Indefinição continua

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já autorizou o envio de forças federais para 232 zonas eleitorais em 361 localidades de cinco estados do país: Acre (11 localidades), Maranhão (72), Piauí (112), Rio de Janeiro (69) e Rio Grande do Norte (97). A medida,
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já autorizou o envio de forças federais para 232 zonas eleitorais em 361 localidades de cinco estados do país: Acre (11 localidades), Maranhão (72), Piauí (112), Rio de Janeiro (69) e Rio Grande do Norte (97). A medida,

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 11/09/2018 às 07:14:00

 

Estamos a 27 dias das eleições e o 
cenário político continua o mesmo 
em Sergipe: indefinição dos candidatos a governador que irão para o segundo turno, dos dois eleitos para o Senado e de uma grande apatia da população com relação às eleições deste ano.
Esperava-se que com o início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, no último dia 31 de agosto, já ficasse mais claro o quadro eleitoral com os candidatos mostrando a cara e suas propostas. Mas permanece tudo embolado.
Para o governo, Valadares Filho (PSB) e Eduardo Amorim (PSDB) permanecem empatados tecnicamente, mas com VF com uma pequena vantagem. E em terceiro lugar Belivaldo Chagas (PSD) não muito distante.
Ainda não se sabe os dois que vão estar se enfrentando no segundo turno das eleições. A diferença entre os três é pequena, havendo uma grande possibilidade de crescimento de Belivaldo à medida que vai se tornando mais conhecido, através do programa eleitoral gratuito.
Para o Senado, Valadares (PSB) continua com uma boa vantagem sobre os outros candidatos. Jackson Barreto (MDB), André Moura (PSC) e Heleno Silva (PRB) estão empatados tecnicamente. Não se pode subestimar o candidato Rogério Carvalho (PT) e a militância do seu partido.
Para a Câmara dos Deputados, existe uma expectativa que a coligação de Valadares Filho eleja um federal, que a de Belivaldo Chagas faça de três a quatro, assim como a de Eduardo Amorim.   
Nesses 27 dias que faltam ainda se ver um número grande de indecisos em quem vai votar para governador, senador, deputado federal e deputado estadual. As pesquisas mostram que mais de 20% estão indecisos, que os candidatos não conseguem passar dos 20% das intenções de votos.
Nas rodas de amigos, o que não falta são pessoas dizendo que não pensam nem em comparecer as urnas para votar no dia 7 de outubro de tão desiludidas que estão com a classe política. Colocam que vão preferir pagar a multa de cerca de R$ 3,00 a justiça eleitoral por não ter comparecido a votação.
Agora é aguardar como ficará o quadro eleitoral em Sergipe já nessa reta final da campanha eleitoral, que não está empolgando a população e está deixando os candidatos, principalmente os que vão para a reeleição, com o clima de apatia e indiferença aos políticos talvez pela crise política, econômica, ética e moral que assola o país desde que iniciou a Operação Lava Jato e que chegou ao ápice com o impeachment de Dilma Rousseff e a chegada ao Planalto, através de um golpe, de Michel Temer, que é o maior responsável pela gasolina já está chegando aos R$ 5,00 o litro, pelo valor absurdo do gás de cozinha e da alta do dólar, que já ultrapassou os R$ 4,15.

