Pesquisas eleitorais

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Nas rodas de amigos e políticas fala-se nas desavenças políticas entre os candidatos a senador da coligação de Belivaldo Chagas: Jackson Barreto (MDB) e Rogério Carvalho (PT). Mas parece que fumaram o cachimbo da paz, uma vez que no final de semana, duran
Nas rodas de amigos e políticas fala-se nas desavenças políticas entre os candidatos a senador da coligação de Belivaldo Chagas: Jackson Barreto (MDB) e Rogério Carvalho (PT). Mas parece que fumaram o cachimbo da paz, uma vez que no final de semana, duran

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 18/09/2018 às 07:05:00

 

Faltam 20 dias para as eleições e 
ainda é grande o número de elei
tores que está indeciso e pensa em anular o voto tanto no pleito em Sergipe quanto no país.
A nível local, pesquisa do Instituto Franca, divulgada ontem e com o número de registro no TRE Se - 06213/2018, mostra um percentual de 21% de eleitores que pensa em anular seu voto para governador e de 13% que ainda está indeciso.
Para o Senado, esse número aumenta. A pesquisa revela que 23% do eleitorado pretende anular seus dois votos para senador e 27% ainda está indeciso.
A pesquisa mostra que Valadares Filho (PSB) se mantém na frente com 20% e Belivaldo Chagas (PSD) já com o mesmo percentual de Eduardo Amorim (PSDB), na segunda colocação. Os dois estão com 16%, o que retrata o crescimento de Belivaldo.
Para o Senado, a pesquisa mostra Valadares (PSB) bem na frente, com 22%, e a segunda vaga bem disputada, com uma ligeira vantagem para Jackson Barreto (MDB), que está com 15%. André Moura (PSC) e Heleno Silva (PRB) estão com 13% e Rogério Carvalho (PT) colado com 12%. Bem perto de Rogério aparece o delegado Alessandro Vieira (Rede), com 9%.
A nível nacional o cenário de eleitores indecisos e que pensam em anular o voto também não é muito diferente. Pesquisa CNT/MDA divulgada ontem pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) revela na pesquisa estimulada para presidente da República que 13,4% do eleitorado pretende votar branco ou nulo e 12,3% ainda está indeciso.
Na pesquisa espontânea esse número é maior. Um total de 13,9% disse que pretende votar branco ou nulo e 31,3% ainda está indeciso.
A CNT/MDA traz como principal novidade a ascensão para o segundo lugar do novo candidato do PT a presidente, Fernando Haddad. Na pesquisa estimulada, Haddad está isolado em segundo lugar com 17,6% enquanto Ciro Gomes (PDT) está em terceiro com apenas 10,8%. Jair Bolsonaro lidera com 28,2%.
Esse percentual de eleitores que pretende anular o seu voto e que ainda está indeciso nessa reta final da campanha deixa claro que ainda permanece a descrença da população na classe política mediante os vários escândalos de corrupção, da crise política, econômica e moral que assola o país...

Faltam 20 dias para as eleições e  ainda é grande o número de elei tores que está indeciso e pensa em anular o voto tanto no pleito em Sergipe quanto no país.
A nível local, pesquisa do Instituto Franca, divulgada ontem e com o número de registro no TRE Se - 06213/2018, mostra um percentual de 21% de eleitores que pensa em anular seu voto para governador e de 13% que ainda está indeciso.
Para o Senado, esse número aumenta. A pesquisa revela que 23% do eleitorado pretende anular seus dois votos para senador e 27% ainda está indeciso.
A pesquisa mostra que Valadares Filho (PSB) se mantém na frente com 20% e Belivaldo Chagas (PSD) já com o mesmo percentual de Eduardo Amorim (PSDB), na segunda colocação. Os dois estão com 16%, o que retrata o crescimento de Belivaldo.
Para o Senado, a pesquisa mostra Valadares (PSB) bem na frente, com 22%, e a segunda vaga bem disputada, com uma ligeira vantagem para Jackson Barreto (MDB), que está com 15%. André Moura (PSC) e Heleno Silva (PRB) estão com 13% e Rogério Carvalho (PT) colado com 12%. Bem perto de Rogério aparece o delegado Alessandro Vieira (Rede), com 9%.
A nível nacional o cenário de eleitores indecisos e que pensam em anular o voto também não é muito diferente. Pesquisa CNT/MDA divulgada ontem pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) revela na pesquisa estimulada para presidente da República que 13,4% do eleitorado pretende votar branco ou nulo e 12,3% ainda está indeciso.
Na pesquisa espontânea esse número é maior. Um total de 13,9% disse que pretende votar branco ou nulo e 31,3% ainda está indeciso.
A CNT/MDA traz como principal novidade a ascensão para o segundo lugar do novo candidato do PT a presidente, Fernando Haddad. Na pesquisa estimulada, Haddad está isolado em segundo lugar com 17,6% enquanto Ciro Gomes (PDT) está em terceiro com apenas 10,8%. Jair Bolsonaro lidera com 28,2%.
Esse percentual de eleitores que pretende anular o seu voto e que ainda está indeciso nessa reta final da campanha deixa claro que ainda permanece a descrença da população na classe política mediante os vários escândalos de corrupção, da crise política, econômica e moral que assola o país...

