Sergipe cuida da escolha do novo presidente

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 05/09/2018 às 06:18:00

 

Depois de escolher em pleito democrático seus 40 conselheiros, os rubros já pensam agora na escolha do novo presidente e vice-presidente do clube, o que deve acontecer no mês de outubro.
"Não sabemos ainda se no início ou no final. O importante é que será no mês de outubro, possivelmente depois do aniversário do clube, que acontece no dia 17 de outubro. E posso adiantar que não serei candidato", revelou Lailson Melo, atual presidente do clube, que deve conduzir esse processo eleitoral.
Na última sexta-feira, o Sergipe escolheu os 40 novos conselheiros. De acordo com o novo estatuto já vigente, sócios regulares com sua situação no clube, de qualquer categoria, até das mais baixas, pôde colocar livremente seu nome à disposição dos demais e subir para a categoria de Conselheiro. 
Com votos de 54% do "colégio eleitoral" presente, 40 nomes, entre novos e velhos conhecidos da nação colorada, já foram eleitos e se juntarão a outros 20 nomes a serem definidos pelo Conselho Deliberativo atual, que em breve se dissolverá para dar lugar ao novo. 
Os 60 conselheiros formado no total, terão a honrosa missão de vida política e decisória no clube para deliberar ações estratégicas importantes e conduzir o Mais Querido nessa longa história centenária por mais 3 (três) anos. A mais urgente, trata-se da eleição do novo presidente-executivo, que terá que sair desse conselho formado, podendo até ser um dos novos. Um novo presidente do próprio Conselho também terá que ser eleito.

Depois de escolher em pleito democrático seus 40 conselheiros, os rubros já pensam agora na escolha do novo presidente e vice-presidente do clube, o que deve acontecer no mês de outubro.
"Não sabemos ainda se no início ou no final. O importante é que será no mês de outubro, possivelmente depois do aniversário do clube, que acontece no dia 17 de outubro. E posso adiantar que não serei candidato", revelou Lailson Melo, atual presidente do clube, que deve conduzir esse processo eleitoral.
Na última sexta-feira, o Sergipe escolheu os 40 novos conselheiros. De acordo com o novo estatuto já vigente, sócios regulares com sua situação no clube, de qualquer categoria, até das mais baixas, pôde colocar livremente seu nome à disposição dos demais e subir para a categoria de Conselheiro. 
Com votos de 54% do "colégio eleitoral" presente, 40 nomes, entre novos e velhos conhecidos da nação colorada, já foram eleitos e se juntarão a outros 20 nomes a serem definidos pelo Conselho Deliberativo atual, que em breve se dissolverá para dar lugar ao novo. 
Os 60 conselheiros formado no total, terão a honrosa missão de vida política e decisória no clube para deliberar ações estratégicas importantes e conduzir o Mais Querido nessa longa história centenária por mais 3 (três) anos. A mais urgente, trata-se da eleição do novo presidente-executivo, que terá que sair desse conselho formado, podendo até ser um dos novos. Um novo presidente do próprio Conselho também terá que ser eleito.