Mulher abandona bebê em lata de lixo de hospital

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/09/2018 às 23:03:00

 

Um bebê recém-nascido de nove meses foi encontrado no latão de lixo de um dos banheiros do Hospital Regional Jessé de Andrade Fontes, em Estância (Centro-Sul), no último final de semana. A descoberta aconteceu na noite deste sábado, quando funcionários do hospital desconfiaram de um choro que vinha do local. O menino foi socorrido e estabilizado no próprio hospital, mas o estado de saúde dele foi considerado bom e os médicos lhe deram alta no final da tarde de ontem. De acordo com a direção do hospital, o menino é saudável e nasceu com a gestação completa.
A suspeita é de que a mãe da criança tenha entrado em trabalho de parto no banheiro do hospital e, depois de ter o bebê, o abandonou em meio a porções de papel higiênico, ainda com os restos placentários. A mulher fugiu em seguida e não foi encontrada. A direção do hospital recuperou imagens do circuito interno de segurança e as entregou à Polícia Civil, que instaurou inquérito na Delegacia de Atendimento a Grupos Vulneráveis em Estância, a fim de identificar a mãe do bebê e seus respectivos familiares. 
O Conselho Tutelar do município de Estância informou que o bebê já está sob guarda do Juizado da Infância e Adolescência da comarca local, que pode encaminhá-lo a um abrigo caso nenhum familiar reclame a guarda da criança nas próximas horas. Se nenhum parente for identificado, a criança será entregue para adoção. 

Um bebê recém-nascido de nove meses foi encontrado no latão de lixo de um dos banheiros do Hospital Regional Jessé de Andrade Fontes, em Estância (Centro-Sul), no último final de semana. A descoberta aconteceu na noite deste sábado, quando funcionários do hospital desconfiaram de um choro que vinha do local. O menino foi socorrido e estabilizado no próprio hospital, mas o estado de saúde dele foi considerado bom e os médicos lhe deram alta no final da tarde de ontem. De acordo com a direção do hospital, o menino é saudável e nasceu com a gestação completa.
A suspeita é de que a mãe da criança tenha entrado em trabalho de parto no banheiro do hospital e, depois de ter o bebê, o abandonou em meio a porções de papel higiênico, ainda com os restos placentários. A mulher fugiu em seguida e não foi encontrada. A direção do hospital recuperou imagens do circuito interno de segurança e as entregou à Polícia Civil, que instaurou inquérito na Delegacia de Atendimento a Grupos Vulneráveis em Estância, a fim de identificar a mãe do bebê e seus respectivos familiares. 
O Conselho Tutelar do município de Estância informou que o bebê já está sob guarda do Juizado da Infância e Adolescência da comarca local, que pode encaminhá-lo a um abrigo caso nenhum familiar reclame a guarda da criança nas próximas horas. Se nenhum parente for identificado, a criança será entregue para adoção.