Vereador apresenta Moção de Protesto ao Governo Federal

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 05/09/2018 às 06:55:00

 

O vereador Iran Barbosa protocolou, na Câmara Municipal de Aracaju, a Moção de Protesto Nº 61/2018, em razão da drástica redução, no Orçamento Geral da União, dos recursos destinados à reforma e manutenção do Museu Nacional, localizado no Rio de Janeiro.
Iran, durante o seu discurso no Parlamento Municipal, nesta terça-feira, 4, lamentou o incêndio que atingiu parte importante da história do Brasil, como também anunciou a apresentação da propositura.
"É triste testemunhar que o descaso transforma nossa história, nossa arte e nossa ciência, literalmente, em cinzas. Manifesto a minha repulsa à política de desmonte da cultura, instituída por esse governo que corta investimento em áreas tão essenciais para o nosso povo. Não é o primeiro espaço de preservação de memória do nosso povo que passa por uma situação como essa", asseverou.
De acordo com o parlamentar, o incêndio causou a perda da maior parte do acerco de mais de 20 milhões de itens científicos e históricos raríssimos, reunidores no prédio de 215 anos.
"O Museu Nacional vinha em acelerado processo de deterioração nos últimos anos, com sucessivos relatos de avarias e falta de manutenção, situação que se agravava devido a sucessivos cortes orçamentários", lamentou.
"Apresentamos a Moção de Protesto porque o fatídico incêndio, apesar de previsível, foi consequência de uma política de desvalorização e de redução de investimentos na nossa cultura", justificou Iran Barbosa, que no início dos trabalhos legislativos, nesta terça-feira, pediu um minuto de silêncio pela perda irreparável do acervo do Museu Nacional.

O vereador Iran Barbosa protocolou, na Câmara Municipal de Aracaju, a Moção de Protesto Nº 61/2018, em razão da drástica redução, no Orçamento Geral da União, dos recursos destinados à reforma e manutenção do Museu Nacional, localizado no Rio de Janeiro.
Iran, durante o seu discurso no Parlamento Municipal, nesta terça-feira, 4, lamentou o incêndio que atingiu parte importante da história do Brasil, como também anunciou a apresentação da propositura.
"É triste testemunhar que o descaso transforma nossa história, nossa arte e nossa ciência, literalmente, em cinzas. Manifesto a minha repulsa à política de desmonte da cultura, instituída por esse governo que corta investimento em áreas tão essenciais para o nosso povo. Não é o primeiro espaço de preservação de memória do nosso povo que passa por uma situação como essa", asseverou.De acordo com o parlamentar, o incêndio causou a perda da maior parte do acerco de mais de 20 milhões de itens científicos e históricos raríssimos, reunidores no prédio de 215 anos.
"O Museu Nacional vinha em acelerado processo de deterioração nos últimos anos, com sucessivos relatos de avarias e falta de manutenção, situação que se agravava devido a sucessivos cortes orçamentários", lamentou.
"Apresentamos a Moção de Protesto porque o fatídico incêndio, apesar de previsível, foi consequência de uma política de desvalorização e de redução de investimentos na nossa cultura", justificou Iran Barbosa, que no início dos trabalhos legislativos, nesta terça-feira, pediu um minuto de silêncio pela perda irreparável do acervo do Museu Nacional.