Tite convoca Seleção com novidades

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Depois do fracasso na Copa da Rússia, Gabriel de Jesus e Neymar voltam a se encontrar na Seleção Brasileira
Depois do fracasso na Copa da Rússia, Gabriel de Jesus e Neymar voltam a se encontrar na Seleção Brasileira

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 22/09/2018 às 07:03:00

 

Givaldo Batista
Givaldobs@yahoo.com.br
Nesta sexta-feira, logo 
após divulgar a lista dos 
23 selecionados para os amistosos da Seleção Brasileira em outubro, contra Arábia Saudita e Argentina, o técnico Tite concedeu entrevista coletiva na sede da CBF, no Rio de Janeiro, e comentou sobre a convocação. Na lista, Tite e sua comissão técnica trouxeram nove mudanças, com cinco retornos e quatro novidades em relação à primeira convocação após a Copa do Mundo disputada na Rússia este ano.
- Em ter oportunidades, você precisa abrir mão de alguns. Se eu trouxer toda a base da Seleção, não vai ter oportunidade. Esse é o momento para ali na frente, passado o momento da oportunidade, vão vir pelo desempenho, competindo igualmente - explicou o treinador.
Curiosamente, assim como ocorreu nestes duelos anteriores, Tite voltou a convocar 13 nomes da seleção que estiveram presentes no Mundial. Mas o treinador disse nesta sexta, em entrevista coletiva após anunciar a sua lista, que a repetição do número foi "apenas uma coincidência".
As quatro novidades são o goleiro Phelipe, da equipe sub-20 do Grêmio, o zagueiro Pablo, do Bordeaux, o volante Walace, do Hannover 96, e o atacante Malcom, do Barcelona. Ao lado de Tite na convocação, o auxiliar-técnico Cléber Xavier falou sobre alguns novatos.
- Pablo, recentemente campeão com o Corinthians, é um zagueiro de força, com bom cabeceio. Trabalhou em um sistema organizado do Carille, com linha de 4. É o momento de dar oportunidade. Malcom, depois de grande ano no Bordeaux, foi para o Barcelona. Os jogos que ele fez na pré-temporada foram bons, com gols. Abre-se oportunidade, neste momento, para um jogador de bom desempenho recente - comentou o auxiliar.
Os convocados por Tite defenderão a Seleção Brasileira nos amistosos de outubro na Arábia Saudita. No dia 12, o Brasil enfrenta os donos da casa, em Riad. Depois, no dia 16, o confronto será diante da Argentina, em Jidá. Todos os jogos serão às 15h (de Brasília).
Convocados - Desta vez foram convocados os  goleiros: Alisson / Liverpool-ING, Ederson / Manchester City-ING e Phelipe / Grêmio-BRA. 
Defensores: Alex Sandro /Juventus-ITA, Marcelo / Real Madrid-ESP, Fabinho / Liverpool-ING, Éder Militão / Porto-POR, Danilo / Manchester City-ING, Pablo / Bourdeaux-FRA, Miranda / Inter de Milão-ITA e Marquinhos / PSG-FRA.
Meio-campistas: Arthur / Barcelona-ESP, Casemiro / Real Madrid-ESP,  Fred / Manchester United-ING, Philippe Coutinho / Barcelona-ESP, Renato Augusto / Beijing Guoan-CHN e Walace / Hannover-ALE.
Atacantes: Malcom / Barcelona-ESP, Everton / Grêmio-BRA, Roberto Firmino / Liverpool-ING, Neymar / PSG-FRA, Gabriel Jesus / Manchester City-ING, e Richarlison / Everton-ING.
 Para estes dois próximos amistosos, para não prejudicar os times envolvidos nas semifinais da Copa do Brasil, Tite optou por não chamar jogadores que defendem as equipes de Flamengo, Corinthians, Palmeiras e Cruzeiro. 
Os convocados serão reunidos na Inglaterra para treinos nos dias 8, 9 e 10, no CT do Tottenham, em Londres, e depois seguirão para Riad, na Arábia Saudita, onde farão no dia 11 uma atividade final de preparação para o amistoso contra a seleção da casa. O confronto com o time local ocorrerá no estádio King Saud University, às 14h45 (de Brasília) do dia 12 de outubro, enquanto o duelo diante da Argentina será no mesmo horário no dia 16, em Jedá, no King Abdullah Sports City, também na Arábia Saudita.

