TRE-SE inicia o processo de geração de mídias para as eleições 2018

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O TRABALHO FOI INICIADO ONTEM E DEVE SER CONCLUÍDO NESTA SEXTA-FEIRA. ESTÃO SENDO GERADAS 12 MIL MÍDIAS QUE VÃO ALIMENTAR AS 6.791 URNAS ELETRÔNICAS A SEREM USADAS NO ESTADO
O TRABALHO FOI INICIADO ONTEM E DEVE SER CONCLUÍDO NESTA SEXTA-FEIRA. ESTÃO SENDO GERADAS 12 MIL MÍDIAS QUE VÃO ALIMENTAR AS 6.791 URNAS ELETRÔNICAS A SEREM USADAS NO ESTADO

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 20/09/2018 às 07:15:00

 

A Secretaria de Tecno
logia da Informação 
do TRE-SE iniciou a geração das mídias eletrônicas que serão utilizadas nas eleições de 2018. O procedimento de geração ocorrerá de ontem (19) até sexta-feira (21) e conta com a participação de 12 servidores do Tribunal e auxiliares.
Durante os três dias serão geradas 12 mil mídias eletrônicas para alimentar as 6.791 urnas eletrônicas utilizadas em Sergipe durante o pleito. Essa atividade visa a preparação de mídias magnéticas que armazenarão informações como: dados dos candidatos, lista dos eleitores, sessões eleitorais, locais de votação e demais tabelas. Após este procedimento as mídias são instaladas nas urnas eletrônicas.
Todo este procedimento é acompanhado pelo juiz-presidente da Comissão de Geração de Mídias e Preparação das Urnas Eletrônicas, Dr. Marcos Antônio Garapa de Carvalho. De acordo com o juiz, essa supervisão é uma das formas de garantir a lisura de toda a execução do trabalho. "O papel do juiz-presidente da comissão é supervisionar o trabalho da geração de mídia para garantir que o procedimento de geração dos arquivos cheguem até a urna de acordo com os ditames da Resolução TSE nº 23.554/2017", disse.
O secretário de Tecnologia da Informação, José Carvalho Peixoto, explicou que o evento é uma Cerimônia Pública, regida por edital devidamente publicado, conforme estabelece a mencionada Resolução. "A atividade consiste, basicamente, na cópia de dados dos candidatos, eleitores e demais tabelas, bem como dos programas lacrados pelo TSE", disse. Os dispositivos gerados são: Mídias de resultados, Flashes de Carga e Flashes de Votação.

A Secretaria de Tecno logia da Informação  do TRE-SE iniciou a geração das mídias eletrônicas que serão utilizadas nas eleições de 2018. O procedimento de geração ocorrerá de ontem (19) até sexta-feira (21) e conta com a participação de 12 servidores do Tribunal e auxiliares.
Durante os três dias serão geradas 12 mil mídias eletrônicas para alimentar as 6.791 urnas eletrônicas utilizadas em Sergipe durante o pleito. Essa atividade visa a preparação de mídias magnéticas que armazenarão informações como: dados dos candidatos, lista dos eleitores, sessões eleitorais, locais de votação e demais tabelas. Após este procedimento as mídias são instaladas nas urnas eletrônicas.
Todo este procedimento é acompanhado pelo juiz-presidente da Comissão de Geração de Mídias e Preparação das Urnas Eletrônicas, Dr. Marcos Antônio Garapa de Carvalho. De acordo com o juiz, essa supervisão é uma das formas de garantir a lisura de toda a execução do trabalho. "O papel do juiz-presidente da comissão é supervisionar o trabalho da geração de mídia para garantir que o procedimento de geração dos arquivos cheguem até a urna de acordo com os ditames da Resolução TSE nº 23.554/2017", disse.
O secretário de Tecnologia da Informação, José Carvalho Peixoto, explicou que o evento é uma Cerimônia Pública, regida por edital devidamente publicado, conforme estabelece a mencionada Resolução. "A atividade consiste, basicamente, na cópia de dados dos candidatos, eleitores e demais tabelas, bem como dos programas lacrados pelo TSE", disse. Os dispositivos gerados são: Mídias de resultados, Flashes de Carga e Flashes de Votação.