Marina Silva faz campanha em Aracaju

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
PRESIDENCIÁVEL PARTICIPOU DE ATO DA REDE NO CALÇADÃO DA JOÃO PESSOA
PRESIDENCIÁVEL PARTICIPOU DE ATO DA REDE NO CALÇADÃO DA JOÃO PESSOA

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 18/09/2018 às 06:58:00

 

De volta à Aracaju, no início da tarde de ontem a candidata ao Palácio da Alvorada, Marina Silva, líder do Partido Rede Sustentabilidade, desembarcou no Aeroporto Santa Maria, zona Sul da capital sergipana, onde deu início aos atos políticos. A candidata foi recepcionada por Emerson Ferreira, candidato ao Governo de Sergipe, Alessandro Vieira e Henri Clay, candidatos ao Senado, candidatos à Assembleia Legislativa de Sergipe e à Câmara dos Deputados federais, bem como por militantes partidários e simpatizantes do programa de governo. Em solo aracajuano logo ela concedeu entrevista, almoçou com lideranças políticas do estado e em seguida seguiu para o centro da cidade onde participou de caminhada.
Minutos antes de seguir para o ato público iniciado no trecho do calçadão João Pessoa, a presidenciável promoveu uma concentração no comitê central da Rede, na Avenida Pedro Calazans, onde dialogou com correligionários e debateu sobre a necessidade de combater a velha política 'sanguessuga' do poder, e daqueles que se apresentam como 'novo', mas que estão na política prestes a completar três décadas e desrespeita o interesse coletivo dos trabalhadores e das diversidades sociais. Entre os pontos inicialmente abordados está o interesse em revogara a reforma trabalhista aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo ainda presidente Michel Temer (MDB).
De acordo com Marina, a partir do momento em que um chefe do poder executivo federal buscar dialogar mais com os brasileiros, multiplicar os investimentos na educação, no saneamento básico e na cultura, será possível se deparar com um país verdadeiramente progressista. Ela se diz consciente quanto a importância de aplicar já a partir do primeiro dia de mandato, a gestão participativa em que a população contribuinte possa apresentar os respectivos pleitos sem interferência burocrática. Caso eleita no próximo dia 07 de outubro ela espera cultivar o bom relacionamento com os representantes do Estado em Brasília a fim de contribuir para a multiplicação de ações benéficas ao povo sergipano.
"Estamos aqui em Sergipe mais uma vez para dialogar com as pessoas, ouvir os apelos da população e garantir olha à olho que nós estamos sim, interessados em atender as demandas de todos aqueles que realmente desejam promover o bem da nação. Juntos poderemos alcançar esses objetivos. Sabemos que a situação não é confortável, mas com a intensidade dos trabalhos alcançaremos os avanços que a grandiosa maioria dos brasileiros desejam", disse. A líder da Rede Sustentabilidade falou ainda sobre segurança pública, diversidade social, meio ambiente, educação básica, pacto federativo, saúde pública, previdência social, teto dos gastos públicos e relacionamento com o setor produtivo internacional.
"Não podemos aceitar que essa reforma siga em vigor e que milhões de brasileiros permaneçam sofrendo sem emprego, ou mesmo - aqueles empregados, sendo obrigados a se adequar a essa contrarreforma que literalmente não atende ao desejo popular", avaliou. Ela defende ainda a manutenção do Programa Bolsa Família - com intensificação nas análises para evitar fraudes, qualificação dos órgãos públicos de fiscalização administrativa e fortalecimento operacional da Polícia Federal. "Muito me deixa angustiada ouvir de pessoas que as regiões Norte e Nordeste são regiões problemáticas. Isso não procede! Essas regiões são produtivas demais e devem ser apontadas como solução", avaliou Marina Silva.
Enaltecendo a composição 'ficha limpa', Emerson Ferreira se diz satisfeito em participar de um grupo sem antecedentes judiciais que direta, ou indiretamente, possam manchar a honra da composição. Para o médico, ex-vereador por Aracaju, em todos os debates em que participou até o momento, a população implora para que os pedidos sejam atendidos e as promessas de campanha sejam realmente aplicadas. Para o candidato, o alto índice de descrença por parte dos brasileiros junto à classe política parte do momento em que muito se promete e pouco se realiza.
"Estamos unidos para mostrar que somos diferentes e que as nossas gestões serão comandadas integralmente de acordo com os anseios da população. Estamos apresentando um programa de governo para ser respeitado, e não simplesmente iludir o cidadão eleitor. Temos consciência dos problemas a serem enfrentados, mas sabemos também como solucioná-los ao longo dos quatro anos de mandato", declarou Emerson Ferreira. No início da noite Marina Silva voltou ao aeroporto de Aracaju onde jantou, e em seguida seguiu para a capital alagoana, Maceió. (Milton Alves Júnior)

