Homem é preso após assediar passageira em ônibus

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 20/09/2018 às 06:56:00

 

O Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) lavrou ontem de manhã um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra um homem de 50 anos, que foi preso em flagrante enquanto importunava uma passageira num ônibus que chegava ao Terminal de Integração Maracaju, na zona norte da capital.
Segundo integrantes da Guarda Municipal de Aracaju, por volta das 7h desta quarta, a vítima estava num transporte coletivo, percebeu que um homem esfregava as partes íntimas nela e reclamou imediatamente. Outros passageiros, indignados com a situação, espancaram o suspeito, até a chegada dos guardas, que estavam no terminal e intervieram, contendo as agressões e dando voz de prisão ao infrator.
No DAGV, a vítima, uma mulher de 40 anos, relatou detalhes sobre a situação ocorrida no veículo e os guardas municipais informaram que ao prender o homem este ainda apresentava sinais de excitação. A delegada Renata Aboim, do DAGV, interrogou o suspeito, que tentou negar o delito. Diante dos fatos, o caso foi enquadrado no crime de importunação ofensiva ao pudor, lavrou-se um TCO e o procedimento seguirá para a Justiça.
Segundo a delegada, as vítimas desse tipo de crime ainda resistem em oficializar o ocorrido. "Este ano não existe nenhum registro de situação similar a essa, e isso não significa que não aconteça, pelo contrário, a gente tem conhecimento informal de que esse tipo de ação é frequente. Assim, a nossa ideia é incentivar as vítimas, para que venham à delegacia. No momento do crime, se possível, acione a Polícia Militar, a Guarda Municipal ou alguém que esteja próximo, para que a gente possa tomar as providências", frisou Renata Aboim.

O Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) lavrou ontem de manhã um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra um homem de 50 anos, que foi preso em flagrante enquanto importunava uma passageira num ônibus que chegava ao Terminal de Integração Maracaju, na zona norte da capital.
Segundo integrantes da Guarda Municipal de Aracaju, por volta das 7h desta quarta, a vítima estava num transporte coletivo, percebeu que um homem esfregava as partes íntimas nela e reclamou imediatamente. Outros passageiros, indignados com a situação, espancaram o suspeito, até a chegada dos guardas, que estavam no terminal e intervieram, contendo as agressões e dando voz de prisão ao infrator.
No DAGV, a vítima, uma mulher de 40 anos, relatou detalhes sobre a situação ocorrida no veículo e os guardas municipais informaram que ao prender o homem este ainda apresentava sinais de excitação. A delegada Renata Aboim, do DAGV, interrogou o suspeito, que tentou negar o delito. Diante dos fatos, o caso foi enquadrado no crime de importunação ofensiva ao pudor, lavrou-se um TCO e o procedimento seguirá para a Justiça.
Segundo a delegada, as vítimas desse tipo de crime ainda resistem em oficializar o ocorrido. "Este ano não existe nenhum registro de situação similar a essa, e isso não significa que não aconteça, pelo contrário, a gente tem conhecimento informal de que esse tipo de ação é frequente. Assim, a nossa ideia é incentivar as vítimas, para que venham à delegacia. No momento do crime, se possível, acione a Polícia Militar, a Guarda Municipal ou alguém que esteja próximo, para que a gente possa tomar as providências", frisou Renata Aboim.