Ibope

Esta semana tem mais duas pesquisas de intenções de voto em Sergipe para governador e senador. O Ibope registrou pesquisa no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) no dia 14 de setembro, com as entrevistadas ocorrendo de 14 a 20 deste mês, com 812 eleitores, A divulgação ocorrerá nessa quinta-feira, 20, pela TV Sergipe, durante o jornal da noite.

Dataform

A outra pesquisa está sendo feita pelo Dataform. Ela foi registrada no último dia 15 de setembro, com o período de entrevista de 1.200 eleitores entre os dias 17 a 19. O resultado será divulgado dia 21.   

Substituição

O candidato a senador André Moura (PSC) já substituiu no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) os seus suplentes Aguinaldo do Verso (PR) e Edvaldo Santos (PTC), que tiveram suas candidaturas indeferidas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE). O 1º suplente Aguinaldo foi substituído pela sua irmã Luzia Neves Cunha (PPS) e o 2º suplente Edvaldo pelo genro de Clovis Silveira, Antônio Fernando Noronha Júnior, que é vice-presidente do PPS.

Crise contornada

O presidente do PPS, Clóvis Silveira, chegou a ficar chateado com a indicação na sexta-feira de Luzia como primeira suplente de André por não ter sido consultado. Mas após uma conversa com Eduardo Amorim e André Moura no domingo entendeu a necessidade da urgência da substituição e ficou satisfeito com o PPS ter sido contemplado com as duas suplências de senador.

Presidenciáveis em Sergipe 1

Duas candidatas a presidência da República estiveram ontem em Aracaju fazendo campanha: Vera Lúcia (PSTU) e Marina Silva (Rede). Vera concedeu entrevista coletiva à imprensa, às 9h30, na sede do partido; à tarde participou de reunião com lideranças do movimento de pequenos agricultores na Federação dos Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais de Sergipe; e à noite se reuniu com apoiadores na sede do partido.

Presidenciáveis em Sergipe 2

Marina chegou no início da tarde a Aracaju , onde concedeu entrevista na rede Xodó, participou de concentração de mobilização no comitê da Rede, depois fez caminhada no calçadão da João Pessoa e gravou para o programa eleitoral. Viajou às 20h para Maceió. A candidata estava acompanhada dos candidatos da Rede em Sergipe.

Presidenciáveis em Sergipe 3

Além de Vera Lúcia e Marina Silva já passaram por Sergipe os presidenciáveis Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), Guilherme Boulos (PSOL) e Geraldo Alckmin (PSDB). O país tem 13 candidatos a presidente da República.

Vetados

O candidato a deputado estadual Iran Barbosa e a candidata a deputada federal Conceição Vieira, que são da corrente Articulação de Esquerda do PT, foram vetados de aparecer no programa eleitoral gratuito no rádio e na televisão por se recusarem a pedir votos para Belivaldo Chagas e Jackson Barreto.  Já sofreram com esse tipo de veto os então deputados estaduais Ulices Andrade e Jorge Araújo, que eram do PSDB e apoiaram Marcelo Déda em 2006, e o ex-deputado federal Mendonça Prado, que era do DEM, e apoiou Jackson Barreto pra governador em 2014.