Estamos a 27 dias das eleições e o  cenário político continua o mesmo  em Sergipe: indefinição dos candidatos a governador que irão para o segundo turno, dos dois eleitos para o Senado e de uma grande apatia da população com relação às eleições deste ano.
Esperava-se que com o início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, no último dia 31 de agosto, já ficasse mais claro o quadro eleitoral com os candidatos mostrando a cara e suas propostas. Mas permanece tudo embolado.
Para o governo, Valadares Filho (PSB) e Eduardo Amorim (PSDB) permanecem empatados tecnicamente, mas com VF com uma pequena vantagem. E em terceiro lugar Belivaldo Chagas (PSD) não muito distante.
Ainda não se sabe os dois que vão estar se enfrentando no segundo turno das eleições. A diferença entre os três é pequena, havendo uma grande possibilidade de crescimento de Belivaldo à medida que vai se tornando mais conhecido, através do programa eleitoral gratuito.Para o Senado, Valadares (PSB) continua com uma boa vantagem sobre os outros candidatos. Jackson Barreto (MDB), André Moura (PSC) e Heleno Silva (PRB) estão empatados tecnicamente. Não se pode subestimar o candidato Rogério Carvalho (PT) e a militância do seu partido.
Para a Câmara dos Deputados, existe uma expectativa que a coligação de Valadares Filho eleja um federal, que a de Belivaldo Chagas faça de três a quatro, assim como a de Eduardo Amorim.   
Nesses 27 dias que faltam ainda se ver um número grande de indecisos em quem vai votar para governador, senador, deputado federal e deputado estadual. As pesquisas mostram que mais de 20% estão indecisos, que os candidatos não conseguem passar dos 20% das intenções de votos.
Nas rodas de amigos, o que não falta são pessoas dizendo que não pensam nem em comparecer as urnas para votar no dia 7 de outubro de tão desiludidas que estão com a classe política. Colocam que vão preferir pagar a multa de cerca de R$ 3,00 a justiça eleitoral por não ter comparecido a votação.
Agora é aguardar como ficará o quadro eleitoral em Sergipe já nessa reta final da campanha eleitoral, que não está empolgando a população e está deixando os candidatos, principalmente os que vão para a reeleição, com o clima de apatia e indiferença aos políticos talvez pela crise política, econômica, ética e moral que assola o país desde que iniciou a Operação Lava Jato e que chegou ao ápice com o impeachment de Dilma Rousseff e a chegada ao Planalto, através de um golpe, de Michel Temer, que é o maior responsável pela gasolina já está chegando aos R$ 5,00 o litro, pelo valor absurdo do gás de cozinha e da alta do dólar, que já ultrapassou os R$ 4,15.

Julgamento 1

Na pauta de hoje do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) consta o julgamento dos pedidos de registro de candidatura dos candidatos a governador Eduardo Amorim (PSDB), a vice-governador Ivan Leite (PRB), a senador André Moura (PSC) e a deputado federal Bosco Costa, entre outros candidatos a deputado estadual e federal, e a suplente de senador.

Julgamento 2

Eduardo é único candidato a governador dos nove que disputam as eleições em Sergipe que não teve pedido de registro de candidatura julgado pelo TRE. Dos oito que já foram julgados, somente João Tarantella (PSL) teve sua candidatura indeferida pelo tribunal.

Julgamento 3

Também na pauta do TRE desta terça-feira o julgamento de registro de candidatura do ex-prefeito Manoel Sukita (PTC) a deputado federal. Assim como o julgamento de uma ação cautelar inominada quando prefeito de Capela.

Confronto

Durante carreata da coligação de Belivaldo Chagas no feriado de 7 de setembro, em Nossa Senhora do Socorro, eleitores de Valadares Filho e da sua vice Silvia Fontes (PDT), que é deputada estadual bem votada no município, agrediram os eleitores de Belivaldo que passavam pelas ruas.  As imagens estão nas redes sociais. Lamentável.

Curiosidade

Durante as carreatas em que no município o prefeito não apoia Eduardo Amorim (PSDB) para governador, mas, apenas André Moura (PSC) para senador, André desce do veículo antes de entrar na cidade. Ele vai em outro carro até as lideranças que o apoiam no município enquanto Eduardo, o vice Ivan Leite (PRB) e demais candidatos seguem com a carreata.

Na coletiva 1

"Foi uma armação política enorme". Foi o que declarou ontem o candidato a senador Heleno Silva (PRB), durante entrevista coletiva à imprensa sobre a prisão de Gladyson de Oliveira Costa, ocorrida na última quarta-feira, após abastecer em um posto de combustível um veículo Corolla de placa MNN 7166 com um vale card corporativo do ITPS e declarar em Boletim de Ocorrência na delegacia de que pertencia ao seu tio, que era motorista dele (Heleno).

