Passeio ciclístico abre a 6ª Semana Aracaju Acessível

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/09/2018 às 06:49:00

 

Mais de cem pessoas devem participar do Passeio Ciclístico Pedalando Sem Barreiras, evento que acontece no próximo domingo, 16, a partir das 8h, e marca a abertura oficial da 6ª Semana Aracaju Acessível, projeto idealizado pelo vereador Lucas Aribé, que reúne mais de 80 instituições parceiras, públicas e privadas, além da sociedade civil organizada, com o objetivo de promover a discussão e mobilizar a população em favor da acessibilidade.
O objetivo do passeio ciclístico é promover a reflexão sobre a importância de se garantir o direito de ir e vir de todos os cidadãos. Além das bikes tradicionais, muitos participantes utilizam quadriciclos, triciclos ou bicicletas ODKV (O de cá vê), modelos para utilização de pessoas com deficiência e idosos.
O trajeto do passeio ciclístico tem início na Praça Monteiro Lobato, bairro Inácio Barbosa. Os pedaleiros percorrerão cerca de 9,4 km, até o Augusto Franco, com retorno ao ponto inicial. No trajeto, farão um observatório de acessibilidade, identificando problemas de comunicação para pessoas com deficiência em estabelecimentos comerciais e nas ruas, como ausência de sinalização de trânsito adequada e de pisos táteis. As inscrições para o passeio ciclístico são gratuitas e podem ser feitas no site lucasaribe.com.br/aracajuacessivel. As vagas são limitadas.

Mais de cem pessoas devem participar do Passeio Ciclístico Pedalando Sem Barreiras, evento que acontece no próximo domingo, 16, a partir das 8h, e marca a abertura oficial da 6ª Semana Aracaju Acessível, projeto idealizado pelo vereador Lucas Aribé, que reúne mais de 80 instituições parceiras, públicas e privadas, além da sociedade civil organizada, com o objetivo de promover a discussão e mobilizar a população em favor da acessibilidade.
O objetivo do passeio ciclístico é promover a reflexão sobre a importância de se garantir o direito de ir e vir de todos os cidadãos. Além das bikes tradicionais, muitos participantes utilizam quadriciclos, triciclos ou bicicletas ODKV (O de cá vê), modelos para utilização de pessoas com deficiência e idosos.
O trajeto do passeio ciclístico tem início na Praça Monteiro Lobato, bairro Inácio Barbosa. Os pedaleiros percorrerão cerca de 9,4 km, até o Augusto Franco, com retorno ao ponto inicial. No trajeto, farão um observatório de acessibilidade, identificando problemas de comunicação para pessoas com deficiência em estabelecimentos comerciais e nas ruas, como ausência de sinalização de trânsito adequada e de pisos táteis. As inscrições para o passeio ciclístico são gratuitas e podem ser feitas no site lucasaribe.com.br/aracajuacessivel. As vagas são limitadas.