Nesta sexta-feira, logo  após divulgar a lista dos  23 selecionados para os amistosos da Seleção Brasileira em outubro, contra Arábia Saudita e Argentina, o técnico Tite concedeu entrevista coletiva na sede da CBF, no Rio de Janeiro, e comentou sobre a convocação. Na lista, Tite e sua comissão técnica trouxeram nove mudanças, com cinco retornos e quatro novidades em relação à primeira convocação após a Copa do Mundo disputada na Rússia este ano.
- Em ter oportunidades, você precisa abrir mão de alguns. Se eu trouxer toda a base da Seleção, não vai ter oportunidade. Esse é o momento para ali na frente, passado o momento da oportunidade, vão vir pelo desempenho, competindo igualmente - explicou o treinador.
Curiosamente, assim como ocorreu nestes duelos anteriores, Tite voltou a convocar 13 nomes da seleção que estiveram presentes no Mundial. Mas o treinador disse nesta sexta, em entrevista coletiva após anunciar a sua lista, que a repetição do número foi "apenas uma coincidência".
As quatro novidades são o goleiro Phelipe, da equipe sub-20 do Grêmio, o zagueiro Pablo, do Bordeaux, o volante Walace, do Hannover 96, e o atacante Malcom, do Barcelona. Ao lado de Tite na convocação, o auxiliar-técnico Cléber Xavier falou sobre alguns novatos.- Pablo, recentemente campeão com o Corinthians, é um zagueiro de força, com bom cabeceio. Trabalhou em um sistema organizado do Carille, com linha de 4. É o momento de dar oportunidade. Malcom, depois de grande ano no Bordeaux, foi para o Barcelona. Os jogos que ele fez na pré-temporada foram bons, com gols. Abre-se oportunidade, neste momento, para um jogador de bom desempenho recente - comentou o auxiliar.
Os convocados por Tite defenderão a Seleção Brasileira nos amistosos de outubro na Arábia Saudita. No dia 12, o Brasil enfrenta os donos da casa, em Riad. Depois, no dia 16, o confronto será diante da Argentina, em Jidá. Todos os jogos serão às 15h (de Brasília).

Convocados - Desta vez foram convocados os  goleiros: Alisson / Liverpool-ING, Ederson / Manchester City-ING e Phelipe / Grêmio-BRA. 

Defensores: Alex Sandro /Juventus-ITA, Marcelo / Real Madrid-ESP, Fabinho / Liverpool-ING, Éder Militão / Porto-POR, Danilo / Manchester City-ING, Pablo / Bourdeaux-FRA, Miranda / Inter de Milão-ITA e Marquinhos / PSG-FRA.

Meio-campistas: Arthur / Barcelona-ESP, Casemiro / Real Madrid-ESP,  Fred / Manchester United-ING, Philippe Coutinho / Barcelona-ESP, Renato Augusto / Beijing Guoan-CHN e Walace / Hannover-ALE.

Atacantes: Malcom / Barcelona-ESP, Everton / Grêmio-BRA, Roberto Firmino / Liverpool-ING, Neymar / PSG-FRA, Gabriel Jesus / Manchester City-ING, e Richarlison / Everton-ING.

 Para estes dois próximos amistosos, para não prejudicar os times envolvidos nas semifinais da Copa do Brasil, Tite optou por não chamar jogadores que defendem as equipes de Flamengo, Corinthians, Palmeiras e Cruzeiro. 
Os convocados serão reunidos na Inglaterra para treinos nos dias 8, 9 e 10, no CT do Tottenham, em Londres, e depois seguirão para Riad, na Arábia Saudita, onde farão no dia 11 uma atividade final de preparação para o amistoso contra a seleção da casa. O confronto com o time local ocorrerá no estádio King Saud University, às 14h45 (de Brasília) do dia 12 de outubro, enquanto o duelo diante da Argentina será no mesmo horário no dia 16, em Jedá, no King Abdullah Sports City, também na Arábia Saudita.