"Quem quiser ganhar no roubo, vai ter que suportar o peso de ir pra cadeia", diz Elber

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 21/09/2018 às 07:15:00

 

O vereador Elber Ba-
talha (PSB) denun-
ciou na Câmara Municipal de Aracaju (CMA) que vídeos apócrifos e as chamadas 'fakes news' que estão sendo veiculados durante o período eleitoral por por pessoas lotadas em cargos comissionados no Governo do Estado.
 O parlamentar disse que foi acompanhado do deputado federal e candidato à governo de Sergipe, Valadares Filho (PSB), à sede da Polícia Federal (PF) para registrar varias denúncias. Elber explicou que estão fazendo acusações, inclusive, de crimes  sem provas contra a candidatura do PSB. "Nós levamos essa documentação ao Ministério Público Federal (MPF). Nós já temos a prova de quem está espalhando esses vídeos. É um assessor, um cargo comissionado lotado na Casa Civil do Governo do Estado. Temos nomes, endereços e laudos periciais provando de qual computador está saindo e de quem produziu essas informações", explicou.
Elber disse que teve reunião com a superintendente da Polícia Federal em Sergipe, Érica Mialik Marena, e acredita que ainda essa semana a PF e o MPF entrarão em ação. "Esses distribuidores de crimes e de notícias falsas começarão a ser intimados pela PF para prestarem seus depoimentos. É necessário que a gente estabeleça a verdade. Que se ganhe ou se perca as eleições através de propostas e que se faça um debate civilizado. O chamado 'marketing do mal' entra na zona do desespero e começa a agir com as mesmas práticas de desmerecer a imagem dos concorrentes e criando factoides e confundindo a população. Foi assim há, 4, 2 anos e agora continuam com os mesmos 'cozinheiros'. Mas, dessa vez, eles terão resistência firme e nós vamos azedar essa receita que tanto tem envenenado o povo de Sergipe e tem deixado uma ressaca maldita de 4 anos para quem se embebeda nesse tipo de insinuações", protestou.

O vereador Elber Ba- talha (PSB) denun- ciou na Câmara Municipal de Aracaju (CMA) que vídeos apócrifos e as chamadas 'fakes news' que estão sendo veiculados durante o período eleitoral por por pessoas lotadas em cargos comissionados no Governo do Estado.
 O parlamentar disse que foi acompanhado do deputado federal e candidato à governo de Sergipe, Valadares Filho (PSB), à sede da Polícia Federal (PF) para registrar varias denúncias. Elber explicou que estão fazendo acusações, inclusive, de crimes  sem provas contra a candidatura do PSB. "Nós levamos essa documentação ao Ministério Público Federal (MPF). Nós já temos a prova de quem está espalhando esses vídeos. É um assessor, um cargo comissionado lotado na Casa Civil do Governo do Estado. Temos nomes, endereços e laudos periciais provando de qual computador está saindo e de quem produziu essas informações", explicou.
Elber disse que teve reunião com a superintendente da Polícia Federal em Sergipe, Érica Mialik Marena, e acredita que ainda essa semana a PF e o MPF entrarão em ação. "Esses distribuidores de crimes e de notícias falsas começarão a ser intimados pela PF para prestarem seus depoimentos. É necessário que a gente estabeleça a verdade. Que se ganhe ou se perca as eleições através de propostas e que se faça um debate civilizado. O chamado 'marketing do mal' entra na zona do desespero e começa a agir com as mesmas práticas de desmerecer a imagem dos concorrentes e criando factoides e confundindo a população. Foi assim há, 4, 2 anos e agora continuam com os mesmos 'cozinheiros'. Mas, dessa vez, eles terão resistência firme e nós vamos azedar essa receita que tanto tem envenenado o povo de Sergipe e tem deixado uma ressaca maldita de 4 anos para quem se embebeda nesse tipo de insinuações", protestou.