PM prende suspeito por receptação e extorsão em Itabaiana

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 05/09/2018 às 06:43:00

 

Equipes do Grupamento Especial Tático de Motos (Getam) do 3° Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) prenderam em flagrante, na manhã de ontem, Josemir Oliveira Cunha, pelos crimes de receptação e extorsão, na cidade de Itabaiana. A ação policial ocorreu por volta das 11h, momento em que o Getam foi informado sobre a prática da extorsão. De acordo com a denúncia, Josemir estaria em posse de um aparelho celular roubado, tentando obter vantagem do proprietário do aparelho.
Segundo informações fornecidas pela vítima, o suspeito teria feito contato e havia marcado um encontro, declarando em ligação telefônica, que o telefone celular roubado, um Iphone modelo 6s, somente seria devolvido mediante o pagamento de R$200. Na Praça João Pessoa, local exigido pelo infrator para o encontro, os militares abordaram Josimar e recuperaram o produto do roubo. Diante dos fatos, a guarnição policial conduziu as partes envolvidas à Delegacia Regional de Itabaiana, para que as providências necessárias fossem tomadas.

Equipes do Grupamento Especial Tático de Motos (Getam) do 3° Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) prenderam em flagrante, na manhã de ontem, Josemir Oliveira Cunha, pelos crimes de receptação e extorsão, na cidade de Itabaiana. A ação policial ocorreu por volta das 11h, momento em que o Getam foi informado sobre a prática da extorsão. De acordo com a denúncia, Josemir estaria em posse de um aparelho celular roubado, tentando obter vantagem do proprietário do aparelho.
Segundo informações fornecidas pela vítima, o suspeito teria feito contato e havia marcado um encontro, declarando em ligação telefônica, que o telefone celular roubado, um Iphone modelo 6s, somente seria devolvido mediante o pagamento de R$200. Na Praça João Pessoa, local exigido pelo infrator para o encontro, os militares abordaram Josimar e recuperaram o produto do roubo. Diante dos fatos, a guarnição policial conduziu as partes envolvidas à Delegacia Regional de Itabaiana, para que as providências necessárias fossem tomadas.