Diretoria do Maruinense corre atrás de reforços

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/09/2018 às 06:27:00

 

 Mesmo na liderança do Grupo D do Campeonato Sergipano da Série A2. A diretoria do Centro Sportivo Maruinense-CSM, reconhece que o grupo precisa de reforços, para a sequência do torneio de acesso, promovido pela Federação Sergipana de Futebol (FSF).
Atualmente, o elenco que tem no comando o técnico Geraldo Moreira, só tem disponível em seu grupo uma composição formada por 17 atletas. Segundo o presidente Toinho Aruba, a diretoria vem procurando alguns atletas, mas sem sucesso. "Não estamos conseguindo esses valores que o clube precisa mediante a falta de recursos. Estamos atentos ao mercado para reforçar a equipe", resumiu o dirigente.
Um atleta que vem sendo pretendido é velho conhecido do presidente Aruba, é o meia Léo Cotia. O atleta de 22 anos atuou no Frei Paulistano em duas temporadas e no ano passado jogou pelo alvinegro de Maruim. O jovem talento teve passagem também, pelo Santa Cruz-PE. O grupo precisa também de mais um lateral esquerdo e dois atacantes, sendo um de área e outro de beirada. 

 Mesmo na liderança do Grupo D do Campeonato Sergipano da Série A2. A diretoria do Centro Sportivo Maruinense-CSM, reconhece que o grupo precisa de reforços, para a sequência do torneio de acesso, promovido pela Federação Sergipana de Futebol (FSF).
Atualmente, o elenco que tem no comando o técnico Geraldo Moreira, só tem disponível em seu grupo uma composição formada por 17 atletas. Segundo o presidente Toinho Aruba, a diretoria vem procurando alguns atletas, mas sem sucesso. "Não estamos conseguindo esses valores que o clube precisa mediante a falta de recursos. Estamos atentos ao mercado para reforçar a equipe", resumiu o dirigente.
Um atleta que vem sendo pretendido é velho conhecido do presidente Aruba, é o meia Léo Cotia. O atleta de 22 anos atuou no Frei Paulistano em duas temporadas e no ano passado jogou pelo alvinegro de Maruim. O jovem talento teve passagem também, pelo Santa Cruz-PE. O grupo precisa também de mais um lateral esquerdo e dois atacantes, sendo um de área e outro de beirada.