Mão Amiga Cana encerra seminários nos municípios e prepara pagamento da 4 ª parcela

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 07/09/2018 às 07:12:00

 

A secretaria de Estado da Inclusão Social (Seidh) encerrou, nesta quarta-feira, 05, mais um ciclo de seminários do Programa Mão Amiga Cana. Capela e Aquidabã foram os municípios que receberam o último dia de palestras, cuja participação é a contrapartida obrigatória dos trabalhadores rurais. Em Capela, os 1050 beneficiários do programa assistiram a uma palestra sobre aposentadoria para o trabalhador do campo. Em Aquidabã, o tema abordado junto aos 101 beneficiários foi o uso de agrotóxicos. A participação no seminário é pré-requisito para o recebimento da última parcela do benefício, que será paga no dia 30 de setembro.
Sobre Capela, a diretora Inclusão Produtiva (DIP) da Seidh, Heleonora Cerqueira, destacou os números do município no programa. "Aqui, nós temos o maior número de participantes por município de todo o Mão Amiga. São 1.050 agricultores cadastrados e isso significa que, até o final desta edição, serão R$ 798.000,00 investidos em Capela. Então o programa não apenas impacta a vida dessas pessoas de maneira positiva, como também estimula o comércio local", observou.
O Mão Amiga é um programa de transferência de renda do governo do estado, 100% custeado com recursos do tesouro estadual [Fundo de Combate à Pobreza], para minimizar os efeitos do desemprego no período da entressafra do cultivo. Além da Cana, também é contemplada a cultura da Laranja, beneficiando mais cerca de 4.500 catadores de 14 municípios da citricultura. Enquanto a edição 2018 do Mão Amiga Cana está sendo encerrado, a do Mão Amiga Laranja está sendo iniciada, com inscrições abertas nos municípios.

A secretaria de Estado da Inclusão Social (Seidh) encerrou, nesta quarta-feira, 05, mais um ciclo de seminários do Programa Mão Amiga Cana. Capela e Aquidabã foram os municípios que receberam o último dia de palestras, cuja participação é a contrapartida obrigatória dos trabalhadores rurais. Em Capela, os 1050 beneficiários do programa assistiram a uma palestra sobre aposentadoria para o trabalhador do campo. Em Aquidabã, o tema abordado junto aos 101 beneficiários foi o uso de agrotóxicos. A participação no seminário é pré-requisito para o recebimento da última parcela do benefício, que será paga no dia 30 de setembro.
Sobre Capela, a diretora Inclusão Produtiva (DIP) da Seidh, Heleonora Cerqueira, destacou os números do município no programa. "Aqui, nós temos o maior número de participantes por município de todo o Mão Amiga. São 1.050 agricultores cadastrados e isso significa que, até o final desta edição, serão R$ 798.000,00 investidos em Capela. Então o programa não apenas impacta a vida dessas pessoas de maneira positiva, como também estimula o comércio local", observou.
O Mão Amiga é um programa de transferência de renda do governo do estado, 100% custeado com recursos do tesouro estadual [Fundo de Combate à Pobreza], para minimizar os efeitos do desemprego no período da entressafra do cultivo. Além da Cana, também é contemplada a cultura da Laranja, beneficiando mais cerca de 4.500 catadores de 14 municípios da citricultura. Enquanto a edição 2018 do Mão Amiga Cana está sendo encerrado, a do Mão Amiga Laranja está sendo iniciada, com inscrições abertas nos municípios.