para o Senado. Exibiu uma carta dele para Lula, que encontra-se preso em Curitiba, e a resposta do ex-presidente dizendo que merecia continuar sua luta já que faltou pouco para ser eleito senador em 2014, e que o povo ia reparar essa injustiça.

Lula 3

Jackson, que é companheiro de chapa de Rogério, falou que foi Lula que o incentivou a continuar na vida pública após deixar o governo por entender que ainda podia contribuir muito pelo país e por Sergipe e, para isso, precisava continuar na linha de frente. Disse que pesou para voltar atrás na sua decisão de não ser mais candidato foi o fato do país ter mudado para pior após ser vítima do golpe que tirou Dilma Roussef da presidência.   

Lula 4

O que mais chamou a atenção foi Heleno Silva usar o nome de Lula no programa eleitoral, visando angariar votos. Disse que quando deputado federal votou nos projetos sociais do então presidente Lula, a exemplo do Bolsa Família.

Lula 5

A utilização do nome de Lula por Heleno no programa eleitoral surpreendeu porque ele integra a coligação de Eduardo Amorim, que vota com o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB), e tem como companheiro de chapa André Moura (PSC), que é líder do governo Temer no Congresso Nacional.

Mote de campanha 1

Com relação aos candidatos a governador, o primeiro programa eleitoral deixou claro a linha que cada um vai adotar na campanha. Belivaldo Chagas destacou que é o mais preparado para superar os desafios do governo, em razão da crise nacional, que vai sanar as finanças, fazer gestão moderna e inovadora.

Mote de campanha 2

O primeiro programa de Eduardo Amorim mostrou que ele é o mais preparado e representa a mudança que Sergipe quer. Mostrou ainda que tem força e coragem, que Sergipe tem jeito e o que falta é governo.

Mote de campanha 3

Já o programa de Valadares Filho foi pela linha de que "chegou a hora de construir juntos um projeto para nossa gente, com Valadares Filho governador".

Sem tempo

Com menos de 30 segundos, os outros candidatos a governador não conseguiram passar qualquer mensagem. O candidato Milton Andrade (PMN), com 15 segundos, só conseguiu falar: "A velha política não me deixa falar. Entre nas redes sociais e converse com a gente".   

Aval do TRE 1

O pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) deferiu ontem o registro de candidatura de Rogério Carvalho (PT), candidato a senador pela coligação de Belivaldo Chagas. "Isso é só o começo e vamos mais longe! Foi por unanimidade, meus amigos! O Tribunal Regional Eleitoral deferiu meu registro de candidatura. O deferimento foi por 7X0. O pleno do TRE entendeu que eu sou Ficha Limpa, e portanto, elegível", desabafou.

Aval do TRE 2

Ressaltou ainda o candidato: "A verdade sempre prevalece. A vontade do povo também. Obrigado por tantas mensagens de carinho. Eu preciso do apoio de vocês nessa caminhada pra gente juntos darmos voz ao Senado".

Bandeira branca 1

Já foi resolvido o clima de animosidade entre Rogério Carvalho e Jackson Barreto. Isso ficou claro em ato político realizado anteontem à noite, no Iate Clube, organizado pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB), quando teve troca de elogios entre os dois.

Bandeira branca 2

Rogério foi o primeiro a discursar e disse estar honrado em  compor a chapa com JB. "Todos sabem a história de vida de Jackson. É uma honra compor chapa com ele. Sergipe é um estado que tem voz e levaremos essa voz para Brasília", disse.

Bandeira branca 3

Discursando em seguida, Jackson falou: "Para ajudar nossa cidade e nosso estado temos que eleger no Senado eu e Rogério Carvalho. Seremos vozes atuantes e ajudaremos o presidente eleito".

Na lista de indeferidos

Até ontem o TRE indeferiu 17 pedidos de registro de candidaturas por ausência de apresentação de certidões criminais, falta de filiação partidária, ausência de quitação eleitoral e de comprovante de alfabetização. Entre os indeferidos, o candidato a senador Betinho (PMB); o 2º suplente de senador de André Moura, o Edvaldo (PR); a suplente de senador Maria José da Silva, da coligação "Uma nova história para Sergipe"; o candidato a deputado federal José Vieira, da Coligação Coragem pra Mudar Sergipe; e 13 candidatos a deputado estadual, entre eles o ex-deputado Nelson Araújo (PV) e o vereador Vado da Lotérica.

Fora da lista

Estão fora dessa lista de indeferidos pelo TRE, por não cumprir cota de gênero, os candidatos do PSL como João Tarantella, candidato a governador, e Cadu Silva, candidato a senador, e demais candidatos a deputado estadual e deputado federal. Tarantella já fechou a cota de mulheres estabelecida pela legislação e recorreu.

Mais um afastado

O TRE determinou ontem, por maioria, o afastamento do prefeito e do vice-prefeito de Areia Branca, Alan Santos e José Francisco das Chagas  respectivamente, pelo crime de captação ilícita de sufrágio, ou seja, compra de votos nas eleições 2016. A acusação é de que um primo do prefeito teria sido flagrado dando dinheiro a eleitores em troca de votos.

Multa

 Além da perda dos mandatos, o pleno do TRE decidiu que os gestores deverão pagar multa equivalente a 10 mil ufirs. Com a decisão, os dois terão diploma cassado. A assessoria jurídica vai recorrer

Outro afastado

Na quarta-feira passada o TRE cassou o mandato da prefeita de Riachão do Dantas, Gerana Costa (Avante) e do seu vice Luciano Gois (PSB) por divulgação de pesquisa fraudulenta, que a beneficiou, nas eleições de 2016.

Veja essa ...

Da vereadora Emília Corrêa (Patriota), candidata a deputada federal, comentando a prisão de uma mãe acusada de cegar os três filhos para conseguir benefício do INSS: "A sociedade está doente, as pessoas querem dinheiro a qualquer custo".

Curtas

 Na agenda de hoje Valadares Filho consta a realização de mini carreata na região sul com saída às 8h de Estância, passando por Santa Luzia, Indiaroba, Umbaúba, Cristinápolis e Tomar do Geru. No domingo, VF participa, às 9h, do Desfile Cívico Estudantil, na Rua Bahia; e às 15h de mini-carreata no Bairro Santa Maria.

 Belivaldo Chagas participa de mini carreata hoje, no leste sergipano, com saída às 9h de Maruim, passando por Santo Amaro, Rosário do Catete, General Maynard, Carmópolis, Japaratuba e Pirambú; às 16h, participa de mini carreata no Complexo Taiçoca, em Socorro. Amanhã BC participará de carreata no sul sergipano, a partir das 9h, com saída de Estância, passando por Santa Luzia, Indiaroba, Umbaúba, Cristinápolis e Tomar do Geru.

Na agenda deste sábado do candidato a governador Mendonça Prado consta, a partir das 9h, o 25 nas ruas de Riachão do Dantas e às 17h, nas ruas do conjunto Piabeta e imediações, em Nossa Senhora do Socorro.

Já Eduardo Amorim participa hoje, às 8h, de carreata do Baixo São Francisco, com saída de São Francisco, passando por Japoatã, Pacatuba, Brejo Grande, Ilha das Flores, Santana do São Francisco e Neópolis.