Vereador Pedro da Lagoa é o prefeito interino de Riachão do Dantas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 07/09/2018 às 07:24:00

 

Em sessão solene realizada na noite desta quarta-feira (5) a Câmara de Vereadores do município de Riachão do Dantas, no Centro-Sul do estado, deu posse ao prefeito interino, vereador e presidente do Legislativo Pedro Santos Oliveira, o Pedro da Lagoa, filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT).
Com o afastamento da prefeita Gerana Costa (PT do B) e do seu vice Luciano Gois, por determinação do Tribunal Regional Elitoral (TER/SE) no último dia 29 de agosto, o parlamentar assume o mandato até julgamento do processo em questão ou a realização de novas eleições o que por Lei, pode ocorrer dentro de até 45 dias.
Nascido no povoado Lagoa, na zona rural daquele município, é funcionário público, tem 46 anos, casado, pai de duas filhas, está em seu segundo mandato como vereador. 
Durante seu primeiro mandato no ano de 2010 ele já havia experimentado o poder executivo em razão ao afastamento do então prefeito Laelson Meneses (PT do B), por ironia, esposo da prefeita Gerana Costa.
Nas eleições de 2012 foi candidato a vice-prefeito na chapa do candidato Ruy Vieira (PSC), porem foram derrotados por Ivan Macedo (PSD) . 
 "Não posso dizer que estava preparado para esta nova missão, mas sou daqueles que preferem o fracasso ao tédio. Penso que devemos ressalvar o esforço e a dedicação impregnada pela justiça eleitoral que deu um basta nos desmandos que há tempos ocorriam neste município", salientou Pedro.

Em sessão solene realizada na noite desta quarta-feira (5) a Câmara de Vereadores do município de Riachão do Dantas, no Centro-Sul do estado, deu posse ao prefeito interino, vereador e presidente do Legislativo Pedro Santos Oliveira, o Pedro da Lagoa, filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT).
Com o afastamento da prefeita Gerana Costa (PT do B) e do seu vice Luciano Gois, por determinação do Tribunal Regional Elitoral (TER/SE) no último dia 29 de agosto, o parlamentar assume o mandato até julgamento do processo em questão ou a realização de novas eleições o que por Lei, pode ocorrer dentro de até 45 dias.
Nascido no povoado Lagoa, na zona rural daquele município, é funcionário público, tem 46 anos, casado, pai de duas filhas, está em seu segundo mandato como vereador. 
Durante seu primeiro mandato no ano de 2010 ele já havia experimentado o poder executivo em razão ao afastamento do então prefeito Laelson Meneses (PT do B), por ironia, esposo da prefeita Gerana Costa.
Nas eleições de 2012 foi candidato a vice-prefeito na chapa do candidato Ruy Vieira (PSC), porem foram derrotados por Ivan Macedo (PSD) . 
 "Não posso dizer que estava preparado para esta nova missão, mas sou daqueles que preferem o fracasso ao tédio. Penso que devemos ressalvar o esforço e a dedicação impregnada pela justiça eleitoral que deu um basta nos desmandos que há tempos ocorriam neste município", salientou Pedro.