Na coletiva 2

Segundo Heleno, o rapaz que foi preso nunca foi seu motorista, o Corolla nunca foi dele e muito menos o cartão que, segundo nota do próprio ITPS, foi extraviado e era usado por um motorista servidor autorizado. "Trata-se de uma armação política enorme. Jogaram meu nome na imprensa e para a opinião pública como seu eu tivesse cometido um crime. Tentaram envolver meu nome numa situação da qual nem perto eu estava, simplesmente porque o tio do rapaz já trabalhou para mim. Fico triste por tudo isso", afirmou.

Na coletiva 3

Segundo o advogado Cícero Dantas, há várias incongruências nos depoimentos e para esclarecer os fatos a assessoria jurídica tomará duas medidas. A primeira uma escritura pública de declaração em cartório e a segunda uma ação de produção antecipada de prova. A partir da produção de prova que traga a realidade fática, e não suposições, ilações ou subjetivismos, iremos ajuizar as ações cabíveis cíveis e criminais contra quem buscou macular o nome do candidato ao Senado", declarou.

Criticando a oposição 1

Na ida a Frei Paulo no último sábado o deputado Luciano Bispo (MDB), ao ao lado do prefeito Anderson de Zé das Canas, criticou duramente os vereadores de oposição. "Vocês, quando resolveram votar contra em tudo que o prefeito manda para a Câmara, estão prejudicando todos os moradores, principalmente a pobreza, que é quem mais precisa da prefeitura".

Criticando a oposição 2

Declarou ainda Luciano, que é presidente da Assembleia Legislativa e candidato a reeleição: "Anderson e dona Mercia (vice-prefeita) estão trabalhando muito, mas poderiam fazer muito mais se não fosse a intolerância dos vereadores de oposição que não estão pensando no bem de Frei Paulo. Isso é muito ruim".

Voto declarado

O candidato ao Senado Cadu Silva (PSL), em entrevista a CBN, declarou que seu segundo voto para senador será para o delegado Alessandro Vieira (Rede).

Veja essa ...

Do advogado de defesa de Adélio Bispo de Oliveira (preso após esfaquear Jair Bolsonaro), Zanone Junior, sobre quem está custeando a defesa dos quatro advogados do criminoso: "Meus honorários já foram pagos e não foi o Psol, o PT, nem estamos recebendo de nenhuma igreja".

curtas

Belivaldo Chagas tem em sua agenda de campanha hoje agenda administrativa pela manhã; às 15h20, gravação para o programa eleitoral; às 18h, caminhada no Conjunto Castelo Branco; e às 20h, carreata na Barra dos Coqueiros.

Nesta terça-feira consta na agenda de Eduardo Amorim, às 7h, gravação para o programa eleitoral; às 9h, reunião com coordenadores de campanha; às 10h, reunião com lideranças de Aracaju; às 11h20, entrevista na TV Sergipe; às 14h30, sabatina na OAB; e às 16h, lançamento do MAE (Movimento de Apoio a Eduardo), no Iate Club.

 Na agenda de hoje do candidato Mendonça Prado consta, às 8h, encontro com representantes do DEM Mulher e LGBTs na sede do partido tendo com pauta o fim do preconceito e da violência; às 9h, conversa com agentes penitenciários de Sergipe (SINDIPEN); às 11h, entrevista na Rádio UFS; às 17h, mini carreata no bairro Cirurgia/Getúlio Vargas.

Valadares Filho faz panfletagem hoje de manhã na Av. Tancredo Neves; concederá entrevista a uma emissora de rádio; à tarde fará uma caminhada no bairro Santo Antônio; e à noite participará de uma mini carreata em Aracaju.

João Tarantella, que teve sua candidatura indeferida pelo TRE, segue em campanha. Tem na agenda hoje de manhã reunião com voluntários de campanha, visita ao Ceasa, almoço no Sindimed, gravação para as redes sociais e reunião com correlegionários.