Caio Simões volta a dirigir equipes do Norte do país

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Caio Simões dirigiu as equipes de base do Sergipe
Caio Simões dirigiu as equipes de base do Sergipe

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 07/09/2018 às 06:47:00

 

O jovem técnico Caio 
Simões vai encara 
mais um desafio na sua carreira como técnico de futebol profissional. Depois de dirigir equipes de base no futebol sergipano, com destaque no Sergipe onde se sagrou campeão várias vezes, Simões volta a dirigir uma equipe no Norte do País. Simões em 2016 treinou o Tapajós da segunda divisão do Pará.  Agora ele recebeu e aceitou o convite para dirigir a equipe do Paraense, também da segunda divisão daquele estado do Norte do país
Caio César Cavalcanti Simões de 29 anos, diz que voltar a trabalhar no Pará é mais um desafio na sua curta carreira de treinador. "A diretoria me fez uma proposta, conversei com minha família e aceitei o convite, por se tratarem de pessoas que já conhecem o trabalho que fiz ao longo da minha carreira e também pelo trabalho mostrado no comando do Sergipe. O que mais pesou para eu aceitar foi a oportunidade de cada vez mais mostrar o meu trabalho, em um campeonato profissional e por se tratar de um clube que tem muito para crescer, com jogadores experientes com jogadores jovens e uma comissão técnica qualificada", explicou Caio Simões.
O jovem técnico já trabalhou nesta função em outras equipes profissionais como o Vera Cruz-PE (duas vezes) e Estanciano. Como auxiliar, já trabalhou no Confiança, Sergipe, Botafogo-PB, Salgueiro, Vera Cruz-PE, Central de Caruaru e Picos-PI.

O jovem técnico Caio  Simões vai encara  mais um desafio na sua carreira como técnico de futebol profissional. Depois de dirigir equipes de base no futebol sergipano, com destaque no Sergipe onde se sagrou campeão várias vezes, Simões volta a dirigir uma equipe no Norte do País. Simões em 2016 treinou o Tapajós da segunda divisão do Pará.  Agora ele recebeu e aceitou o convite para dirigir a equipe do Paraense, também da segunda divisão daquele estado do Norte do país
Caio César Cavalcanti Simões de 29 anos, diz que voltar a trabalhar no Pará é mais um desafio na sua curta carreira de treinador. "A diretoria me fez uma proposta, conversei com minha família e aceitei o convite, por se tratarem de pessoas que já conhecem o trabalho que fiz ao longo da minha carreira e também pelo trabalho mostrado no comando do Sergipe. O que mais pesou para eu aceitar foi a oportunidade de cada vez mais mostrar o meu trabalho, em um campeonato profissional e por se tratar de um clube que tem muito para crescer, com jogadores experientes com jogadores jovens e uma comissão técnica qualificada", explicou Caio Simões.
O jovem técnico já trabalhou nesta função em outras equipes profissionais como o Vera Cruz-PE (duas vezes) e Estanciano. Como auxiliar, já trabalhou no Confiança, Sergipe, Botafogo-PB, Salgueiro, Vera Cruz-PE, Central de Caruaru e Picos-PI.