De volta à Aracaju, no início da tarde de ontem a candidata ao Palácio da Alvorada, Marina Silva, líder do Partido Rede Sustentabilidade, desembarcou no Aeroporto Santa Maria, zona Sul da capital sergipana, onde deu início aos atos políticos. A candidata foi recepcionada por Emerson Ferreira, candidato ao Governo de Sergipe, Alessandro Vieira e Henri Clay, candidatos ao Senado, candidatos à Assembleia Legislativa de Sergipe e à Câmara dos Deputados federais, bem como por militantes partidários e simpatizantes do programa de governo. Em solo aracajuano logo ela concedeu entrevista, almoçou com lideranças políticas do estado e em seguida seguiu para o centro da cidade onde participou de caminhada.
Minutos antes de seguir para o ato público iniciado no trecho do calçadão João Pessoa, a presidenciável promoveu uma concentração no comitê central da Rede, na Avenida Pedro Calazans, onde dialogou com correligionários e debateu sobre a necessidade de combater a velha política 'sanguessuga' do poder, e daqueles que se apresentam como 'novo', mas que estão na política prestes a completar três décadas e desrespeita o interesse coletivo dos trabalhadores e das diversidades sociais. Entre os pontos inicialmente abordados está o interesse em revogara a reforma trabalhista aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo ainda presidente Michel Temer (MDB).
De acordo com Marina, a partir do momento em que um chefe do poder executivo federal buscar dialogar mais com os brasileiros, multiplicar os investimentos na educação, no saneamento básico e na cultura, será possível se deparar com um país verdadeiramente progressista. Ela se diz consciente quanto a importância de aplicar já a partir do primeiro dia de mandato, a gestão participativa em que a população contribuinte possa apresentar os respectivos pleitos sem interferência burocrática. Caso eleita no próximo dia 07 de outubro ela espera cultivar o bom relacionamento com os representantes do Estado em Brasília a fim de contribuir para a multiplicação de ações benéficas ao povo sergipano.
"Estamos aqui em Sergipe mais uma vez para dialogar com as pessoas, ouvir os apelos da população e garantir olha à olho que nós estamos sim, interessados em atender as demandas de todos aqueles que realmente desejam promover o bem da nação. Juntos poderemos alcançar esses objetivos. Sabemos que a situação não é confortável, mas com a intensidade dos trabalhos alcançaremos os avanços que a grandiosa maioria dos brasileiros desejam", disse. A líder da Rede Sustentabilidade falou ainda sobre segurança pública, diversidade social, meio ambiente, educação básica, pacto federativo, saúde pública, previdência social, teto dos gastos públicos e relacionamento com o setor produtivo internacional.
"Não podemos aceitar que essa reforma siga em vigor e que milhões de brasileiros permaneçam sofrendo sem emprego, ou mesmo - aqueles empregados, sendo obrigados a se adequar a essa contrarreforma que literalmente não atende ao desejo popular", avaliou. Ela defende ainda a manutenção do Programa Bolsa Família - com intensificação nas análises para evitar fraudes, qualificação dos órgãos públicos de fiscalização administrativa e fortalecimento operacional da Polícia Federal. "Muito me deixa angustiada ouvir de pessoas que as regiões Norte e Nordeste são regiões problemáticas. Isso não procede! Essas regiões são produtivas demais e devem ser apontadas como solução", avaliou Marina Silva.
Enaltecendo a composição 'ficha limpa', Emerson Ferreira se diz satisfeito em participar de um grupo sem antecedentes judiciais que direta, ou indiretamente, possam manchar a honra da composição. Para o médico, ex-vereador por Aracaju, em todos os debates em que participou até o momento, a população implora para que os pedidos sejam atendidos e as promessas de campanha sejam realmente aplicadas. Para o candidato, o alto índice de descrença por parte dos brasileiros junto à classe política parte do momento em que muito se promete e pouco se realiza.
"Estamos unidos para mostrar que somos diferentes e que as nossas gestões serão comandadas integralmente de acordo com os anseios da população. Estamos apresentando um programa de governo para ser respeitado, e não simplesmente iludir o cidadão eleitor. Temos consciência dos problemas a serem enfrentados, mas sabemos também como solucioná-los ao longo dos quatro anos de mandato", declarou Emerson Ferreira. No início da noite Marina Silva voltou ao aeroporto de Aracaju onde jantou, e em seguida seguiu para a capital alagoana, Maceió. (Milton Alves Júnior)