Desabafo 1

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) continua mandado seus recados pelas redes sociais. Postou ontem: "A certeza da derrota provoca campanha difamatória. Ninguém segura a vontade do povo. Adversários preparam arsenal de baixarias, na forma de fake news, e disparam nas redes (vídeos) na vã tentativa de reverter a tendência do eleitorado em favor de Valadares Filho e do senador Valadares. Montam cenários fantasiosos na TV e fake news nas redes sociais para gerar suspeitas contra nós".

Desabafo 2

Prossegue o senador: "Lanço o desafio: virem o mundo de cabeça para baixo, imiscuam-se em nossas vidas como estão a fazer, e nunca acharão um só ato de corrupção que possa comprometer a nossa conduta ética. Somos fichas limpas para desgosto deles e para orgulho do povo sergipano". 

Desabafo 3

Continua: "Diziam que Valadares Filho não tinha grupo nem "estrutura" pra ser candidato a governador e vencer as eleições. Alguns adversários que ainda não pude identificar, mas desconfio de sua participação, descobriram que o fator que explica o 1º lugar nas pesquisas é sermos fichas limpas. Por isso querem destruir com notícias falsas um dos mais fortes esteios de sustentação de nossa campanha, a honestidade. Não pensem eles que esse crime ficará impune. Os poderosos nos agridem porque, com o apoio do povo, sempre estamos à frente nas pesquisas". 

Desabafo 4

Finaliza Valadares: "A nossa vida é um livro aberto. Não tememos essa campanha suja e covarde da turma dos derrotados. Sergipe conhece a nossa história e repudia os métodos da velha política que tenta manchar adversários para ganhar as eleições. Eles não passarão, Deus, o povo e o nosso passado haverão de nos proteger!".

Não foi

O candidato a governador do Estado pela coligação "Coragem para Mudar", Eduardo Amorim (PSDB), não participou ontem do Painel do Desenvolvimento Econômico promovido pela Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese). Alegou curto espaço de tempo do período eleitoral, preferindo priorizar as atividades de campanha nas ruas.

Na defesa

O deputado estadual Venâncio Fonseca (PSC), que disputa a reeleição,  aiu ontem em defesa do candidato a senador do seu partido André Moura. Declarou: "Não é exagero de minha parte: a representação de Sergipe no Congresso Nacional existe antes e depois de André Moura. Tem muita gente criticando ele apenas porque trabalhou demais pelo seu Estado, pela sua gente. André não chegou à liderança da Câmara e do Congresso por acaso: ele tem competência e provou que é um grande líder, viabilizando mais de R$ 1,5 bilhão de recursos para o nosso Estado".

Veja essa ...

Do desequilibrado candidato a presidente Ciro Gomes (PDT) ao ser questionado por um jornalista ontem sobre a crise causada pelo fluxo de imigrantes venezuelanos no estado de Roraima e se reafirmaria ter chamado manifestantes contra o fluxo migratório de "canalhas, desumanos e grosseiros": "Vá pra casa do Romero Jucá, seu filho da puta. Pode tirar esse daqui, esse daqui é do Romero Jucá. É do Romero Jucá, tira ele. Prende ele aí".

Curtas

Belivaldo Chagas tem na agenda desta terça-feira compromissos administrativos pela manhã, gravação do programa eleitoral à tarde, e à noite, a partir das 18h, carreata na Jabutiana.

Na agenda de hoje de Eduardo Amorim consta, às 7h40, entrevista na Itabaiana FM 93.1; às 9h, reunião com lideranças de Aracaju; às 11h, gravação de Programa Eleitoral para o Rádio; às 15h30, caminhada no Coqueiral; às 17h45, entrevista no Portal Itnet; às 19h30, reunião com lideranças do município.

Consta na agenda de Mendonça Prado de hoje, às 8h, reunião plenária com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo; às 11h, reunião com candidatos; às 16h, mini carreata pelo centro comercial de Aracaju; e às 19h, mini carreata pelos bairros Santo Antônio e Cidade Nova.

Na agenda de Valadares Filho desta terça consta pela manhã panfletagem na Av. Adélia Franco, reunião no Sindicato dos Auditores de Tributo e entrevista em portal de notícias; à tarde gravação do programa eleitoral e panfletagem na Av. Francisco Porto; e à noite mini carreata na Coroa do Meio.