Foragido ligado a facção paulista é preso em Estância

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/09/2018 às 06:48:00

 

Gabriel Damásio
Policiais lotados na 
Delegacia Regional 
de Estância (Sul) prenderam na tarde de ontem o foragido Raimundo Paixão Oliveira Santos, 26 anos. Ele estava no loteamento Novo Horizonte, Bairro Cidade Nova, periferia da cidade. Contra Raimundo, existiam dois mandados de prisão preventiva expedidos pela 1ª Vara Criminal de Cubatão (SP) e pela 2ª Vara Criminal de Bertioga (SP), respectivamente pelos crimes de sequestro, cárcere privado e tortura; e de homicídio qualificado. 
Segundo informações passadas à Delegacia Regional, Raimundo, juntamente com outros quatro indivíduos de São Paulo, sequestraram um casal na cidade de Bertioga/SP, levando-os para um Sítio onde eles foram supostamente torturados, tendo os criminosos exigido que eles informassem onde estaria certa quantidade de droga que teria sido subtraída deles. Uma das vítimas, do sexo masculino, conseguiu fugir do sítio e denunciar a polícia, tendo a mulher, de nome Daiane dos Santos, não tido a mesma sorte. 
Raimundo negou ter participado do homicídio contra a vítima, mas confirmou que, na ocasião do crime, era ligado à facção criminosa PCC, que controla o crime organizado a partir do sistema prisional de São Paulo. 
A Delegacia Regional de Estância recebeu o mandado de prisão encaminhado pela Vara Criminal de Cubatão, tendo os policiais civis realizado diligências investigatórias e conseguido localizar e capturar Raimundo no citado Loteamento. Raimundo será encaminhado para Delegacia da capital, de onde será recambiado posteriormente para estabelecimento prisional do estado de São Paulo.

Policiais lotados na  Delegacia Regional  de Estância (Sul) prenderam na tarde de ontem o foragido Raimundo Paixão Oliveira Santos, 26 anos. Ele estava no loteamento Novo Horizonte, Bairro Cidade Nova, periferia da cidade. Contra Raimundo, existiam dois mandados de prisão preventiva expedidos pela 1ª Vara Criminal de Cubatão (SP) e pela 2ª Vara Criminal de Bertioga (SP), respectivamente pelos crimes de sequestro, cárcere privado e tortura; e de homicídio qualificado. 
Segundo informações passadas à Delegacia Regional, Raimundo, juntamente com outros quatro indivíduos de São Paulo, sequestraram um casal na cidade de Bertioga/SP, levando-os para um Sítio onde eles foram supostamente torturados, tendo os criminosos exigido que eles informassem onde estaria certa quantidade de droga que teria sido subtraída deles. Uma das vítimas, do sexo masculino, conseguiu fugir do sítio e denunciar a polícia, tendo a mulher, de nome Daiane dos Santos, não tido a mesma sorte. 
Raimundo negou ter participado do homicídio contra a vítima, mas confirmou que, na ocasião do crime, era ligado à facção criminosa PCC, que controla o crime organizado a partir do sistema prisional de São Paulo. 
A Delegacia Regional de Estância recebeu o mandado de prisão encaminhado pela Vara Criminal de Cubatão, tendo os policiais civis realizado diligências investigatórias e conseguido localizar e capturar Raimundo no citado Loteamento. Raimundo será encaminhado para Delegacia da capital, de onde será recambiado posteriormente para estabelecimento prisional do estado de São Paulo.